7 curiosidades que você não sabia sobre o Leonardo da Vinci

POR Fatos Desconhecidos (Acervo)    EM História      31/08/15 às 18h43

O pintor Leonardo da Vinci é uma das figuras históricas mais importantes do mundo das artes. Pouca gente sabe, mas além de ser o responsável por pinturas como A última ceia e Monalisa, ele também se destacou como cientista, matemático, engenheiro, arquiteto poeta e músico.

Tudo isso entre os anos 1452 e 1519, enquanto viveu. Da Vinci era filho de uma camponesa e viveu nas cidades de Milão, Veneza, Roma e Bolonha. De acordo com alguns historiadores da arte, ele é o artista mais importante do Alto Renascimento.

Motivos para admirar o artista e sua obra não faltam, mas não foi apenas o seu trabalho que chamou a atenção. Outros assuntos relacionados à vida dele também despertaram curiosidade. A seguir você vai poder conferir alguns fatos sobre a vida do pintor que foram descobertos ao longo da história.

1 - Leonardo da Vinci era Inventor

da vinci

Além de pintar, Da Vinci também foi inventor. Ele desenhou protótipos de para-quedas, roupas de mergulho e até uma bicicleta. Vários inventos inovadores criados por ele acabaram mudando os rumos da ciência algum tempo depois.

As invenções dele vão desde pontes giratórias e modelos de uma cidade ideal. Recentemente, réplicas dessas criações foram expostas em algumas regiões do país.

2 - O pintor foi o precursor da aviação e da balística

aviação

Entre as invenções de Da Vinci estavam canhões e até mesmo planadores com asas. De acordo com historiadores, um modelo de canhão com três canos criado por ele, seria uma arma mortal nos campos de batalha, já que era rápido e leve.

Já no campo da avião, o artista criou vários projetos de máquinas voadoras, como planadores com asas que se movimentavam como a dos pássaros. Alguns modelos contavam com assentos e controles para o piloto e até capacetes.

3 - Ele era um filho ilegítimo

ilegítip

Pesquisas históricas apontam que Leonardo Da Vinci era filho de Messer Piero Fruosino di Antonio Da Vinci, um notório e donos de terras. No entanto, há divergências sobre a sua mãe. Alguns especialistas apontam que ela era uma camponesa local, outros acreditam que ela era uma escrava de Piero.

Da Vinci teria vivido com a mãe até os cinco anos de idade e depois foi viver com o pai, que estava casado com outra mulher. Alguns registros indicam que ele tinha uma relação mais distante com a mãe, com a qual se comunicava através de cartas ocasionalmente.

4 - Ele não recebeu nenhum tipo de educação formal

vitru

Apesar de ter recebido instruções em casa em assuntos pontuais como leitura, escrita e matemática, Da Vinci nunca recebeu de fato uma educação formal. Ao contrário do que ocorreu com os demais artistas renascentistas bem conhecidos.

Em relação à pintura, quando adolescente o artista foi enviado a Florença para ser aprendiz de um pintor conhecido como Andrea del Verrocchio. Foi a parti daí que iniciou a sua jornada no mundo das artes.

5 - Muitas de suas obras nunca foram acabadas

virg

Leonardo da Vinci não terminou todas as suas obras de morrer, como é o caso de  "A Virgem e o Menino com Santa Ana", exposta no museu do Louvre, em Paris. A pintura mostra a Virgem Maria com o bebê Jesus e a mãe de Maria, Santa Ana.

Outro quadro inacabado, que atualmente se encontra no museu do Vaticano, é "São Jerônimo no Deserto" que retrata São Jerônimo e um leão domado. Além das pinturas, o artista também deixou muitas invenções sem acabar.

6 - Ele foi detido

preso

Leonardo da Vinci foi preso juntamente com outros colegas quando tinha cerca de 24 anos, após acusações de sodomia, na época a prática era considerada crime e era punida com a morte.

Como nenhuma testemunha se apresentou para depor ele e seus amigos foram libertados. Após o ocorrido, o artista teria se abalado e mudado para Milão.

7 - Ele escrevia ao contrário

reversa

Outra curiosidade sobre Da Vinci é a maneira com que ele escrevia: ao contrário. Alguns historiadores consideram que isso era uma tentativa de afastar plagiadores. No entanto, outra possibilidade também é cogitada, poderia ser apenas uma maneira de evitar borrões de tinta, já que ele era canhoto.

Seja qual for os motivos que levaram Da Vinci a praticar a escrita reversa, parece que ele realmente gostava dela. A escrita da maioria dos seus diários foi feita dessa maneira.

Fatos Desconhecidos (Acervo)
Acervo, matérias feitas antes do ano de 2015.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+