• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 fatos bizarros que você não sabia sobre o corpo do Cyborg

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      21/08/18 às 15h46

Diferente da maioria dos super-heróis clássicos, Cyborg possui pouco tempo de existência. Criado por Marv Wolfman e George Pérez em 1980, ele teve sua primeira aparição na revista DC Comics Presents #25. Com uma história trágica, o personagem evoluiu bastante desde sua criação. Nascido Victor Stone, ele é filho do cientista Silas Stone. Brilhante porém louco, Silas usou Victor como cobaia para seus experimentos por anos. O objetivo era desenvolver um meio de aprimorar a inteligência humana.

A experiência funcionou e, com o tempo, o QI de Victor chegou no nível gênio. Infeliz com a vida, o jovem tentou se distanciar do pai. Depois de sofrer um grave acidente, no qual perdeu mais da metade de seu corpo, Silas decidiu reconstruí-lo usando aço reforçado, polímeros especiais e plástico. Foi assim que Cyborg nasceu. Victor ficou furioso com o pai, já que preferia ter morrido do que voltar à vida como uma máquina.

Em quase todas suas versões, Cyborg passou por um processo doloroso de aceitação. Originalmente, ele sempre fez parte dos Jovens Titãs. Apesar disso, já fez parte da Liga da Justiça, sendo um dos membros fundadores no reboot dos Novos 52. A seguir, saiba mais um pouco sobre o corpo do homem metade máquina, metade humano.

1 - Pode falar com máquinas

Metade humano, metade máquina, é apenas natural que Cyborg consiga compreender a linguagem artificial. Graças ao programa instalado em seu corpo pelo pai, Victor consegue acessar qualquer maquinário ou objeto gerenciado por computadores. Assim, sua interação com aparelhos eletrônicos acontece de forma bastante orgânica. Além da comunicação, ele também é capaz de controlá-las, abrindo caminho para qualquer obstáculo tecnológico.

2 - Proteção contra ataques de energia

O material usado para criar o novo corpo de Cyborg também lhe proporciona defesa contra ataques de energia. Seu corpo pode emitir canhões de pulsos eletromagnéticos de qualquer aparelho. Ou seja, enquanto seus ossos e tecido naturais se tornaram quase indestrutíveis, com sua parte mecânica ele é capaz de desligar todos os dispositivos eletrônicos a sua volta.

3 - Está sempre se atualizando

Com o incidente, Cyborg ganhou habilidades regenerativas para suas partes humanas. Já o lado mecânico, por sua vez, também é capaz de se auto reparar. Melhor ainda, sua xeno-tech está em constante atualização, mesmo sem ele precisar fazer nada a respeito. Isso significa que todos os dias Cyborg será sempre a sua melhor versão, pois não para de evoluir.

4 - Pode entrar no Hipertempo

O conceito de Realidades do Hipertempo foi criado por Mark Waid e visto pela primeira vez na elseworld Reino do Amanhã. Basicamente, diz respeito a dimensões paralelas à linha principal da editora. Poucas pessoas conseguem transitar entre esses multiversos e Cyborg é uma delas. Além de se locomover entre as realidades paralelas, Victor também pode transportar outras pessoas consigo. Algo que nem mesmo o Flash consegue fazer.

5 - É um metamorfo.... em partes

As partes mecânicas do corpo de Cyborg podem assumir a forma de diferentes armas de ataque e defesa. Normalmente, o braço é o membro mais usado, mas em momentos de grande dificuldade a perna também entra em ação. Em versões bem menos canônicas, como na animação Teen Titans Go!, a transformação do personagem atinge todos as áreas de seu corpo, mesmo as partes humanas. Dessa forma, ele pode assumir qualquer forma que desejar.

6 - Praticamente eterno

Destruir Cyborg é uma tarefa bem complicada, tanto por conta de sua mente quanto de seu corpo. Primeiro por causa da sua habilidade de regeneração dos tecidos humanos e mecânicos. Depois, há o fator principal: seu sistema cibernético fará de tudo para mantê-lo vivo. Embora a série Convergência mereça ser esquecida, Cyborg teve uma passagem interessante. Em Sindicato do Crime #2, seu corpo é estraçalhado e, a princípio, parece não haver mais volta. No entanto, o computador do seu corpo é reinicializado e, rapidamente, começa a regenerar sua parte humana e reconstruir as mecânicas.

7 - Pode funcionar em baixo d"água

O senso comum não tem vez se tratando de Cyborg, muito menos o dos Novos 52. Nesse reboot da DC o personagem subiu na vida. Ao invés de ser um integrante dos Jovens Titãs, ele foi promovido a um membro fundador da Liga da Justiça. Na história, a equipe foi unida para lidar com a ameaça de Darkseid na Terra. Uma vez já estabelecidos, sua ajuda foi solicitada em Atlântida, assim como a presença de Cyborg no reino. Para poder acompanhar seus companheiros de equipe, Victor teve seus pulmões humanos substituídos por órgãos cibernéticos. A muito contragosto do pai, que acreditava que o procedimento o tornaria ainda mais máquina.

Próxima Matéria
Via   Wikia     SR  
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Mais aventuras em Instagram: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+