• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 coisas que você não sabia sobre São Valentim

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      14/02/19 às 15h33

Se você está em um relacionamento sério, já é casado ou até mesmo está conhecendo alguém melhor, provavelmente, trocou ou troca presentes em datas comemorativas e, principalmente, no dia dos namorados. Essa data é muito utilizada para a renovação de votos, demonstrações de carinho, troca de cartões e homenagens.

No Brasil, comemoramos o dia dos namorados em outra data, mas hoje dia 14 de fevereiro, o dia é comemorado por vários outros países. Essa data em inglês é chamada de Valentine's Day, Dia de São Valentim traduzido, e existe uma razão sobre o porquê desse nome. Um santo chamado Valentim realmente existiu e o dia de hoje é para horá-lo. Listamos aqui alguns fatos interessantes sobre ele.

1 - Duas pessoas

Segundo reza a lenda e a história, é possível que tivessem existido dois São Valentim. Um deles foi um padre e mártir do antigo Império Romano e o outro, também havia sido um mártir e bispo, mas em Terni, na Itália. É possível que a história de São Valentim seja atribuída a esses dois homens de lugares completamente diferentes e nem um pouco semelhantes, mas que descrevam o mesmo homem. Mas isso nunca foi sabido com precisão.

2 - Milagre

As figuras cristãs normalmente têm poderes de cura como é visto na bíblia. Segundo a lenda, São Valentim, o ex-bispo de Terni, tinha sido colocado em prisão domiciliar e a história falava de um juiz chamado Asterius. Os dois homens começaram a discutir sobre suas perspectivas em fé, religião e coisas do tipo.

Asterius não estava acreditando muito em São Valentim e queria colocá-lo à prova. Então chamou sua filha, que era cega, e falou para o santo curá-la. Valentim colocou suas mãos sobre os olhos da garota e ela começou a enxergar novamente. Depois do milagre, Asterius se converteu ao cristianismo, se batizou e deixou para trás seus supostos falsos deuses. Além disso, ele liberou todos os prisioneiros cristãos. E talvez por essa história, São Valentim também é padroeiro de algumas outras coisas com a epilepsia.

3 - Infrator reincidente

Se pensarmos que as duas histórias falam sobre o mesmo homem, então São Valentim foi um infrator reincidente do Império Romano, já que os primeiros cristãos violavam a lei e desobedeciam as ordens diretas do império. E muitas vezes eram presos e executados.

A lenda diz que São Valentim foi preso por desafiar as ordens do imperador Cláudio II. O imperador decretou a ilegalidade do casamento no Império Romano. Essa proibição é alegada pela falta de homens solteiros dispostos a ir à guerra. E como padre cristão, São Valentim tinha o dever de casar e converter os solteiros, então supõe-se que ele foi contra a ordem do imperador.

4 - Abelhas

São Valentim também é o santo padroeiro das abelhas. Isso porque o mel é representativo do amor e as abelhas também. As propriedades afrodisíacas do mel regulam os hormônios e as pessoas antigas parecem ter sabido isso instintivamente. Um presente comum de ser dado aos recém-casados era uma garrafa de hidromel, que é um álcool originário do mel. E por isso também o termo lua de mel para a primeira noite do casal que se formou.

5 - Várias causas

O santo também serve como padroeiro da juventude e das mais variadas formas de amor, desde o cortês até o que há entre pessoas casadas. E as pessoas rezam para São Valentim pedindo todo o tipo de ajuda.

Ele é uma figura versátil, assim, o mesmo santo que é associado ao amor, é também o santo padroeiro da peste e, portanto, da morte. E foi o imperador Claudio II quem assinou a execução de São Valentim e depois morreu vítima da peste.

6 - Execução

Por ter continuado realizando casamentos mesmo depois que o imperador tinha proibido, São Valentim foi condenado à pena máxima, a execução. Depois de ter sido preso, o santo ainda tentou persuadir o imperador a se tornar cristão, causando ainda mais raiva nele.

O método de execução de São Valentim foi brutal e aconteceu em etapas. Começou com um espancamento com paus e terminou com a decapitação. E sua execução aconteceu no dia 14 de fevereiro e o ano é controverso, mas muitos acreditam ter sido em 270 d.C.

7 - Assinatura

Se continuarmos tratando as duas lendas como sendo sobre o mesmo homem, ninguém saberá ao certo o que aconteceu com São Valentim entre sua primeira e segunda prisão. Mas segundo a lenda, ele teria escrito uma carta à filha, previamente cega de Asterius, que ele teria curado. Os dois teriam se apaixonado depois do milagre.

Na carta, ele assinou "do seu Valentim", em inglês "from your valentine", e pode ter sido essa a raiz de uma prática que se tem até hoje quando se manda um bilhete de amor para alguém no dia dos namorados.

Próxima Matéria
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+