As 7 construções mais bizarras e intrigantes da história

POR Pietro Bottura    EM Mundo Afora      05/11/14 às 19h38

O nosso planeta tem estruturas impressionantes, que representam o ponto alto das ciências de construção humanas, como a engenharia e a arquitetura, que, muito mais do que ferramentas, são definidores de costumes sociais e cultura.

Por exemplo: as pontes vivas de Cherrapunji, na Índia, num dos locais mais molhados do planeta, com chuvas que abatem a região de maneira quase constante e rios e corredeiras sempre cheios. Por isso, construir pontes convencionais era bastante difícil, e os residentes do local precisavam se mudar.

A solução veio da tribo War-Khasis, que, percebendo a resistência e capacidade de adaptação das raízes de "árvores-da-borracha", comuns no local, chegaram numa conclusão mais prática: levar troncos das árvores para os locais onde pontes eram necessárias e cultivá-los por anos, até que raízes os fixassem o suficiente para serem usados como pontes naturais. Abaixo, outros exemplos de locais e construções com histórias interessantes e inusitadas:

Le Palais Ideal     8_facade-est

O "Palácio Ideal" fica em Hauterives, na França, como você provavelmente supôs pelo característico nome. Contrariamente ao que você pode imaginar - que foi feita por um grande artista da nobreza - foi construída por um mero carteiro, chamado Ferdinand Cheval.

Antes de entregar cartas, Cheval era um jovem pobre, que já havia sido também padeiro. Entretanto, um dia, em uma de suas andanças de trabalho, tropeçou numa pedra, que por algum motivo o inspirou em seu estranho formato e o deu a ideia de criar um palácio monumental.

Sem saber nada sobre manipulação de rochas, engenharia ou construções, Cheval passou 34 anos recolhendo pedras e empilhando-as na belíssima construção, que no começo lhe transformou num motivo de chacota dos vizinhos, mas hoje é uma imponente construção de 25 metros, que atrai 100 mil turistas por ano para pequena e pouco atrativa cidade onde foi construída.

A menor casa da Inglaterra

6_Smallest

Com título oficial tudo, esse cafofo de 1.8 x 3.1 m² é provavelmente menor que o seu armário de vassouras, mas é habitada desde o século XVI. O último inquilino foi um pescador com 1.90 m, e atualmente o local é um ponto turístico, que cobra menos de 1 Libra por entrada.

Ela foi construída de maneira tão apertada porque, antes da civilização, as pessoas construíam casas apoiadas nos muros que cercavam a cidade, e muitas vezes começavam por lado opostos do quarteirão, deixando espaços estranhos e não-calculados ao se encontrar - espaços como onde essa casa foi erguida.

Edifício Gate Tower

5_GateTower

Quando as cidades precisam mudar suas vias públicas e demolir prédios, empresários e empresas acabam sendo afetados, mas às vezes nenhum acordo é realizado e ninguém quer abrir mão - nem o governo, nem os donos do imóvel. Foi o caso desse prédio, em Osaka, no Japão, e ocupa 4 dos 16 andares do edifício, revestido com proteção sonora e pouco afetado pela estrutura.

Torre de cápsulas de Nakagin

4_nakagin-capsule-tower

Depois da Segunda Guerra Mundial e até os anos 70, o Japão teve um bom desenvolvimento econômico e social, quando um movimento cultural chamado "metabolismo" surgiu, prometendo alterar profundamente o setor urbano do país. Um dos maiores representantes dessa corrente artística é o edifício da foto, que foi construído em 1972 e é feito por 140 cápsulas-apartamento, presas em duas torres.

Entretanto, bem menos prático do que parece, apertado (foi projetado para solteiros) e pouco privativo (suas janelas mostram grande parte do interior das cápsulas), os donos do imóvel descobriram que adicionar ou substituir cápsulas era bem caro, e a ideia logo virou um projeto falido e abandonado.

Glienicke Bridge

3_118261824

Essa ponte, localizada em Berlim, dividia as duas partes da cidade quando dividida durante a Guerra Fria, e, como era usada para que fosse realizado o trânsito de pessoas entre as duas opostas e "inimigas" Berlins, foi apelidada de "Ponte do Espiões" - afinal, quem a atravessava supostamente estaria indo entregar informações para o "outro lado".

Também era usada para negociações, quando esses espiões eram pegos, como a do piloto americano Francis Gary Powers e o coronel soviético Rudolf Abel, em 1962.

Waldspirale

056hrf_Hundertwasserhaus Darmstadt

Para Friedensreich Hundertwasser, um artísta austríaco, a simetria onipresente na arte humana era entediante e repetitiva. Ainda nessa lógica, dizia que as linhas retas eram "ferramentas do diabo" e usava cores de meias diferentes. Uma de suas maiores criações, o "Waldspirale", ou "Floresta Espiral", tinha 12 andares e 105 apartamentos, todos compartilhando cobertura vegetal sem que o design de nenhum único dos imóveis fosse repetido. Gênio ou não?

Pietro Bottura
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+