• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 coisas que toda mulher deveria saber sobre o cérebro masculino

POR Jesus Galvão    EM Ciência e Tecnologia      11/06/19 às 16h26

Muitas vezes, as mulheres foram definidas como sendo mais emocionais, devido ao gênero. No entanto, os meninos são mais emocionalmente reativos e expressivos que as meninas, segundo pesquisadores. Homens adultos também possuem reações emocionais levemente mais fortes. No entanto, isso se altera à medida que eles percebem seus sentimentos. Ao menos é que mostra um estudo de 2008, publicado no Scandinavian Journal of Psychology.

Uma vez que as emoções atingem a consciência, os homens começam a adotar uma outra postura. À medida em que crescem, os meninos começam a esconder as emoções que culturalmente são consideradas "não masculinas". Pensando nisso, hoje, listamos para vocês algumas coisas que se passam no cérebro dos homens e que toda mulher deveria saber. Confira!

1 - Homens também querem se casar

Segundo um estudo de 2007, publicado na revista científica Proceedings of the Royal Society, a probabilidade de um homem ser infiel é maior antes dos 30 anos de idade. Depois de atingirem tal idade, os homens se concentram principalmente em ajudar a sustentar suas famílias. Entretanto, alguns homens possuem mais dificuldade em manterem um compromisso do que outros. Um problema que poderia ser genético.

De acordo com um estudo de 2008, publicado no Proceedings of National Academy of Science, homens sem o "gene da promiscuidade" representam cerca de 60% da população. Além de que esses homens têm mais probabilidade de se casarem. E tem mais. Tanto ele quanto sua esposa também são mais propensos a relatarem uma felicidade conjugal relativa.

2 - Quem é que manda?

Conforme apontou Louann Brizendine, professora de Psicologia clínica na Universidade da Califórnia, uma hierarquia instável pode causar ansiedade aos homens. No entanto, o tipo de estrutura, como a praticada pelos militares e em muitos outros locais de trabalho, reduz a testosterona e inibe a agressão masculina.

A inquietação com o estabelecimento de uma hierarquia social se inicia aos 6 anos de idade. O que acaba por motivar o comportamento como "colocar uns aos outros para baixo", acrescentou Brizendine. "É melhor ser agressivo em um ataque verbal do que brigar", disse ela.

3 - O futuro papai

O cérebro masculino se prepara para se tornar pai alguns meses antes do parto. Futuros papais passam por mudanças hormonais. A prolactina aumenta, a testosterona diminui, o que encoraja o comportamento paterno, segundo estudo publicado em 2000. Essas mudanças hormonais seriam causadas pelos feromônios de uma mulher grávida.

4 - O cérebro de um homem maduro

Quando jovens, os homens precisavam competir por status e parceiras e assegurar que esse vínculo e cooperação não seria desfeito quando maduros. Estudos psicológicos mostraram que, quando estão mais velhos, os homens prestam mais atenção a seus relacionamentos e em sua comunidade. Isso provavelmente acontece pelo declínio da testosterona, que ocorre conforme envelhecem.

Um outro estudo revelou que homens com altos níveis de testosterona tendem a ser melhores em competições individuais e aqueles com menores níveis do hormônio se destacavam em competições em grupos.

5 - Brincar com os filhos

De acordo com estudos, a maneira com que os pais brincam seus filhos, de forma mais rústica, espontânea e provocativa, ajuda as crianças a aprenderem melhor, serem mais confiantes e as prepara para o mundo real. Além do mais, pais envolvidos diminuem os riscos sexuais de seus filhos.

6 - Defesa do território

"Parte do trabalho masculino, falando em termos evolutivos, é defender o território", disse. Mais pesquisas ainda são necessárias em humanos, porém, em outros mamíferos machos, a área do cérebro de "defender meu território" é maior do que suas contrapartes femininas. Ainda segundo a cientista, é muito provável que um homem se torne violento quando enfrenta uma ameaça à sua vida ou de sua família.

7 - Piloto automático

Apesar de muitas vezes ser ligada à agressividade e à hostilidade, a testosterona é também o hormônio da libido. Os homens chegam a ter níveis seis vezes maiores do que as mulheres em seu organismo, segundo Pranjal Mehta, psicólogo da Universidade de Columbia, em Nova York.

Segundo Mehta e sua equipe, a testosterona prejudica a região de controle de impulsos no cérebro. Isso explicaria porque muitas vezes os homens olham as mulheres como se estivessem no 'piloto automático'. A imagem dessa mesma mulher costuma desaparecer quando ela está fora do seu campo de visão, de acordo com Brizendine.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+