Curiosidades

7 mitos que você sempre acreditou sobre as pirâmides

0

O Egito é cheio de histórias e mistérios. A civilização egípcia teve um grande desenvolvimento e construiu coisas difíceis de se conquistar, até mesmo nos dias de hoje. A sua evolução fora de época faz com que os mitos a seu respeito se tornem ainda mais atraentes. Este insólito povo se desenvolveu no nordeste africano, entre os anos 3.200 a.C e 32 a.C. Durante sua vivência, eles contribuíram para um grande desenvolvimento no local.

Construídas há milênios, as pirâmides egípcias, por exemplo, ainda continuam a nos impressionar devido as suas grandes estruturas e aos mistérios que envolvem as suas construções. Entretanto, sabemos que a sua maior finalidade era abrigar os restos mortais de faraós e antigos reis egípcios. Ainda há muito o que descobrirmos sobre a cultura e os costumes da civilização do antigo Egito, incluindo nosso conhecimento sobre essas estruturas que têm resistido ao tempo por tantas eras. Mas existem vários mitos sobre elas que levamos como verdade. Mostramos aqui alguns exemplos.

1 – Foram construídas por escravos

Essa é a concepção mais difundida entre as pessoas. E isso começou, provavelmente, pelo historiados grego Heródoto, que visitou o local da Grande Pirâmide, em 450 a.C. Mas as evidências atuais mostram que, na verdade, elas foram construídas por trabalhadores qualificados. Eles trabalhavam em um projeto nacional, eram bem alimentados e isentos de impostos. E, muitas vezes, eles também eram enterrados nas tumbas ao redor do canteiro de obras.

2 – Força de trabalho de 100 mil homens fortes

Essa informação também foi difundida por Heródoto, mas existe um debate sobre a tradução exata de suas palavras. Novamente, as estimativas atuais vêm para contradizer a informação inicial. Elas dizem que foram utilizadas 10 mil pessoas no quesito de força de trabalho. Foram dois mil trabalhadores qualificados, que eram rotativos, três mil trabalhadores manuais e cinco mil homens e mulheres para apoiar a infraestrutura que era necessária para alimentar, abrigar e manter toda a força de trabalho que era muito grande.

3 – São três grandes pirâmides

O que é difundido, até mesmo nos livros de História, é que as Pirâmides de Gizé são “As Grandes Pirâmides”. Mas realmente existe apenas uma Grande Pirâmide. Ela é a Grande Pirâmide de Giza, que também é chamada de Pirâmide de Khufu. Ou ainda de Quéops. Trata-se da maior pirâmide das três dentro da Necrópole de Gizé.

4 – As pirâmides ficam no Cairo

O lugar, onde as pirâmides estão, geralmente, é uma confusão na cabeça das pessoas. Várias pessoas confundem Giza e acham que, na verdade, este é um nome que está relacionado com o Antigo Egito. Mas Giza é a terceira maior cidade do Egito. E é lá que as pirâmides estão: a Esfinge e 2,8 milhões de pessoas. É possível chegar na cidade com uma viagem rápida de metrô ou de táxi, partindo do Cairo. Atualmente, Giza é uma cidade separada e independente.

5 – Pirâmides estão no meio do deserto

Talvez, essa percepção seja por causa das fotos que sempre são compartilhadas das pirâmides de Gizé. Parece sempre que elas estão no meio do deserto egípcio. Mas, na verdade, elas estão à beira da areia e praticamente nos quintais de algumas pessoas. Quase dois terços das pirâmides são cercados por cidade. E a Esfinge está em frente a uma TGIFriday’s.

6 – Existem três pirâmides na necrópole de Gizé

É certo que as três pirâmides principais e a Esfinge estão realmente lá. Mas a necrópole de Gizé tem também várias outras estruturas, em uma área que abrange 2,25 quilômetros quadrados. Entre essas áreas está um assentamento de trabalhadores permanentes, vários cemitérios e seis pequenas “Pirâmides de Rainhas”. Essa área inteira é um Patrimônio Mundial da UNESCO.

7 – As pirâmides são uma das maravilhas do mundo

Isso é mais ou menos verdade. Na realidade, apenas a Grande Pirâmide de Gizé está na lista. Ela foi criada principalmente pelos antigos gregos. A Grande Pirâmide compartilha um ponto como uma das Sete Maravilhas antigas, assim como o Colosso de Rodes, mas ela tem a distinção de ser a única que sobreviveu até hoje.

Em 2007, a New7Wonders Foundation, uma empresa suíça, fez uma pesquisa para eleger as novas Sete Maravilhas. Depois de algumas controvérsias, a Grande Pirâmide foi adicionada como o oitava maravilha honorária.

7 piores séries da Netflix (até agora)

Matéria anterior

7 figuras históricas que tinham doenças mentais e você não sabia

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar