Curiosidades

7 maiores erros que aconteceram durante a Segunda Guerra

0

Que a Segunda Guerra Mundial foi o maior conflito da história moderna da humanidade, não resta nenhuma dúvida, e que mesmo após o seu fim, ela continua a impactar as nossas vidas. Imagine como seria o mundo hoje, se o resultado dela fosse diferente, ou se ela nunca tivesse acontecido. Qual a direção que o mundo tomaria? É uma questão difícil de se imaginar.

É claro que ela ter ocorrido como aconteceu é o resultado de diversos fatores, alguns positivos, outros nem tanto. O fato é que entender porque um lado perdeu e outro venceu não está totalmente relacionado a quem venceu mais batalhas, embora isso seja um fator determinante, mas também quem cometeu menos erros.

Partindo desse princípio, hoje trazemos 7 dos maiores erros cometidos na guerra, as oportunidades perdidas e as más escolhas cometidas por ambos os lados e que foram responsáveis por estender o conflito e alcançar a vitória.

1 – Libertação das Filipinas, 1944

Esse no caso não foi bem uma derrota, mas uma ação desnecessária que contribuiu para prolongar a guerra por meses. Logo após ter sido expulso das Filipinas, o general Douglas MacArthur estava decido a voltar e convenceu Roosevelt de que ele poderia perder a reeleição em 1944, caso não libertasse a cadeia de ilhas que eles tentaram e em vão defender em 1942. Então, em 1944, eles retornaram, mas a presença naval japonesa na ilha já não era mais tão estratégica, além do que, as cidades japonesas eram muito longe para serem usadas como base de ataque.

2 – Kursk, Rússia, 1943

Pelo visto, Hitler não aprendeu o suficiente com a vitória que tinha acabado de alcançar em Stalingrado seis meses antes, e decidiu lançar seu exército contra os defensores soviéticos, que agora estavam maiores e bem mais preparados em uma cidade chamada Kursk, a cerca de 300 quilômetros de Moscou. E foi uma das maiores batalhas terrestres da guerra, os soviéticos até se dobraram perante o exército alemão, mas não se renderam, e isso custou aos alemães praticamente a melhor parte do seu exército e da força área, o que os obrigou a se retirarem e voltarem para Berlim, com todas as consequências infelizes da derrota desnecessária.

3 – Invasão da Itália na Grécia e no Egito, 1940-1941

Com o desejo de restaurar a glória que já foi de Roma, Mussolini levou o seu grande exército, porém despreparado quanto à estratégia, contra a Albânia e a Grécia em 1940. Ele decidiu estender a invasão para o Egito, a partir da sua colônia na Líbia. Mussolini então teve a cabeça entregue a eles pelas forças greco britânicas nos Bálcãs e pelos aliados britânicos no Egito, o que forçou Hitler a enviar seu exército para salvar seu aliado. Consequentemente, isso foi um prejuízo para os alemães e custou recursos valiosos de outras frentes. Além de principalmente, atrasar o cronograma de Hitler para a conquista da União Soviética.

4 – Queda da França, 1940

Mesmo com os acontecimentos da Primeira Guerra Mundial, os franceses não aprenderam muito sobre linhas de defesa. Eles começaram a criar uma linha impenetrável de defesas fixas com a fronteira da Alemanha. A chamada linha Maginot, tinha tudo para ser tão formidável quanto foi anunciada, porém, o problema era que ela não chegava até a costa. Com isso, cem milhas de distâncias ficaram desprotegidas e os alemães conseguiram atravessá-las com facilidade, em 1940. Com isso, eles cercaram os exércitos britânico e francês na Bélgica, e resultou na derrota humilhante da qual, até hoje, os franceses não gostam de falar.

5 – Defesa das Filipinas, 1942

A estratégia de defesa de todo o arquipélago filipino dos japoneses, proposta pelo general Douglas MacArthur, em 1942, já estava condenada desde o começo. Não parecia muito eficaz dispensar seus suprimentos de comida e munição pelas ilhas, com o intuito de defender cada centímetro do local. O esquema acabou em desastre para o seu exército que foi forçado a abandonar o plano e os estoques de comida e munição, para retornar rapidamente para a península de Bataan. Após alguns meses de resistência inútil, mais de 76.000 solados americanos e filipinos foram rendidos, o que se tornou a maior derrota da história militar americana.

6 – Invasão da União Soviética, 1941-1945

Hitler tinha um plano ambicioso para derrotar o comunismo que batia em sua porta, e isso incluía derrubar a União Soviética em uma estratégia ousada, que por pouco não funcionou. Mas o plano também o levou a uma guerra de duas frentes, contra dois inimigos, a URSS e os EUA, que superaram a Alemanha, em termos de mão de obra e capacidade industrial.

7 – Pearl Harbor, 1941

Foi uma operação bem planejada e executada que proporcionou ao Japão uma vitória espetacular, mas que também acarretou a sua própria derrota no final. Os pilotos japoneses concentraram seus esforços nos navios de guerra, a maioria deles já obsoletos, e com isso não foram capazes de derrubar a grande infraestrutura da ilha, incluindo as fazenda, oficinas e instalações que possibilitaram aos americanos usarem Pearl Harbor como base de operações durante a guerra. Talvez, se tivesse feito isso, os EUA teriam sido forçados a recuar para a costa oeste, o que faria das operações no Pacífico mais difíceis e provavelmente estenderiam a guerra por um ano ou mais.

Garotinha cata latinhas para ajudar animais de rua

Matéria anterior

Doença que transforma animais em ”zumbis” está se espalhando nos EUA

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos