7 partes do seu quarto que podem estar te fazendo mal

POR Isabela Ferreira    EM Curiosidades      14/06/18 às 16h29

Quando paramos pra pensar nos objetos que podem nos deixar doentes, imediatamente vem em nossa cabeça as maçanetas de portas, os talheres que usamos em restaurantes, e os tão temidos apoios de transportes públicos, por exemplo. Por serem itens com que muitas pessoas entram em contato, há grandes chances de que haja contaminação e você pegue uma gripe, por exemplo.

Claro, são itens de risco, mas já parou pra pensar que partes da sua própria casa também podem estar te fazendo mal? Pior ainda... Que algumas partes do seu quarto podem ser responsáveis por aquela alergia que você não sabe de onde surgiu? Pois bem, pensando nisso, nós aqui da Fatos Desconhecidos separamos abaixo 7 partes do seu quarto que podem estar te fazendo mal. Confere aí!

1 - Paredes

Este é um caso bem específico, mas se as paredes do seu quarto foram pintadas com tinta à base de solventes, então você poderá ter problemas. Isso porque, quando o produto é inalado, mesmo depois de seco, pode causar tontura e fortes dores de cabeça. Apenas para que você tenha ideia, a longo prazo pode até mesmo comprometer algumas funções cerebrais. Portanto, se você sente tais sintomas com certa frequência, a causa pode ser esta. Para evitar o problema, o ideal é usar tinta à base de água.

2 - Carpetes

Os carpetes e tapetes são os grandes campeões em juntar poeira em seu quarto. Além disso, eles ainda podem acumular uma grande quantidade de microrganismos que podem fazer com que você desenvolva alergias. Garanta de sempre fazer a limpeza desses materiais de forma correta.

3 - Travesseiros

Muita gente não se preocupa com seus travesseiros e é aí que mora o problema. Eles podem acumular um número gigante de ácaros e até mesmo de fungos, sem contar a poeira, que pode desencadear graves problemas respiratórios. Como se não bastasse, eles também podem contribuir para que você tenha inflamações na pele e até mesmo acnes! Sabia disso? Para evitar tais situações, não durma com o cabelo molhado e exponha seu travesseiro ao sol pelo menos uma vez por semana.

4 - Lâmpadas fluorescentes

Tão úteis, são responsáveis por  deixar nosso quarto bem iluminado e ainda são bem econômicas. Mas não se engane... Infelizmente, elas também podem atuar de forma negativa em nossa pele e até mesmo prejudicar nosso sono. Isso porque suas luzes ultravioletas atrapalham a liberação do hormônio do sono, melanina, que nos auxilia a descansar. Portanto, se você tem mania de dormir com a luz acesa, é melhor abandonar o hábito.

5 - Móveis

É bem provável que em seu quarto tenha algum móvel feito a partir de madeira sintética. Poderia estar tudo bem, mas alguns estudos afirmam que o MDF, que é basicamente poeira e pedaços de madeira unidos com cola (que normalmente contem formol) pode provocar sensação de queimação nos olhos, garganta e nariz em uma exposição a curto prazo. Sem contar que problemas respiratórios também podem ser desencadeados.

6 - Janelas

É engraçado como muita gente se lembra de fazer a limpeza do quarto, mas se esquece de que as janelas também acumulam poeira... E muita, por sinal! Assim, também é possível que provoquem alergias e problemas respiratórios a qualquer um que passe muito tempo no ambiente. Dessa forma, limpe-as pelo menos uma vez por mês.

7 - Lençóis

Da mesma forma que os travesseiros, seus lençóis também acumulam ácaros e outros microrganismos que podem fazer mal para sua saúde, agravando quadros de alergia por exemplo. A consequente umidade também ajuda na proliferação. Dessa forma, esteja sempre alerta e nunca use um lençol por muito tempo sem lavá-lo.

E então pessoal, o que acharam? Conhecem outras partes do quarto que também podem acabar fazendo mal para nossa saúde? Compartilhem com a gente aí pelos comentários!

Via   Vix     Bustle  
Imagens Universa Pexels
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+