• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 casos reais de pessoas que morreram de rir

POR Bruno Destéfano    EM Curiosidades      23/04/19 às 16h37

A expressão "morreu de rir" é geralmente usada quando alguém perde as estribeiras e gargalha além da conta, não é? Você com certeza já se surpreendeu com uma piada a ponto de não conseguir se controlar no riso. É normal e - aparentemente - faz bem para o nosso corpo. No entanto, e se eu te falar que a metáfora já se provou real em algumas vezes? A reação corporal das pessoas infelizes (ou felizes até demais) desencadeou complicações médicas que as levaram à morte. O que era para ser uma risada inocente acabou se tornado a última e fatídica gargalhada. Acompanhe 7 casos reais de pessoas que morreram de rir.

Pelo visto, o riso não é tão engraçado e saudável como achávamos que era. Ainda mais sabendo que a boca chega a coçar quando vem a vontade de gargalhar. Quem dera conseguíssemos nos controlar com aquela piada que fica boa por ser extremamente ruim, não é mesmo? Não quero nem imaginar se eu morresse por rir demais de uma piada sem graça - e nem se fosse a mais engraçada de todos, para ser bem honesto.

1- Wesley Parsons

Em 1893, Wesley Parsons estava desfrutando de um jantar com os amigos. Embora sua idade exata não seja conhecida, ele é descrito como "envelhecido". Esse idoso fazendeiro de Indiana compartilhou uma refeição, uma bebida e uma piada. Não sabemos ao certo se a comida era boa, mas é provável que a bebida fosse abundante, pois Wesley Parsons, ao tentar divertir seus convidados, riu de sua própria piada.

Segundo relatos na época, ele foi "tomado por um feitiço de rir, sendo incapaz de parar. Ele riu por uma hora inteira e, 2 horas depois, morreu de exaustão".

2- Zeuxis

Zeuxis foi um dos pintores mais conhecidos da Grécia antiga. Embora nenhum de seus trabalhos tenha sobrevivido, diz-se que ele se especializou em pintar figuras icônicas. As descrições sobre as obras, como Zeus cercado por outras divindades ou Eros coroado com rosas, sobreviveram.

Ao terminar a pintura de Afrodite, Zeuxis contemplou o seu trabalho... rindo sem parar. A imagem de uma velha bruxa como a sua ideia sobre quem seria a "Deusa do Amor e da Beleza" fez-lhe perder a compostura. Achou tão engraçado que, minutos depois, caiu no chão e nunca mais levantou.

3- Crisipo

O estoico filósofo Crisipo era normalmente um tipo de homem sem tempo para dar aquelas boas gargalhadas. Ele estava preocupado com assuntos sérios demais, como teoria metafísica, ontologia materialista, liberdade e determinismo.

Talvez tivesse tido um dia difícil quando se deparou com um jumento comendo seus figos. Depois de assistir a esta cena por um tempo, ele gritou: "agora dê ao burro um vinho puro para lavar os figos!".

A piada do filósofo para si mesmo o entreteve tanto que ele acabou caindo no chão, rindo e logo espumando pela boca. Acredita-se que ele tenha morrido de síncope induzida pelo riso, que pode causar morte do tecido no cérebro, levando à fraqueza muscular, perda de consciência e morte.

4- Martim I de Aragão

Em The History of Court Fools (1858), o Dr. John Doran relatou a morte de Martin I de Aragão, rei da Sicília, em 1410. O dito cujo foi morto por uma combinação de indigestão e gargalhadas. Sua indigestão foi causada por "comer um ganso inteiro" e seu riso foi causado pelo bobo da corte, Borra, que "conduzia um comércio humorístico tão próspero que dizem que valia uma tonelada de ouro".

5- Damnoen Saen-um

Sonhar normalmente não é uma atividade perigosa. Até os pesadelos não podem nos ferir. Para Damnoen Saen-um da Tailândia, no entanto, seus sonhos divertidos levaram-no à morte.

De acordo com sua esposa, o motorista do caminhão de sorvete começou a rir enquanto dormia. O riso continuou por dois minutos, fazendo com que ela tentasse acordá-lo. Damnoen não acordou e permaneceu rindo até perder a respiração por completo. Embora a causa da morte não seja totalmente clara, acredita-se que a risada possa ter causado um ataque cardíaco.

6- Ole Bentzen

Em 1989, o médico dinamarquês Ole Bentzen foi assistir A Fish Called Wanda no cinema. Quando chegou à cena em que Kevin Kline enfiou duas batatas fritas no nariz de Michael Palin, ele não se aguentou. Aparentemente, isso o lembrou da vez em que toda a sua família colocou couve-flor no nariz enquanto estava sentado em volta da mesa de jantar.

Afirmam que a sua pulsação ficou entre 250 e 500 batimentos por minuto, o que desencadeou um ataque cardíaco.

7- Arthur Cobcroft

Há boatos de que a inflação é uma assassina. Para Arthur Cobcroft, de Sydney, na Austrália, certamente foi. Em 1920, o treinador de cães de 54 anos encontrou um jornal antigo e começou a comparar os preços de mercadorias, tendo como ponto de referência a edição nova de outro folhetim. A risada foi imediata.

Cobcroft fez uma observação à esposa sobre a diferença gritante dos preços e sua risada se tornou mais descontrolada. Ele logo descobriu que era incapaz de se conter e acabou falecendo. A causa da morte foi registrada como insuficiência cardíaca causada pelo riso em excesso.

E aí, sabia de algum desses casos reais de pessoas que morreram de rir? Conhece alguém que sofreu graves problemas por ter gargalhado demais? Conte pra gente!

Próxima Matéria
Bruno Destéfano
Escritor, fotógrafo e jornalista // Deixe que o conhecimento te revolucione de dentro para fora.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+