• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 moradores de rua que acabaram ganhando na loteria

POR Gustavo Camargo    EM Entretenimento      14/06/18 às 15h27

Mesmo em cidades grandes, conhecidas por ter programas de ajuda a população, a situação de vida de moradores de rua é alarmante. Não se trata de um problema exclusivo do Brasil, é algo de nível mundial.

Como se tratam de pessoas de um grupo heterogêneo, isso é, de pessoas que vêm de diferentes experiências de vida, eles tem os mais variados motivos para estar nas situações que se encontram. E mesmo os moradores de rua, que passam momentos difíceis, podem ter sorte. Existem várias histórias de moradores de rua ganhando um grande valor em loterias. Confira alguns deles que se tornaram milionários. Confira:

1 - Glenn Williams

Sofia Lorena, ganhou uma quantia de US$ 200, em uma raspadinha. Logo após ganhar o dinheiro, ela encontrou um homem, chamado Glenn Willians no frio congelante de 8°C negativos da cidade de Wareham, Massachusetts.

Glenn era um desabrigado que carregava um cartaz que dizia: "Qualquer coisa pode ajudar". Comovida, ela o levou a um hotel, onde pagou por duas noites de hospedagem. Após o seu ato de generosidade, Sofia ainda não estava satisfeita. Ela criou uma página para arrecadar fundos para Glenn. Em menos de 24 horas ela teria conseguido US$ 1.900 (R$7.700), para hospedá-lo por mais tempo.

2 - Wilbur Herbert Jr.

Durante muito tempo Wilbur Hebert morou nas ruas. Ele possui uma deficiência que dificultava a execução de tarefas do dia a dia. Em um dia comum, ele resolver jogar na "Powerball", uma grande loteria dos Estados Unidos. O prêmio total era de 1,6 bilhões de dólares. Ele conseguiu ganhar 50 mil dólares.

3 - Steve Borik

Steve teria gastado 8 dólares para jogar na loteria. Ele teria ganho um prêmio de US$ 25.000. Devido à falta de documentos ele não teve permissão para retirar o prêmio. Foi apenas 8 meses depois, que uma corporação resolver ajuda-lo. Depois disso Steve alugou um apartamento e ainda arrumou um emprego em uma construtora.

4 - Dennis Mahurin

Já fazia mais de duas décadas que Dennis morava em uma tenda, que ficava em um acampamento de desabrigados. Um dia, ele adquiriu um bilhete e descobriu que havia ganhado US$ 50.000. Chocado e feliz, ele decidiu que iria ajudar outras pessoas. Ele decidiu dividir seus ganhos entre as pessoas que viviam em sua comunidade sem lar, em vez de manter tudo para si.

5 - Michael Engfors

Após um difícil divórcio e o falimento de sua empresa, Michael Engfors se encontrou desabrigado por seis anos nas ruas de Aspen, Colorado. Em um belo dia ele teria decidido gastar 10 dólares em raspadinhas. Ele teria sido premiado com 500 mil dólares. Ao esperar para pegar o seu prêmio ele dormiu no chão de uma igreja, para enfim pegar o que era seu.

6 - John Michael Le Blancq

John, teria encontrado uma raspadinha no valor de US$ 260. Porém, se ele encontrou, alguém teria o perdido, não é verdade? Bom, quando ela relatou o sumiço na delegacia, John foi processado por descontar o prêmio. Ele foi condenado a pagar US $ 260 em indenização que ele havia gasto em uma passagem de ônibus.

Alguns moradores locais, ficaram indignados com o veredicto e se ofereceram para ajudá-lo. Uma vez que a decisão sobre a decisão foi divulgada, o casal conseguiu levantar mais de US $ 1.300 para John.

7 - Derek Maboussou

loteria

Derek não era um desabrigado, mas todos os anos ele doa alguns de seus ganhos para a comunidade local de moradores de rua. Ele ajuda e incentiva a essas pessoas a continuarem lutando e nunca deixar o ânimo acabar. Por uma década, os moradores de rua têm ganhado indiretamente na loteria sem comprar nenhum ingresso.

E aí, o que acharam da matéria? Comenta aí e não se esqueça de compartilhar com os amigos, lembrando que seu feedback é sempre muito importante.

Próxima Matéria
Via   Gadoo     Tapoos  
Gustavo Camargo
A verdade é que eu queria ser astronauta, mas na minha cidade ainda não tem a escolinha. Instagram: gustavoloopi
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+