• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 mais estranhos estilos de fotografia antigos

POR Jesus Galvão    EM Curiosidades      14/03/19 às 18h02

Assim como diversas outras invenções, a fotografia ao longo das eras percorreu um longo caminho evolutivo. Com toda essa evolução digital nos transportando diretamente para a era do instantâneo, é difícil de acreditar que em determinado momento de nossa história, a única maneira de obtermos uma fotografia era em preto e branco.

É uma grande obviedade dizer que nos tempos das primeiras câmeras, as coisas eram muitíssimo diferentes do que estamos acostumados nos tempos mais modernos. Mas o que queremos ressaltar ao dizer isso é que, naquela época, os estilos de fotografar eram tão incomuns que muitas vezes chegavam a flertar com o bizarro. Pensando nisso, hoje, trouxemos para vocês alguns dos estilos mais estranhos de fotografias que nossos antepassados praticavam. Confira!

1 - Fotografia pós-morte

Pessoas vivas capturando fotos de pessoas que morreram eram muito comuns no século 19 e no início do século 20. Fotografias eram muito caras naquela época, muitas pessoas não tinham condições de tirar fotos enquanto vivas. Então, a única oportunidade de fazê-lo e de manter a lembrança dessas pessoas vivas, eram as fotografias tiradas após suas mortes.

2 - Fotos com as mães escondidas

As fotos antigamente levavam muito tempo para serem capturadas. Se era difícil manter um adulto olhando para câmera por cerca de 30 segundos, imagine fazer isso com uma criança. Por isso, muitas mães se escondiam com panos no fundo das fotos para que seus filhos pudessem ser fotografados.

3 - Fotografia de espíritos

Em 1861, o fotógrafo William H. Mumler descobriu um método de fotografar que lhe permitia criar "fantasmas" em suas fotografias. Mumler utilizava uma placa de vidro para criar tal efeito. O fotógrafo fazia isso para enganar seus clientes, dizendo que ele conseguia fotografar fantasmas reais.

Logo, seu estúdio estava lotado de pessoas que lhe pediam para tirar fotos como os espíritos de seus parentes falecidos. Mary Todd Lincoln é um dos nomes de famosos que lhe procuraram. A ex-primeira-dama dos EUA tirou uma foto com o fantasma de seu falecido marido, Abraham Lincoln.

Não demorou muito para as pessoas descobrirem as armações do fotógrafo, e alegações de que Mumler invadia a casa das pessoas para roubar fotografias de seus entes queridos mortos começaram a surgir.

4 - Fotografias sem sorrisos

No século XIX e no início do século XX, as pessoas raramente sorriam em fotos. Isso porque a fotografia era considerada uma extensão das pinturas e, por isso, deveriam ser o mais natural possível. Outra questão era o longo tempo de exposição, e manter um sorriso por longos segundos não era uma tarefa muito fácil. Sem falar que manter uma única expressão facial era a única maneira de evitar que o rosto saísse borrado.

5 -  Fotos sem cabeça

Muito antes dos softwares de edição e computadores, os fotógrafos descobriram alguns métodos de manipular as fotos. Alguns fotógrafos descobriram um método que lhes possibilitava cortar e colar duas fotos juntas, criando uma imagem completamente nova.

O sueco Oscar Rejlander para criar um estilo de fotografia que consistia em retratos sem cabeça. Pessoas eram retratadas sem suas cabeça, como o nome já indicava, com as cabeças em suas mãos ou em pratos/bandejas.

6 - Retoque manual

Numa época onde as fotos não podiam ser facilmente editadas como são nos tempos modernos, as pessoas ainda assim queria parecer mais belas. Na era vitoriana, as pessoas faziam retoques em suas fotos utilizando lápis sobre as placas de vidro usadas para criar as fotos. E isso era tão comum que algumas pessoas até mesmo acreditam que quase todas as fotos daquele tempo receberam retoques.

7 - Fotografias coloridas à mão

Ainda durante o século 19, algumas fotografias coloridas começaram a surgir. Mas como isso era possível se a fotografia colorida só foi aperfeiçoada por volta do século 20? Pintando quadros. Johann Baptist foi o precursor da fotografia colorida pintada à mão.

Utilizando pigmentos e goma arábica, ele "deu vida" a primeira fotografia colorida. Vários outros fotógrafos repetiram tal feito depois dele. Um deles que se tornou muito famoso foi Yokohama Matsusaburo, que trabalhou como pinto e litógrafo. Sua primeira fotografia colorida foi criada em 1860.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+