• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 mulheres poderosas que comandaram exércitos incríveis

POR Diogo Quiareli    EM História      10/04/18 às 14h05

Ao longo da história da humanidade, diversas pessoas tiveram um grande destaque pelos seus feitos. Isso fez com que seus nomes ficassem marcados ao passar das gerações. Até estarmos onde chegamos, a humanidade enfrentou tempos sombrios e grandes evoluções. Guerras sangrentas, confrontos diretos e indiretos, desastres naturais e vários outros fatos moldaram o mundo como conhecemos.

As guerras e batalhas estão entre as coisas mais marcantes da nossa história. Nos estudamos boa parte delas ainda no ensino fundamental e médio. Os homens são retratados como os maiores guerreiros, estrategistas e comandantes nesses eventos, mas o que poucas pessoas sabem é que existiram mulheres guerreiras extremamente corajosas e incríveis em batalhas.

Pensando um pouco mais sobre isso, nós da Fatos Desconhecidos resolvemos trazer essa lista para vocês. Descobrimos 7 mulheres poderosas que comandaram exércitos incríveis. Elas foram extremamente necessárias para o seu povo e contribuíram da melhor e mais corajosa forma.

1 - Judite

Judite foi uma rainha não-cristã governante do reino etíope de D"mt por volta de 960. Ela destacou-se por, a princípio, dominar o reino de Axum, que até então era a capital sagrada da Etiópia. Ela foi ainda responsável pela destruição de monumentos, igrejas e lutava para destruir todos os membros da dinastia que reinava, descendentes da rainha de Sabá. Acredita-se que Judite tenha matado o imperador e assumiu o trono por 40 anos. Sua história foi ganhando força de forma oral e é contada pelos camponeses nas comunidades do Norte da Etiópia.

2 - Triêu Thi Trinh

Triêu foi uma guerreira vietnamita do século III. Ela conseguiu resistir às forças de ocupação do Reino Wu. Nascida na província de Thanh Hoa, no norte do Vietnã, Thi Trinh nasceu em uma época onde a sua província era controlada pelo Reino Eu, um dos três grandes reinos chineses. Ela ficou órfã ainda cedo e era tratada como escrava até seus 20 anos. Após fugir para a floresta, montou um exército com mil guerreiros, entre homens e mulheres. Assim, conseguiu libertar uma área do Vietnã do domínio chinês. Aos 23 anos, a guerreira já tinha derrotado 30 batalhões Wu. De acordo com alguns documentos, Triêu chegava nas batalhas montada em um elefante, vestindo uma armadura dourada e brandindo suas espadas.

3 - Budica

Budica foi a rainha dos Icenos, povo britânico responsável pela liderança de uma rebelião contra forças e ocupação do Império Romano, no século I. Seu marido deixou seu reino para ser governado por uma aliança envolvendo suas filhas e o imperador romano, quando morreu. No entanto, os romanos assumiram o controle do reino sem nem mesmo conhecer a aliança. Budica foi açoitada e suas filhas estupradas. Posteriormente, foi escolhida para liderar o seu povo durante um ataque contra os romanos. Seu exército se saiu bem e teve sucesso no ataque, que destruiu completamente as cidades de Colchester e Londres. De acordo com registros, o exército de Budica não fazia prisioneiros. Qualquer pessoa que cruzasse o seu caminho, era instantaneamente exterminado.

4 - Irmãs Trung

As duas irmãs foram líderes militares vietnamitas. Juntas, conseguiram lidar com invasões chinesas por três anos seguidos. Foram consideradas grandes heroínas no Vietnã. Nascidas no século I, as irmãs vieram durante a ocupação chinesa que durava mil anos. Lutaram a princípio contra uma pequena unidade da China na aldeia onde viviam e depois formaram um exército somente composto por mulheres. Durante os meses seguintes, tomaram diversas aldeias e assim foram libertando o Vietnã. Elas tornaram-se rainhas e repeliram os ataques chineses por dois anos, até a China armar um grande exército para conseguir derrotar as irmãs. O exército chinês saiu vitorioso e derrotaram as duas, que cometeram suicídio para evitar a vergonha de serem expostas nas mãos dos inimigos.

5 - Fu Hao

Fu Hao foi uma companheira do rei Wu Ding, da dinastia Shang, por volta de 1200 a.C. Além disso, foi general militar e sacerdotisa, algo não muito comum na sua época. Os estudiosos modernos encontraram sua tumba em Yinxu bastante conservada e com os tesouros intactos. Eles ainda descobriram registros sobre ela que mostraram a sua liderança em várias campanhas militares. Os guerreiros do seu povo lutaram contra os vizinhos Tu por anos, mas Fu Hao os venceu com apenas uma batalha. Ela foi a maior líder militar do seu tempo, chegando a liderar um exército de 13 mil soldados.

6 - Joana d"Arc

Joana d"Arc é considerada ainda uma das mulheres mais fortes e guerreiras de todos os tempos. Nascida em 1412, no vilarejo de Domrémy, na França, d"Arc começou aos 13 anos ouvir vozes sagradas. Essas vozes diziam a jovem que ela precisava salvar a França dos ingleses. Isso aconteceu no ápice da Guerra dos Cem Anos, conflito iniciado em 1337 e com fim em 1453. Ao completar 16 anos, o rei Carlos VIII a equipou e abençoou no cerco de Orleans. Com maior número, os franceses contavam com a força, coragem e determinação de Joana. A batalha durou por alguns dias até que os ingleses recuaram. Ela foi a única pessoa registrada a comandar o exército de uma nação ainda tão jovem, tendo apenas 17 anos. Julgada por heresia em um falso tribunal, Joana foi queimada viva.

7 - Tamara da Geórgia

Tamara foi filha do rei George III, da Geórgia. Foi declarada por seu pai como co-governante e herdeira. Isso a fim de prevenir disputas após sua morte. Quando o rei morreu, Tamara ganhou a reputação de líder excepcional e ganhou também o apelido de "Rei dos Reis e Rainha das Rainhas". Ela agiu ativamente na condução do seu exército. Durante o seu governo, Geórgia atingiu o ápice político, cultural e econômico. Entre os anos de 1201 e 1203, os georgianos conseguiram conquistar e anexar as capitais armenas de Ani e Dvin. No ano de 1204, seu exército ocupou a cidade de Kars. No mesmo ano, ajudou a fundar o Império de Trebizonda, na margem sul do Mar Negro. A rainha faleceu em 12013.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos.

Próxima Matéria
Diogo Quiareli
Geminiano, 24 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+