7 distúrbios psicológicos que o Batman deve sofrer

POR Lucas Franco    EM Entretenimento      09/10/15 às 17h08

O Batman é um dos super-heróis mais populares de todos os tempos (para não dizer o mais popular). Criado por Bob Kane e Bill Finger, o cruzado encapuzado apareceu pela primeira vez na HQ Detective Comics #27, de 1939, da editora americana DC Comics. O Batman é notavelmente conhecido como um super-herói sem poderes sobre-humanos, mas dotado de uma inteligência absurda, além de métodos de luta eficazes e o uso de equipamentos de alta tecnologia.

De uma forma geral, ele é um personagem bastante singular. Há algo de obscuro no Batman, e parte do seu charme vem de uma natureza reclusa. Isto porque sua identidade secreta, o milionário Bruce Wayne, é um cara solitário. E nem podemos culpá-lo por isso; ele já passou por muita coisa. Na verdade, quando seu histórico é estudado, é possível identificar algumas condições psicológicas que podem explicar o seu comportamento. Vamos ver?

7 - Luto prolongado

1

Você já conhece a história. Os pais de Bruce Wayne foram mortos quando ele ainda era uma criança, e isto deixou muitas cicatrizes em sua vida. As pessoas têm formas diferentes de lidar com a dor do luto, mas Bruce considerou mais adequado sublimá-la, se tornando uma figura obscura para proteger outras pessoas. Isto é sinal o suficiente do quanto o luto afetou sua vida, deixando-o com dificuldade de se adaptar, isolamento social, e outras condições que você confere abaixo.

6 - Transtorno de Estresse Pós-Traumático

2

Como todos sabemos, Bruce teve que suportar ver seus pais serem mortos diante de seus olhos quando ainda era muito jovem para algo assim. O super-herói se tornou um homem taciturno, talvez graças ao estresse emocional resultante do grave choque psicológico em tão tenra idade. O Batman também é constantemente assombrado pelas memórias terríveis de seu passado trágico a cada dia que passa. Isso também o ajudou a se tornar um ser mais forte, pronto para enfrentar o mal.

5 - Depressão

Bat

Bruce pode ter entrado em um grave estado de depressão após a morte de seus pais. Enquanto ele tentava se recompor, forçando-se a lutar contra o crime, os sinais da depressão ficaram evidentes. Isto poderia explicar sua melancolia, bem como a obsessão pela escuridão; seu traje é negro, a criatura simbólica que o representa é noturna e ele prefere a noite para agir. Além disto, ele tem uma personalidade desanimada, e encontra dificuldade para se conectar com as pessoas.

4 - Transtorno de Personalidade Esquizoide

3

Bruce é conhecido em Gotham City por sua incapacidade de se conectar com as pessoas e manter um relacionamento de longo prazo. Isto pode ser atribuído à sua ocupação e ao seu estilo de vida, os quais são bem incomuns, ou também à sua resistência a tornar-se emocionalmente ligado a qualquer um, por medo de perdê-los. Não são apenas os seus problemas de fixação, mas também outros traços de sua personalidade, como ser solitário, expressar pouca emoção, e não se envolver. Todas estas características são traços do transtorno de personalidade esquizoide.

3 - Transtorno Obsessivo Compulsivo

Joker

Bom, não é preciso se alongar muito aqui. Ainda que ele não demonstre os sinais clássicos da condição, o cruzado encapuzado é definitivamente obcecado, em especial quando se trata de seus inimigos - o Coringa, principalmente. Batman conscientemente escolhe lutar contra a criminalidade toda noite, em um exercício diário que beira o obsessivo. Curiosamente, ele tem medo de machucar as pessoas, razão pela qual ele nunca usa uma arma para matar - o que poderia indicar um TOC.

2 - Transtorno dissociativo de identidade

4

Mais do que um herói e sua identidade secreta, Batman e Bruce Wayne são as personalidades alternativas de uma mesma pessoa. O super-herói, que é consumido por suas próprias batalhas, é muitas vezes incapaz de desenhar uma linha de diferenciação entre Bruce Wayne e Batman - no geral, ele é frequentemente consumido pelo Batman num todo, se tornando incapaz de se lembrar de seu papel como Bruce Wayne. Como o milionário, ele tem uma personalidade de playboy, até mais sociável, diferente da personalidade reclusa do super-herói. São quase duas pessoas distintas.

1 - Coulrofobia?

5

Ok, talvez não seja bem assim, mas é um ponto que deve ser levado em conta. O maior inimigo do Batman é o Coringa, que, como vocês estão carecas de saber, é a figura de um palhaço horrendamente colorido. Alias, não só ele se veste como um palhaço, como também obriga seus capangas a fazerem o mesmo. Como se não bastasse, o vilão ainda usa seu gás para deixar as pessoas com uma aparência semelhante, mas ainda mais grotesca. Talvez o Batman sofra do medo por palhaços, e o Coringa saiba disto, de forma a tirar vantagem da situação.

Lucas Franco
O cara que gosta do Batman! @heymac14

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+