7 coisas ridículas que todo mundo fazia no Orkut

POR Thamyris Fernandes    EM Ciência e Tecnologia      12/09/14 às 16h00

Nem tente negar: as redes sociais têm um caso de amor especial com o Brasil. Embora não dê para entender direito porque esses sites têm tanta influência por aqui, a verdade é que quase todo mundo já se rendeu a algum desse tipo de página, como o Facebook.

No entanto, para os esquecidinhos, se hoje a febre é a rede social criada com Mark Zuckerberg, em um passado não muito distante o que fazia a cabeça da moçada era mesmo o bom, velho e constrangedor Orkut (mate as saudades dessa rede social nesse link)! Ele - que, aliás, que está de partida para "a vida eterna" no dia 30 de setembro (sim, ele vai ser tirado do ar, para sempre, nesse dia) - , abrigava uma porção de atitudes, no mínimo, hilárias e que hoje quase matam seus antigos usuários de vergonha... de si mesmos ou alheia!

Mas, se você não segue se lembrar qual o motivo de tanto "drama" assim com relação ao que rolava no Orkut, nós estamos aqui para te ajudar e refrescar sua memória! Confira na lista abaixo 7 das coisas mais ridículas que todo mundo fazia do Orkut e que agora prefere nem comentar sobre o assunto:

1. Brigar pelo topo dos depoimentos

1

É, não adianta disfarçar. Esse tipo de coisas são super idiotas aconteciam na finada rede social. As pessoas (e talvez você já tenha feito isso também) brigavam pelo destaque dos depoimentos em perfis de amigos, escrevendo declarações e textos intermináveis até conseguir aquele espacinho "disputado".

2. Mudar nome de comunidade

2

As pessoas iam lá e curtiam uma comunidade com a qual se identificavam. Dias depois, a surpresa: o grupo havia mudando de nome e, muitas vezes, não tinha qualquer relação com o tema original. Aí pronto, era motivo para discórdia e muita xingação. Tinha gente que até criava comunidades para manifestar o ódio que sentia de quem mudava os nomes das comunidades. Tem lógica?

3. eScReVEr AsSiM, com maiúsculas e minúsculas

3

Tá que gramática não é muito o "forte" das redes sociais, mas esse negócio de misturar letras maiúsculas com letras minúsculas o tempo todo era bastante irritante no Orkut. Ninguém sabe dizer quando ou porque essa mania surgiu, mas muita gente a colocava em prática. E o pior: além de ser super difícil de entender o que estava escrito, as pessoas aindademoravam uma eternidade para digitar uma frase nesse modelo.

4. Só aDd cOm sCrAp (tradução: só adiciono com scraps)

4

E tinha coisa mais imbecil que as pessoas querendo parecer populares no Orkut? Muita gente chegava ao cúmulo de apagar todos os recados e escrever "só add com scraps". Isso significava, basicamente, que você só poderia pedir amizade dessa pessoa - ou pelo menos que só seria aceito - caso deixasse aqueles recadinhos coloridos, com mensagens, normalmente animados (e muito bregas), junto com a solicitação.

5. Scraps interativos

5

Como já mencionamos no tópico acima, existiam também os scraps interativos nessa rede social. Agora, o motivo que levava as pessoas a perderem tempo criando essas imagens cafonas e com música, feitas para tirar a paz dos outros, ninguém entende! Todas as mães, tias e vovós do Orkut adoravam mandar essas mensagens interativas. Era ou não era?

6. Criar fakes

6

Quando o Orkut começou a denunciar quem visitava o perfil alheio, começou a onda de fakes. Tá que hoje em dia isso também acontece no facebook, mas continua sendo uma coisa ridícula, de quem não tem nada pra fazer, tá?

7. Participar de comunidades sem sentido

7

"Eu amo chocolate", "Eu odeio acordar cedo", e assim por diante. Ninguém está livre desse último mico de nossa lista se já teve um perfil no Orkut. Não dá para entender porque as pessoas se aliavam a esse tipo de coisas, mas ok... melhor deixar para lá! Isso tudo foi uma fase e acabou, junto com a rede social!

Thamyris Fernandes
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+