7 coisas mais bizarras feitas em nome de Satanás

POR Mateus Graff    EM Terror & Sobrenatural      20/01/17 às 18h08

Satanás, Satã, Capiroto, Diabo, Capeta ou qual nome você preferir, é um termo originário da tradição e mitologia judaico-cristã, e geralmente é aplicado a encarnação do mal em religiões monoteístas. Pessoas satanistas fazem rituais em cemitérios, sacrifícios de animais, pentagramas invertidos, coisas desse tipo, mas também fazem coisas ainda mais assustadoras, como sacrifícios humanos. Já que tocamos no assunto, já leram a nossa matéria com as 10 coisas que você precisa saber sobre os satanistas? 

Bom, sabendo que existem vários casos bizarros de coisas feitas por satanistas, nós resolvemos fazer essa matéria contando alguns casos para vocês, e se você tem medo desse tipo de história, é melhor nem acabar de ler a matéria. Então, caros leitores, confiram agora a nossa matéria com as 7 coisas mais bizarras feitas em nome de Satanás:

1 - Assassinos satânicos russos

1

No ano de 2008, quatro satanistas russos liderados por Nikolai Ogolobyak, decidiram fazer um sacrifício humano. Depois de atrair quatro adolescentes conhecidos para um bosque em Yaroslavl, onde os adoradores do capeta esfaquearam os quatro adolescentes, 666 vezes. Depois de mortos, as vítimas foram escalpeladas, separadas e parcialmente comidas.

Eventualmente, os assassinos foram presos depois que as partes restantes das vítimas foram encontradas perto da casa deles. A prova que eles fizeram isso em nome de Satanás foi quando o grupo disso o seguinte para as autoridades: "Satanás me ajudará a evitar a responsabilidade. Eu fiz muitos sacrifícios para ele. Eu até tentei orar para Deus, mas não me trouxe dinheiro. Quando orei para Satanás, as coisas mudaram."

2 - Ricky Kasso "Diga que ama Satã"

1

Agora imaginem uma pessoa uma pessoa te obrigando a dizer que ama Satã? Isso foi o que Ricky Kasso fez com seu "amigo" Gary Lauwers antes de matá-lo. O crime aconteceu na década de 80, e chocou a mídia da época. Ricky Kasso era um jovem usuário de drogas e mentalmente problemático, tanto que dizia que recebia ordens de Satanás através de um corvo.

No dia do crime, Ricky convenceu o seu suposto amigo Gary a ir com ele até um bosque deserto. Chegando lá, ele colocou uma faca na garganta de Gary e o obrigou a dizer que "amava Satã". Depois de matá-lo, Ricky arrancou seus olhos e depois o enterrou.

3 - Manuela e Daniel Ruda

1

No ano de 2001, o casal satanista Manuela e Daniel Ruda foram condenados por assassinar um colega de trabalho com 66 facadas. O casal Ruda ainda atacou o rosto e mãos do jovem Frank Hackert com um machado e desenhou um pentagrama em seu torso, além de beber o sangue da vítima para comemorar o sucesso do sacrifício. Eles foram pegos após a mãe de Manuela alertar as autoridades depois de receber uma carta bem estranha da filha.

Quando as autoridades chegaram no apartamento do casal, encontraram sangue para todo lado e o corpo de Frank dentro de um caixão, onde Manuela usava para dormir. O casal disse que Franck foi escolhido devido ao seu bom humor, e assim sua alma iria alegrar o diabo quando chegasse ao inferno.

4 - Bestas de Satã

1

Na década de 90, um grupo italiano fã de black metal era chamado de "Bestas de Satã". O grupo matou dois adolescentes durante um ritual, depois de matá-los, eles dançaram em cima da sepultura, comemorando que os dois jovens assassinados se transformariam em zumbis. A polícia só os pegou 6 anos mais tarde, quando descobriu-se que mais dois jovens assassinados foram vítimas do mesmo grupo.

5 - Ripper Crew

1

Esse grupo chamado "Ripper Crew" era formado por quatro serial killers que, entre os anos de 1981 e 1982, aterrorizaram as ruas de Chicago.  Os jovens eram satanistas assassinos que sequestravam mulheres de programa com uma van, e levavam as mulheres para o apartamento de um deles, onde acontecia rituais macabros. Eles liam passagens da Bíblia Satânica, e depois de matá-las, o grupo abusava das vítimas, tiravam seus seios fora e comiam partes dos seus corpos que os agradavam.

6 - Rodrigo Orias Gallardo

1

Rodrigo Orias Gallardo foi condenado por matar o padre Faustino Gazziero. Ele tinha várias e várias tatuagens feitas em homenagem a Satanás, inclusive um pentagrama marcado com ferro no peito esquerdo. Ele foi até uma missa próxima a sua casa, e friamente esperou o padre Faustino sair da Igreja para matá-lo com uma adaga. Depois de cometer o assassinato, o jovem tomou banho com o sangue do padre, depois se feriu com a adaga, se esfaqueando várias vezes. A defesa do assassino alegou esquizofrenia, e ele foi condenado a 3 anos de prisão em uma clínica psiquiátrica.

7 - Jarno Elg

1

O finlandês e satanista assumido Jarno Elg, estrangulou e devorou uma jovem de 23 anos na década de 90, e foi condenado a prisão perpétua. Jarno Elg conseguiu convencer mais três pessoas a participarem do seu ritual, que aconteceu ao som de uma banda de black metal norueguesa chamada Ancient. A polícia prendeu o finlandês depois de encontrar uma das pernas da vítima com ele.

E aí, caros leitores, qual desses casos em nome de Satã vocês acharam o mais cruel? Comentem!

Mateus Graff
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+