• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 decisões de última hora que mudaram para sempre os filmes de Harry Potter

POR Gabi Noronha    EM Séries e Sagas      30/08/18 às 18h52

A franquia Harry Potter teve oito filmes, ou seja, produção suficiente para diversas eventualidades acontecerem. Boa parte do elenco embarcou nesse mundo mágico ainda criança. Eles cresceram, amadureceram e aprenderam com seus personagens. O mesmo pode ser dito das milhares de pessoas que acompanharam essa aventura, tanto nos livros quanto nos filmes. Trabalhar com adaptações é um enorme desafio, ainda mais quando a obra original possui tantos fãs. As decisões tomadas durante o processo podem vir para o bem ou para o mal.

Com tanto tempo de produção, a franquia Harry Potter sofreu diversas dessas alterações. Boa parte delas compreensível, outras nem tanto. Há também as escolhas feitas nos últimos momentos, como deixar determinada cena fora da versão do cinema. Ou mesmo a ideia de substituir ou não alguém do elenco. A seguir, separamos alguns desses exemplos que poderiam ter mudado tudo nos filmes de Harry Potter.

1 - Vetar Steven Spielberg

Até mesmo grandes diretores são propensos a erros. No caso de Steven Spielberg e Harry Potter, podemos acreditar que a intervenção foi mágica. Na época, os planos de Spielberg era fazer a franquia na forma de animação. Pior ainda, ele queria condensar as histórias dos livros. Ou seja, pegar três livros e adaptar em um filme animado de duas horas. Graças a Merlin, nada disso aconteceu.

2 - J.K. Rowling recusar aparecer como Lily Potter

 

Muitas vezes quando as obras literárias atuais são adaptadas, o diretor ou produtor oferece uma ponta para o autor. Algo rápido, uma forma de agradecimento por todo o lucro que está por vir. Assim, com Rowling não foi diferente. No primeiro filme, ofereceram a ela o papel da mãe de Harry e, apesar da personagem não fazer nada demais, a escritora ainda recusou. "Me pediram para interpretar Lily Potter no primeiro filme. Mas eu realmente não sou uma atriz. Mesmo que tenha de ficar apenas parada e acenar, teria estragado tudo de alguma forma", comentou.

3 - A escolha de Alfonso Cuarón para o terceiro filme

Cuarón foi a escolha perfeita para comandar o terceiro filme da saga. Nos livros, O Prisioneiro de Azkaban marca o início do amadurecimento dos personagens, a crescente ameaça dentro de Hogwarts e a introdução de uma atmosfera cada vez mais sombria. E o diretor conseguiu transpor exatamente todos esses elementos ao filme. Antes de Alfonso Cuarón, os filmes de Harry Potter eram mais coloridos e inocentes. O ambiente hostil introduzido pelo diretor perdurou até o fim da saga.

4 - A (quase) substituição de Duda Dursley

Harry Melling interpretou o insuportável Duda Dursley por todos os filmes da franquia. Contudo, o ator quase foi substituído em Relíquias da Morte Parte I. E tudo porque emagreceu bastante. Melling perdeu peso porque desejava seguir na carreira de ator e, como sabemos, a indústria do entretenimento segue o lema de "quanto mais magro, melhor". O problema é que, nos livros, seu personagem sempre foi um pouco gordinho. No final das contas, eles ficaram com o ator e apenas colocaram enchimento nele para resolver o impasse.

5 - Harry quebrar a Varinha das Varinhas

Essa parte em Relíquias da Morte Parte II aborreceu alguns fãs. No livro, Harry usa a Varinha das Varinhas para consertar a sua própria e decide ficar com ela. Sendo seu verdadeiro dono, sua intenção era garantir que ela não tivesse nenhum outro mestre depois que ele morresse. No filme, porém, o diretor David Yates optou por deixar essa parte de fora da história. Ao invés disso, o personagem quebra a Varinha.

6 - Cortar a cena da Tia Petunia com Harry

Harry e sua tia Petunia nunca se deram bem. Ela sempre o tratou muito mal sem nenhuma razão aparente. Enquanto no livro temos certo aprofundamento em toda a amargura desse relacionamento, no filme quase tudo foi excluído. Em Relíquias da Morte Parte I, há uma cena bastante emocional entre os dois personagens. Harry explica a Petunia que ela e sua família precisam abandonar sua casa porque eles correm perigo no mundo mágico. Ao encarar o lugar vazio, ela olha para o garoto e responde: "Você acha que não sei do que eles são capazes? Você não perdeu apenas uma mãe naquela noite em Godric"s Hollow, sabe. Eu perdi uma irmã". O momento é breve, mas teria sido a primeira conversa trocada por ambos com carga emocional.

7 - A despedida de Tonks e Lupin

Tonks e Lupin são dois dos personagens mais queridos dos fãs da saga. Apesar de não terem aparecido tanto nos filmes, especialmente ela, o casal representou bem. As mortes que J.K. Rowling economizou ao longo da história, aconteceram em Relíquias da Morte. Sobrou até pra coitada da Edwiges. Tonks e Lupin também entraram na lista de óbito. No filme, existe uma cena na qual Tonks chega na Batalha de Hogwarts momentos antes de Lupin morrer. Ela teve tempo suficiente para abraçá-lo. O momento é bem triste, apesar disso, ao menos os veríamos pela última vez.

Próxima Matéria
Via   Sr  
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Mais aventuras em Instagram: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+