• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 efeitos psicológicos que vão te assustar

POR Leticia Rocha    EM Ciência e Tecnologia      06/02/19 às 14h14

Nós todos estamos quase todo o tempo sob algum efeito psicológico. Alguns são comuns, são parte do nosso dia a dia. No entanto, alguns outros, são raros e podem ter consequências terríveis. Às vezes, não percebemos, mas nosso psicológico é trabalhado a todo momento, assim como interferimos no psicológico alheio com certa frequência.

Acontece que na maioria das vezes que usamos ou mexemos com o psicológico de alguém, nos atentamos apenas aos resultados. Não sabemos se aquilo trará alguma outra consequência ou se desencadeará algo na outra pessoa. Na verdade, mal conhecemos os efeitos psicológicos aos quais estamos sujeitos diariamente.

Confira agora alguns efeitos psicológicos que acontecem com todos nós.

1 - Distração torna as coisas mais feias

Como dissemos, alguns desses efeitos são muito comuns. Um deles é que a distração afeta nossa percepção do que é belo. Os grandes museus já sabem disso há algum tempo, por isso costumam usar e abusar das técnicas minimalistas. O quadro da Monalisa, por exemplo, está dependurado em uma parede lisa do Louvre. Os cientistas comprovaram que quando estamos distraídos, percebemos as coisas ao menos 15% menos bonitas.

2 - Evitar estranhos ou não?

Todos nós sabemos que conversar ou confiar em estranhos não é uma atitude "segura". No entanto, os cientistas descobriram que se o estranho se assemelha com alguém conhecido, em quem confiamos, nós confiamos nessa pessoa com mais facilidade. Mesmo que essa pessoa lembre apenas uma personagem de quem gostamos muito numa série, isso já é o suficiente para ter nossa confiança.

O mesmo acontece se essa pessoa se parece com alguém que não gostamos ou em quem não confiamos. Se essa pessoa nos lembra um vilão, isso também é razão para não confiarmos no sujeito desconhecido. Essas pessoas têm mais dificuldade em ganhar nossa confiança.

3 - O desilusão de saber que Papai Noel não existe

Pesquisas apontaram que a maioria das crianças deixa de acreditar no Papai Noel aos 8 anos de idade. Alguns são avisados de que a história na verdade é uma invenção, enquanto outros descobrem que simplesmente não é possível que renas voem e que um homem entregue mais de um milhão de presentes em uma noite.

Acontece que uma parte das crianças não superam isso. Elas desenvolvem problemas de confiança e, mesmo quando adultos, cerca de 15% deles se sentem traídas com a mentira dos pais.

4 - Folga no tempo futuro

Este é mais um efeito psicológico que afeta a todos nós. É comum que, em uma semana agitada, adiemos alguns de nossos compromissos para a semana seguinte. O problema é que, na semana seguinte, você está tão cheio quanto na anterior e você percebe que não adiantou muito adiar. Isso acontece porque todos nós temos a ilusão de que no futuro teremos mais tempo disponível do que agora.

5 - Capa da invisibilidade

A capa da invisibilidade não existe fora dos filmes e desenhos, mas acontece que todos nós a usamos. Principalmente, quando estamos rodeados por pessoas estranhas, em uma fila, no ponto de ônibus ou dentro do próprio ônibus. No entanto, estudos científicos mostraram que as pessoas reparam mais em nós do que percebemos.

Um experimento colocou várias pessoas estranhas em uma sala de espera e todas, é claro, acharam que não estavam sendo observadas. Isso porque usavam suas 'capas'. Mas, posteriormente, foram indagadas sobre as pessoas na sala de espera e assim foi possível concluir que somos mais observados do que imaginamos.

6 - Amnésia global transitória

Essa condição afeta 10 em cada 100 mil pessoas em todo o mundo. As pessoas afetadas perdem meses de memória de forma repentina. Os parentes ficam preocupados com a possibilidade de um derrame ou do início de demência. No entanto, não há nenhum esquecimento permanente. As pessoas que sofrem desse mal recuperam sua memória de forma integral.

Aqueles que sofrem com a amnésia global transitória uma vez, nunca mais voltam a sofrer com a perda de memória. As causas para esse esquecimento repentino não são claras. Vão desde pessoas que sofreram grandes emoções, até pessoas que fizeram sexo na última noite. Essa é uma das condições mais misteriosas para os médicos.

7 - Síndrome do inverno

Nós, seres humanos, não hibernamos como os ursos, por exemplo. No entanto, uma pesquisa descobriu que nosso psicológico hiberna quando somos sujeitos a um longo tempo de isolamento. O estudo acompanhou um grupo de pesquisadores que passou vários meses no escuro, no inverno da Antártida. É o que os pesquisadores chamaram de síndrome de inverno.

Durante todos os dias de isolamento, eles tiveram que preencher questionários psicométricos, diários de sono e ter a saúde emocional monitorada. O que se percebeu foi que a capacidade de solucionar problemas caiu exponencialmente. No entanto, a depressão e a negação da realidade foram no caminho contrário e cresceram significativamente. E os problemas psicológicos só pioraram ao longo do tempo.

Próxima Matéria


Matérias selecionadas especialmente para você

Leticia Rocha
Estudante de Jornalismo, apaixonada por pequi, vendedora de pão de mel e de tudo que colocar na minha mão!
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+