• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 maiores equívocos que muitas pessoas acreditam sobre a 2° Guerra Mundial

POR Jesus Galvão    EM Curiosidades      06/12/18 às 17h32

Aparentemente, existem muito mais coisas do que imaginamos sobre a Segunda Guerra Mundial que não necessariamente nos é informado. A narrativa que nos é repassada, por exemplo, oculta os números de baixas sofridas e ataques realizados por aqueles que ganharam e perderam os conflitos.

Você sabia que a guerra não começou em 1939 e muito menos que acabou por causa da bomba? Ou que os bombardeios em Hiroshima e Nagasaki não foram os mais mortíferos? Bom, pensando nisso, trouxemos para vocês alguns dos maiores equívocos que já nos foram ensinados e que muitos de nós ainda acreditam serem reais sobre a Segunda Guerra Mundia. Confiram!

1 - Total de mortos durante o holocausto foram 6 milhões de judeus

Não é incorreto dizer que 6 milhões de judeus morreram nas mãos dos nazistas. No entanto, esses números podem ser ainda maiores. Além do que, fora este grupo que foi extremamente perseguido, os nazistas ainda exterminaram outros 5 milhões civis de diversos outros grupos, incluindo ciganos, comunistas, sérvios, intelectuais poloneses, homossexuais, deficientes, entre outros.

2 - O maior número de mortes de civis foram de judeus

Embora a estimativa que afirma que 6 milhões de judeus possam ter morrido na Europa, análises atuais sugerem que o número de mortos civis na União Soviética foi de cerca de 13 milhões de pessoas. Outro levantamento aponta que cerca de 14 milhões de chineses morreram nas mãos dos japoneses.

3 -  Soldados das Potências do Eixo nunca pisaram em solo americano

Entre 1942 e 1945, cerca de 400 mil soldados do Eixo desembarcaram nos EUA. Tais homens entraram no país como prisioneiros de guerra. Por todo o país, dezenas de campos de prisioneiros abrigavam esses homens. Segundo alguns relatos, as condições de vida nesses campos não eram dos piores. Os presos eram remunerados pelos serviços prestados e "desfrutavam" de certas atividades de lazer, como teatro, jogos e ainda tinham acesso a livros.

4 - Os únicos a cometerem crimes de guerra foram os nazistas

Muitos estudantes de História podem já ter conhecimento dos crimes de guerra cometidos pelos japoneses. O que inclui os 250 mil civis que a temida Unidade 731 sujeitou a experimentos médicos. Os 100 mil civis que foram executados em Manila, nas Filipinas. Além dos milhares de prisioneiros de guerra estadunidenses que eles torturaram e mataram. Os soldados americanos teriam estuprado cerca de 14 mil mulheres na Inglaterra, França e Alemanha, e outras 10 mil em Okinawa, no Japão.

5 - Hiroshima e Nagasaki foram os bombardeios mais destrutivos da guerra

O número de mortos em Hiroshima e Nagasaki chega a 80 mil e 70 mil, respectivamente. Porém, o bombardeio mais mortal de todos ocorreu em Tóquio, a capital do Japão. Em 9 e 10 de março de 1945, os EUA derrubaram cerca de 1665 toneladas de bombas na cidade com o auxílio de 279 bombardeiros. O número de mortos é estimado em 100 mil pessoas, além dos feridos e daqueles que ficaram desalojados.

6 - Forças americanas lideraram o Dia D

O comandante supremo da operação, Dwight D. Eisenhower, era estadunidense, enquanto o arquiteto, o chefe de serviço, o comandante aéreo e o naval eram todos britânicos. Tanto os navios de guerra, quanto as embarcações de desembarque, estavam numa proporção de quatro para um, em relação aos americanos. Os aviões britânicos representaram dois terços das aeronaves que foram utilizadas. Ou seja, um terço dos suprimentos usados pelas forças americanas no Dia D eram da Grã-Bretanha.

7 - Uma grande guerra

A história nos conta que basicamente a Segunda Guerra Mundial era o mundo contra os nazistas. Mas a verdade é que tudo era um compilado de conflitos geopolíticos relacionados e não relacionados que vinham se construindo há algum tempo, até que se atingiu um ponto de ruptura tão grave que culminou no que conhecemos.

Dentre tais conflitos, estavam as incursões do Japão na China, da Itália na África, as disputas entre a União Soviética e o Japão e os combates entre comunistas e anticomunistas na Europa Oriental.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você


Fatos + Deezer (Podcast)

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+