Curiosidades

7 coisas que fazemos que confundem nossos cães

0

A amizade entre cachorros e humanos surgiu há milhares de anos atrás e dura até hoje. Não é por um acaso que o ele é considerado o melhor amigo do homem. Eles são lindos, fofos, incríveis, amorosos nos deixam mais felizes. E até mesmo mais saudáveis.

Todo amante de cachorros sabe a felicidade que é, ao chegar em casa, encontrar o animal todo animado, esperando pelo seu dono. E também entende o significado de amor, mesmo o animal dando trabalho algumas vezes. O impossível é que os donos não se apeguem a eles. Do mesmo modo, a companhia dos cães se torna uma coisa imprescindível.

Esses companheiros tem um comportamento bem flexível e por isso eles conseguem se moldar à nossa rotina. Mas ainda existem formas que a evolução ainda não adaptou os cães para o mundo humano. Mostramos aqui alguns comportamentos humanos que confundem os animais.

1 – Deixá-los sozinhos

Filhotes de cachorros são bastante interessados em passar tempo com outros cachorros, pessoas ou qualquer espécie que deseje interagir com eles. Seu comportamento é basicamente brincar, explorar e descansar. Mas várias vezes, as pessoas deixam os animais sozinhos, seja em casa, canis ou clínica veterinária.

Em situações assim, os cachorros podem não ter a certeza que seus donos voltarão para buscá-lo. Existem as casas que também tem suas zonas livres de cães. Alguns cachorros protestam para tentar ficar perto de seus donos. Mas como eles ficarão perto se tem uma porta os separando? Isso explica porque cachorros pedem permissão para entrar em lugares quando seus humanos estão lá.

2 – Nós somos visualmente atraídos

Os cachorros vivem em um mundo olfativo e os humanos vivem em um mundo visual. Então, quando nós nos deleitamos com uma televisão, os parques e praias são um baquete olfativo para os cães.

Outro desafio que os cachorros enfrentam conosco é que nós exploramos o mundo sentados. Enquanto eles investigam o mundo se movimentando. Eles não gostam muito da inércia de seus donos em frente a uma caixa de vidro.

3 – Mudamos nossa forma e cheiro

Nossos casacos, carteiras, roupas, sacolas, malas tem incontáveis cheiros. Eles pegam odores diferentes dependendo de onde vão. Além também de produtos de limpeza, sabonetes, shampoos, desodorantes mudam os cheiros que os cachorros estão acostumados.

Os cachorros, por outro lado, trocam de pelo menos de uma vez por ano. Enquanto seus donos mudam sua aparência física todos os dias. O que quer dizer que nossos odores mudam mais do que os cachorros evoluíram para esperar.

4 – Gostamos de abraçar

A forma como os humanos usam os seus membros anteriores é bem diferente de como os cachorros usam. Nós usamos nossos braços para transportar objetos grandes e também para demonstrar o nosso afeto.

Os cachorros se abraçam quando estão brincando e também quando se acasalam e lutam. Ser preso por outro cachorro dificulta a fuga rápida de outro. Então como que eles vão saber que o abraço humano é uma forma de carinho ao invés de uma ameaça?

5 – Não gostamos de mordidas

Os filhotes gostam de brincar e isso os ajuda a se relacionar com outros cães. Mas eles têm que ter um cuidado em como usam seus dentes, que podem ser pequenos mas afiados.

Nós somos suscetíveis à dor e às mordidas podem fazer com que nós ajamos de maneira ruim. Os cachorros interagem com os objetos com seu focinho. Além disso, os cachorros mordem outros, como forma de expressar seu afeto. Por isso, eles tentam usar a boca, quando se comunicam conosco.

6 – Não comemos coisas do lixo

Os cachorros são animais que conseguem comida naturalmente, onde quer que estejam. Ao contrário dos humanos, que fazem seus próprios pratos.

Um hábito, que os filhotes podem não entender bem, é a relação de seus donos com a comida. Então, não é de se surpreender se você achar o seu cãozinho mexendo no seu lixo, para achar uma comida.

7 – Compartilhamos espaços

Os humanos vão para outros lugares, trazem outros odores e permitem que pessoas desconhecidas entrem na casa dos seus cachorros. Os cachorros, por sua vez, não evoluíram para aceitar tais coisas. Então, eles enxergam isso como ameaça.

Assim, não é de se surpreender quando os cachorros tratam as visitas de formas hostis.

7 medicamentos que tornaram o mundo muito pior

Matéria anterior

8 pessoas que disseram ”eu te amo” e tiveram respostas inesperadas

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar