Fatos Nerd

5 motivos que tornam Guardiões da Galáxia melhor que Vingadores

0

O universo cinematográfico da Marvel teve início com o filme do Homem de Ferro e desde então a franquia dos Vingadores se tornou um investimento seguro e rentável para a Marvel Studios, levando os produtores a investir também em filmes solo de cada um dos integrantes do grupo.

Mas, apesar de Vingadores ser considerado o carro chefe da Marvel, Guardiões da Galáxia não fica para trás: o primeiro filme também foi um sucesso não só de vendas, como também de críticas. O primeiro filme foi lançado em 2014 e o segundo no começo desse ano. E apesar de nós amarmos tanto Vingadores quanto Guardiões da Galáxia, aqui vão alguns motivos que tornam este uma franquia muito melhor.

1 – Trilha Sonora

A música é uma grande companheira de Quill durante a narrativa. Parece que o personagem tem a trilha sonora exata para cada momento da vida em sua mixtape. Como não rir e querer dançar junto ao som de Come and get your love? Se possível gostaríamos de chutar algumas criaturinhas também, uma pena elas não existirem no nosso mundo. Além disso, a trilha sonora do filme inclui músicas icônicas como Cherry Bomb de The Runnaways e I Want You Back do Jackson Five.

2 – Quadrinhos

Guardiões da Galáxia traz muito mais proximidade com os quadrinhos em relação a Vingadores. Ambos os roteiros passaram por muitas adaptações para se encaixar no formato cinematográfico, por exemplo, a identidade de Mandarim completamente diferente nos quadrinhos e no filme do Homem de Ferro. O fato é que por manter aberta a possibilidade de desbravar diversos universos e espécies há uma proximidade maior com o mundo dos quadrinhos, que sempre oferece vários caminhos a se descobrir. O roteiro leve e as cores vibrantes também ajudam nessa aproximação.

3 – Protagonistas mais unidos

Diferente dos protagonistas de Vingadores, que se separaram em duas facções durante a Guerra Civil, os personagens de Guardiões da Galáxia são bem mais unidos e trabalham pela vontade de continuarem juntos. Talvez pelo fato de terem lidado com a solidão há um senso maior de constituir uma nova família. Exemplos? Drax perdeu uma filha, Rocket foi um experimento e Gamora nunca conheceu o amor. O laço que os une é tão forte que Gamora não hesitou em tirar satisfações com Quill quando pensou que ele estava abandonando o grupo. Vale lembrar que quem não tem muita familiaridade com os quadrinhos não conhecia os personagens, e em nenhum momento o roteiro deixa a desejar no quesito desenvolvimento individual. Ao contrário de um certo filme da DC, cof cof Esquadrão Suícida, que colocou várias personalidades em cena e não soube desenvolver nenhuma delas bem.

4 – Alcance

Os Vingadores salvaram o país? Os Guardiões salvaram o mundo. E quando os Vingadores salvarem o mundo, os Guardiões terão salvado a galáxia. Os grupos tem alcances diferentes quando se trata de fazer o bem. Por conta disso, os vilões de Guardiões da Galáxia são muito mais poderosos e ameaçadores envolvendo devoradores de planetas e entidades divinas com o poder de desfazer a criação. Ok, em Avengers 4: Guerra Infinita veremos Thanos e um conflito muito maior do que nos outros filmes da franquia, mas mesmo assim Guardiões da Galáxia tem mais possibilidades para trabalhar diferentes mundos e espécies.

5 – Estética

Quando se trata de cinematografia, Guardiões da Galáxia está muito a frente de Vingadores. Locais como Knowhere,  Morag, Kyln e Xandar ficaram tão impressionantes quanto nos quadrinhos. Sem contar nos personagens com suas maquiagens e figurinos, além de objetos de cena que estavam impecáveis. As paletas de cor de cada planeta, espécie e nave foram pensadas nos mínimos detalhes, o que resultou numa obra de arte para nossos olhos.

Você gosta mais de Guardiões da Galáxia ou Vingadores? Defenda seu time nos comentários!

Jogo permite que você transforme sua vida em um RPG

Matéria anterior

10 imagens que são uma inspiração para você fotografar suas viagens

Próxima matéria

Mais em Fatos Nerd

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.