• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 grandes metrópoles ao redor do mundo que podem ficar sem água potável

POR Mateus Graff    EM Mundo Afora      29/08/18 às 18h54

Quando crianças vocês também ouviam que um dia no mundo iria faltar água? Bom, parece que esse não era um futuro distante, até porque, até o Brasil que tem uma imensa reserva de água doce, já passa por muitas dificuldades quando o assunto é falta de água. Para vocês terem uma ideia, 70% da superfície do planeta é coberto por água. Porém, a água doce não é tão abundante assim e representa apenas 3%.

E pelo que podemos ver, caros leitores, algumas cidades já estão passando por certos apuros quando o assunto é falta de água. A gente trouxe para vocês nessa matéria algumas cidades que já estão ou vão passar por problemas de água potável. Confiram e tirem suas próprias conclusões:

1 - Pequim

A situação de escassez hídrica é classificada quando um lugar recebe menos de 1 mil m³ de água por pessoa. Pois bem, em 2014 os moradores da cidade de Pequim receberam apenas 145 m³. A população da China é imensa, mas tem apenas 7% da água doce do mundo. A poluição também é uma questão que deixa a situação ainda mais pior. Segundo dados oficiais de 2015, 40% da água de superfície de Pequim estava poluída de uma maneira que não poderia ser nem bebida e nem usada para a agricultura.

2 - Moscou

Cerca de um quarto das reservas de água doce de todo o mundo está na Rússia. Mas os russos estão enfrentando sérios problemas de poluição devido ao legado industrial deixado pelos soviéticos. Em Moscou isso deixa a situação muito preocupante, já que 70% do abastecimento vem de reservas de superfície.

3 - Cidade do México

A ideia da falta de água não é novidade para os 21 milhões de moradores da capital do México. Só para vocês terem uma ideia, uma de cada cinco torneiras funcionam por algumas horas por semana. Já para 20% da população, só há água em uma certa parte do dia. A Cidade do México importa 40% da sua água de fontes distantes, porém não existe nenhuma grande operação para reciclar a água que já foi usada.

4 - Londres

E quem diria que Londres estaria nessa lista... A capital do Reino Unido é conhecida pela quantidade de chuva que cai por lá, tendo uma precipitação anual de 600 milímetros. A cidade atende 80% da demanda com seus rios, porém, porém a prefeitura local diz que está próxima do limite da sua capacidade. Londres deve começar a enfrentar problemas de abastecimento em 2025 e ter problemas mais sérios em 2040.

5 - Tóquio

As chuvas de Tóquio estão concentradas em apenas quatro meses do ano. A água precisa ser coletada e armazenada pelo fato de poder haver secas no resto do ano. Os moradores e autoridades da cidade já tomaram providência de colocar sistemas de coleta e reuso de água da chuva em pelo menos 750 edifícios públicos e privados.

6 - Istambul

O governo de Istambul diz que o país vive uma situação de estresse hídrico porque o abastecimento per capita foi parar abaixo de 1,7 mil m³ em 2016. A situação pode ficar feia até 2030. Nos últimos tempos as áreas mais populosas da cidade passaram por períodos de falta de água nos meses de seca.

7 - São Paulo

A capital do estado de São Paulo já passou por uma situação de falta de água em 2014 e 2015. Na época, o maior conjunto de reservatórios chegou ao seu menor nível da história. Em dezembro de 2015, as chuvas voltaram e o conjunto de reservatórios (Cantareira) finalmente saiu do seu "volume morto". Nos últimos anos a situação das represas melhorou consideravelmente, mas talvez esse acontecimento sirva de alerta sobre algo que pode acontecer em um futuro muito próximo.

Mas e você, acha que em poucos anos boa parte do mundo vai sofrer com a falta de água? Comente!

Próxima Matéria
Mateus Graff
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+