Fatos Nerd

6 artistas de mangá para prestar atenção

0

Mangá é o nome dado às histórias em quadrinhos de origem japonesa. Basicamente, a palavra surgiu da junção de dois vocábulos: “man” (involuntário) e “gá” (desenho, imagem). Estima-se que as primeiras manifestações dos quadrinhos japoneses surgiram durante século XI, porém foram necessários 600 anos para que o termo “mangá” ganhar força.

Mesmo sua origem sendo antiga, a influência dos quadrinhos japoneses começou a se espalhar internacionalmente somente nas últimas duas décadas. Mesmo essa cultura sendo relativamente recente para nós, brasileiros, os quadrinhos japoneses segue ganhando cada vez mais adeptos.

Pensando nisso, resolvemos reunir aqui alguns artistas japoneses contemporâneos que merecem ser admirados. Surpreendentemente, muitos são autodidatas. Confira, agora, quem são eles.

1 – Viorie

Conhecida nas redes sociais como Viorie, Rose Benjaminé trabalha de forma diferente. Com uma expressividade estilizada e cores atraentes, a artista, hoje, possui mais de 150.000 seguidores apenas no Instagram. Atualmente, Benjamin, que adora mesclar abordagens clássicas com as ferramentas digitais, mora em Londres e trabalha como ilustradora freelance. “Sou autodidata e aprendi estudando as obras dos meus artistas favoritos”, revela Benjamin. “Sempre fui ligada ao universo do videogame e, claro, em mangás”, acrescenta.

2 – Toni Infante

“Sou obcecado por mangá e anime desde os anos 90”, diz o ilustrador freelance Toni Infante. O artista, ao longo de sua carreira, já desenvolveu inúmeros trabalhos para uma grande variedade de clientes, incluindo Warner Bros., Marvel e Apple. “Não importa o trabalho, não importa briefing, a influência do mangá está sempre presente em tudo que faço”, ressalta.

3 – Linnea Kataja

A artista Linnea Kataja, atualmente, vive em Nova York. Desde que se graduou pela School of Visual Arts, Kataja vem ilustrando mangás. Hoje, a artista com mais de 60.000 seguidores no Instagram e graças a eles seus caminhos profissionais têm ganhado novos rumos. O mais recente trabalho de Kataja, o projeto Maid Story, recebeu honras no Grande Prêmio de Quadrinhos da revista Ribon, em janeiro de 2019.

4 – Laia López

Laia López é uma ilustradora espanhola e a artista desenvolveu seu próprio estilo enquanto estudava artes plásticas, na Universidade de Barcelona. Além de se inspirar em trabalho de outros artistas, López sempre foi influenciada por filmes da Disney e animes. “Também sou um grande fã de Shoujo”, explica López. “Me apaixonei pela facilidade com que ele retrata as emoções e a personalidade dos personagens”.

5 – BcNy

Conhecido nas redes sociais como BcNy, o ilustrador taiwanês Han-Yuan Yu sempre teve contato com animes e mangás. Depois de se graduar em ilustração pelo Fashion Institute of Technology, em Nova York, o artista, hoje, busca mesclar técnicas clássicas com as principais ferramentas digitais. “Meu trabalho, na maioria das vezes, é finalizado de forma digital, embora muitos carregam pinceladas orgânicas, o que ajuda a criar um visual mais complexo e variado”, explica.

6 – Mina Petrovic

Petrovic é conhecida como Mistiqarts. Deferente dos outros artistas que acabamos de citar, Petrovic, além de desenhar, dirige uma escola de mangá e compartilha tutoriais em seu popular canal no YouTube. Com a ajuda de outros profissionais, a artista também organiza inúmeras convenções para os eternos fãs de mangas.

Cigarro eletrônico ou normal, o que é menos pior? Estudo responde

Matéria anterior

Cientistas criam diamante em temperatura ambiente

Próxima matéria

Mais em Fatos Nerd

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.