Fatos Nerd

7 coisas que você não sabia sobre o desenho dos Jovens Titãs

0

Aqueles que cresceram durante o início dos anos 2000 tiveram a oportunidade de testemunhar a exibição de animações que, hoje, são consideradas clássicos. Além disso, em uma época onde a internet não era tão democratizada quanto hoje, TV Globinho, Bom Dia & Cia e Cartoon Network eram responsáveis pelo entretenimento do público infantil. Sendo assim, diante dos diversos desenhos que poderíamos citar, resolvemos focar especialmente em um. Embora atualmente adaptações live-action como Vingadores e Liga da Justiça sejam responsáveis por apresentar o mundo dos quadrinhos à audiência geral, anos atrás, a principal forma de trazer super-heróis ao mainstream era através de desenhos animados. Portanto, resolvemos falar sobre um dos maiores sucessos da área, Jovens Titãs.

Originalmente transmitida entre os anos de 2003 e 2006, a série animada, criada por Sam Register e Glen Murakami, conta com 5 temporadas e adapta as aventuras da equipe homônima de super-heróis dos quadrinhos. Logo abaixo, você pode conferir algumas curiosidades sobre o programa.

7 – O programa tinha duas introduções

Jovens Titãs possui um tema de abertura que dispensa apresentação. No entanto, o que poucos sabem é que a música, responsável por introduzir a animação, é cantada por Puffy, um famoso grupo japonês. Você, provavelmente, deve conhecer as vocalistas, pois elas inspiraram Hi Hi Puffy AmiYumi, um dos desenhos mais amados do Cartoon Network. Embora a série animada do Puffy tenha sido cancelada prematuramente, tivemos a oportunidade de conferir o trabalho do grupo na abertura de Jovens Titãs. Contudo, existem duas músicas tema, por um motivo específico. Enquanto o vídeo acima mostra a abertura em inglês, abaixo, podemos ver a versão japonesa.

Assim como dissemos acima, ter duas versões da música não foi uma decisão aleatória. Acontece que, enquanto a versão em inglês conta com uma letra mais séria, a canção japonesa optou por um tom mais divertido. Como resultado disso, quando episódios mais sombrios e complexos eram exibidos no Japão e em algumas regiões, eles optavam pela introdução inglesa. Em contrapartida, episódios mais leves e engraçados eram introduzidos pela música em japonês.

6 – Jovens Titãs se relaciona com outras animações do DCAU

Em um mundo onde a Marvel consolidou o conceito de universo compartilhado, vivemos em busca de conexões entre uma obra e outra. Logo, o caso de Jovens Titãs não seria diferente. Sendo assim, muitos acreditam que a narrativa dos Titãs se correlaciona com outras produções do DCAU, o Universo Animado DC. Pois então, visto que fatos se fazem necessários nessas horas, vamos lá. O primeiro indício que reforça essa afirmação é o episódio de Super Choque em que o Batman aparece. Assim que Virgil pergunta ao Cavaleiro das Trevas onde está Robin, o Morcego responde que “ele está com os Titãs”. Aliás, outros episódios desse programa acenam para a existência do grupo de heróis.

Além disso, em Liga da Justiça vemos Wally West assumindo o manto de Flash. Todavia, de acordo com os quadrinhos, anteriormente ele carregava o título de Kid Flash. Pois bem, acontece que, tanto em Liga da Justiça quanto em Jovens Titãs, ambos personagens partilham do mesmo dublador, indicando que o Kid Flash de JT pode sim ter se tornado o Flash da Liga. Por fim, em Liga da Justiça Sem Limites, o mesmo Ricardito de JT apareceu como ajudante do Arqueiro Verde.

5 – Ravena ficou tão popular na série que até a reviveram nos quadrinhos

Já vimos por aqui que a televisão e o cinema têm o poder dar visibilidade à vários personagens que antes estavam fadados ao esquecimento. Pois – acredite se quiser – Ravena se aplica nesse caso. Embora hoje a personagem seja super popular, antes de Jovens Titãs ela estava morta nos quadrinhos e tinha tudo para permanecer assim. Felizmente a animação a trouxe de volta ao mainstream e ela ganhou uma nova série nos quadrinhos.

4 – Eles não podiam chamar o Deathstroke por esse nome

Embora aborde temáticas relevantes, Jovens Titãs foi desenvolvida tendo crianças como público-alvo. Sendo assim, a série contava com bastante eufemismo. Só para ilustrar, ao invés de “matar”, os personagens tinham de usar expressões como “eliminar” ou “destruir”. Logo, foi exatamente isso que impossibilitou o uso do nome Deathstroke. Apesar de não ter o mesmo peso em português, em inglês esse nome está diretamente associado à palavra “death” que significa morte. Sendo assim, os roteiristas optaram por chamar o vilão apenas de Slade.

3 – Eles contam com vários crossovers

Assim como dissemos acima, Jovens Titãs existe no mesmo universo que diversas outras séries da DC. Contudo, a animação também realizou diversos crossovers com outras produções da Cartoon Network. Só para ilustrar, podemos citar seu encontro com o pessoal de Scooby Doo e As Meninas Superpoderosas. Ao menos na versão Em Ação.

2 – As razões pelas quais a série foi cancelada

Seja quando criança, seja quando adulto, é sempre difícil entender o porquê da sua série preferida simplesmente ter deixado de ser produzida. Apesar de hoje em dia a comunicação com a audiência funcionar de forma efetiva e, as vezes, conseguirmos compreender a razão do cancelamento, ainda sim é difícil. Então, imagina antigamente, quando só ficávamos sabendo disso porque a série deixava de ser transmitida. Pois então, foi isso que aconteceu com o púbico de Jovens Titãs. Após 65 episódios serem exibidos, o programa simplesmente parou de ser atualizado. Inclusive, para piorar a situação, a emissora nunca nos concedeu uma explicação convincente.

Contudo, de acordo com David Slack, produtor da animação, existem duas razões primárias para o cancelamento da mesma: primeiro, uma disputa entre a Mattel e a Bandai, pelos direitos envolvendo a produção de brinquedos dos Jovens Titãs; e, em segundo, a queda de avaliações positivas após a exibição da temporada mais sombria do programa. De qualquer forma, esse cancelamento ainda parece estranho, ainda mais se considerarmos a forma como a animação retornou mais tarde.

1 – O porquê deles terem retornado como Os Jovens Titãs em Ação

Sete anos após o cancelamento da série original, os Jovens Titãs retornaram como Jovens Titãs em Ação. No entanto, por que isso aconteceu exatamente? Não teria sido mais fácil simplesmente retomar a produção de novas temporadas da série original? Bom, aparentemente, os Titãs retornaram reformulados para as telinhas com o intuito de aumentar a venda de produtos relacionados aos personagens. Sendo assim, a série contou com diversas atualizações que a deixaram mais digerível para o público infantil. Porém, muitos acreditam que, apesar das mudanças, Jovens Titãs em Ação continua carregando a essência da série original.

Aplicativo tenta detectar sinais de COVID-19 pela voz do usuário

Matéria anterior

Veja as novidades que chegarão na netflix em abril de 2020

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Fatos Desconhecidos Nós gostaríamos de enviar notificações dos últimos conteúdos e atualizações que fazemos.
Dismiss
Allow Notifications