13 versões de Assassin’s Creed que adoraríamos jogar

0

Em 2007 a desenvolvedora de jogos eletrônicos Ubisoft lançou aquele que seria uma de suas franquias mais famosas e lucrativas, Assassin’s Creed. O game rapidamente conquistou milhares de pessoas por todo mundo e, com o tempo, a base só fez crescer. A trama central do jogo é sobre a rixa entre duas sociedades secretas que derivam de séculos passados conhecidos como os Assassinos e os Templários. Porém, cada game narra uma história diferente. O primeiro, por exemplo, gira em torno de Desmond Miles, um jovem descendente da classe assassina que é sequestrado e coagido a participar do programa Animus, o qual o permite ver e reviver as memórias de seus antepassados por meio de seu DNA.

Cada jogo da franquia é ambientado em um lugar diferente do mundo e em uma época também diferente da atual. Em 2016, a franquia se tornou a mais vendida da história da Ubisoft, com 100 milhões de cópias comercializadas. Neste mesmo ano, a 20th Century Fox lançou a adaptação cinematográfica do game, tendo em seu elenco principal Michael Fassbender, Marion Cotillard, Jeremy Irons e Charlotte Rampling. Dirigido por Justin Kurzel, o filme foi um fracasso de público e crítica, tanto como um longa independente como obra adaptada.

Todo anúncio de novo jogo, os jogadores ficam ansiosos para saber em qual parte do mundo ele será ambientado, já que a locação é de grande importância para a história. Abaixo, selecionamos almos versões alternativas de Assassin’s Creed criadas por fãs que, de tão legal, nos fazem desejar pelos mesmo cenários. Confira!

#1 Londres Vitoriana

#2 Futurista

#3 Versão Mass Effect

#4 Assassin’s Creed Xnig Ling I

#5 Assassin’s Creed Xnig Ling II

#6 Versão Egito

#7 Japão Medieval

#8 Assassin’s Samurai

#9 Versão Ucraniana

#10 Assassin’s Escocês

#11 Dias Modernos

#12 Mario Creed

#13 Versão Tupiniquim

18 imagens que mostram como os personagens de Harry Potter deveriam ser

Matéria anterior

6 atrizes que venceram o distúrbio alimentar e deram a volta pro cima

Próxima matéria

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.