7 coisas que você não sabia que o Dumbledore fez antes dos livros

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      26/03/18 às 14h54

Dentro do mundo mágico criado por J.K. Rowling, Alvo Dumbledore é considerado um dos maiores bruxos da modernidade. O personagem teve um início de vida complicado. Ele teve de enfrentar as consequências do incidente com a irmã e a prisão perpétua de seu pai em Azkaban. Mesmo assim, conseguiu prosperar nos estudos e fazer revoluções na área da magia. Sua parceria com Nicolau Flamel lhe rendeu ainda mais fama. Sem dúvidas, o bruxo é considerado por muitas pessoas o melhor diretor que já passou por Hogwarts.

Apesar de o livro ser focado em Harry Potter, ao longo das páginas é fornecido aos leitores algumas informações e curiosidades a respeito de Dumbledore - alguns detalhes aqui e ali sobre sua juventude e sobre o começo de sua administração na Escola de Magia e Bruxaria. No entanto, boa parte das minúcias foram dadas em artigos especiais. Sendo assim, algumas curiosidades podem ter passado despercebidas pelos fãs. Pensando nisso, separamos  curiosidades sobre as atividades realizadas por Alvo Dumbledore antes dos livros.

1 - Um aluno condecorado

Iniciamos com uma constatação. Por tudo que foi apresentado de Dumbledore nos livros e nos filmes, os fãs puderam ter ideia do tipo de aluno que ele foi. Assim como boa parte dos heróis em Harry Potter, ele foi designado para a Grifinória e teve uma carreira muito ilustre em Hogwarts. Logo no início de seus anos na Escola, Dumbledore foi indicado como Representante da Juventude Britânica para a Suprema Corte. Um feito realizado antes de seus 18 anos. Ele também recebeu uma medalha de ouro por sua contribuição pioneira à Conferência Internacional de Alquimia no Cairo. Além de ganhar o Prêmio Barnabus Finkley, dado aos bruxos que alcançam resultados extraordinários em feitiços.

2 - Ajudava outros alunos com deveres de casa

O tópico pode não parecer novidade, já que alunos excepcionais (e de boa fé) tendem a ajudar outros com dificuldade. No entanto, Dumbledore adquiriu o hábito de ajudar os estudantes quando ele atuava como diretor de Hogwarts. Mesmo com todos os problemas que precisava lidar dentro e fora da escola, todas as sextas-feiras o mestre fazia questão de disponibilizar parte de seu tempo para auxiliar alunos nos seus deveres de casa, em qualquer matéria.

3 - Contratou Sibila Trelawney para protegê-la

Dumbledore nunca foi muito fã de Adivinhação: ele simplesmente não acreditava em pessoas que pudessem ver o futuro. Apesar disso, ele ficou balançado quando Trelawney proferiu uma profecia a respeito da morte de Voldemort. Foi Snape quem contou a ele sobre o que aconteceu e, sabendo que a Professora poderia ser caçada pelos Comensais da Morte, Dumbledore a empregou em Hogwarts. Mesmo sendo contra Adivinhação, ele sabia que Sibila estaria mais protegida com ele por perto. No final das contas, Alvo desenvolveu certa afeição por ela.

4 - Ajudou Newt Scamander a escrever Animais Fantásticos e Onde Habitam

A juventude de Alvo Dumbledore está pronta para ser um pouco mais explorada no filme Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald. Assim como mostrado no trailer, o jovem diretor de Hogwarts conhecia bem o escritor e pesquisador Newt Scamander. Uma das contribuições de Alvo foi escrever o prefácio de seu livro.

5 - Ganhou a Ordem de Merlin por derrotar Grindelwald

O prêmio é entregue pela Suprema Corte dos Bruxos para bruxos que realizaram grandes feitos, ou melhor, "pelos atos de extraordinária bravura ou distinção". A Ordem foi criada pelo próprio Merlin, que defendia veemente que os bruxos deveriam ajudar os trouxas. Por isso, ele proibiu que magia fosse usada contra eles. Dumbledore ganhou a Ordem de Merlin Primeira Classe por derrotar Gerardo Grindelwald.

6 - Já compactou com Grindelwald

Quando Harry Potter entrou para Hogwarts, ele confiou sua vida a Dumbledore. Ao longo de toda sua formação, o garoto acreditava que o diretor sempre foi um homem íntegro, honesto e impecável. Porém, mais para o fim da história, Harry descobre que Alvo não era nenhum santo. Em sua juventude, ele era amigo de Grindelwald e ambos chegaram a compartilhar a mesma ideia. Assim como seu amigo, Dumbledore chegou a pensar que a magia realmente deveria ser usada para subjugar os trouxas. Ele até contribuiu para o lema de vida de Grindelwlad: Para o Bem Maior. Embora, eventualmente, ele tenha repensado suas ideias e se se voltado contra o amigo, essa mancha em seu passado sempre existirá.

7 - Descobriu 12 formas diferentes de uso para sangue de dragão

Nunca ficou muito claro quando exatamente ele fez tal descoberta. O contato do personagem com dragões nos livros é quase inexistente, mas existe uma ligação entre eles em seu passado. O experimento realizado prova o quão curioso, estudioso e talentoso ele era quando era aluno. O interesse de Alvo pelo mundo mágico estava presente em todas as áreas, de modo que, ainda na juventude, ele encontrou 12 formas diferentes de uso para sangue do dragão, revolucionando o estudo e até mesmo o uso medicinal das criaturas.

Via   RJBSCW     OMW     SR  
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Mais aventuras em Instagram: @gabinoronhaf

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+