7 pessoas que arriscaram suas vidas para salvar inimigos durante a Segunda Guerra

POR Isabela Ferreira    EM História      27/04/18 às 17h22

A Segunda Guerra Mundial foi um dos maiores conflitos militares de caráter global que nosso mundo já vivenciou. Ocorreu entre os anos de 1939 e 1945, envolvendo todas as maiores potências da época e centenas de nações. Infelizmente, a guerra deixou milhares de famílias órfãs pelo mundo inteiro. Milhões de pessoas foram mortas, dentre elas, soldados e prisioneiros judeus, as maiores vítimas do conflito.

Por outro lado, por mais terrível que tenha sido toda essa parte de nossa história, vale mencionar que alguns heróis também viveram naquela época, sendo capazes de demonstrar compaixão e salvar até mesmo os inimigos. Pensando nisso, nós aqui da Fatos Desconhecidos separamos abaixo 7 pessoas que arriscaram suas vidas para salvar inimigos durante a Segunda Guerra. Confere aí!

1 - Esquadrão nazista lutou para proteger a China contra japoneses

Antes mesmo que a guerra tivesse início, a China havia contratado alguns soldados alemães para treinar seus homens. Assim que o Japão invadiu a China, no ano de 1937, a maior parte desses alemães decidiu que não deixariam os chineses lutarem sozinhos. Contrariando as ordens de Hitler, permaneceram no país, lutando ao lado deles.

Saíram nas linhas de frente e lutaram ferozmente contra as tropas japonesas. Mesmo após um pedido do governo chinês para que se retirasse, pois acreditavam que a batalha estava perdida, muitos continuaram ali. Por outro lado, muitos desses alemães também sacrificaram a vida para ajudar os guerrilheiros chineses.

2 - Oficial alemão morreu tentando resgatar americano

Friedrich Lengfeld foi um oficial alemão e líder do grupo de fuzileiros que agiam contra invasores dos Estados Unidos. Enquanto estava a beira de um campo minado, escutou gritos de socorro. Era um soldado dos EUA, deitado gravemente ferido em meio ao campo cheio de minas. Tomando as dores do homem, ele ordenou que seus soldados não atirassem quando os americanos fossem ao resgate do ferido.

No entanto, nenhum americano foi corajoso o suficiente para fazer o salvamento. Horas se passaram e Lengfeld tomou uma drástica decisão: montou uma equipe para que juntos, fossem ao encontro do homem e o tirassem dali. Infelizmente, enquanto caminhava até lá, o oficial pisou em uma das minas enterradas e morreu na mesma hora. Também não se sabe se o americano saiu dali com vida. A grande questão é que Lengfeld fez o que muitos não tiveram coragem de fazer e morreu como um verdadeiro herói. Ele foi homenageado pelo exército dos Estados Unidos.

3 - Princesa romena salva mil pessoas que estavam bombardeando seu país

Embora a Romênia tenha se aliado aos nazistas, a princesa Catherine Caradja estava completamente insatisfeita com isso... Ela não confiava nas palavras de Hitler. Assim que aviões inimigos começaram a bombardear campos de petróleo em seu país, ela decidiu que ajudaria todos os pilotos que ficassem feridos por ali.

Dessa forma, acabou encaminhando muitos inimigos para os melhores hospitais do país, onde receberam os melhores tratamentos. Assim que se recuperavam, ela ainda os ajudava a fugir para a Itália, que já estava livre. Estima-se que até o fim da guerra, tenha ajudado a salvar cerca de mil homens.

4 - Piloto alemão escoltou avião americano em segurança

Um dos melhores pilotos alemães, tenente Franz Stigler, foi enviado para sua última missão antes de ser condecorado com a medalha de maior valor na Alemanha. Tudo que ele precisava fazer era abater um bombardeiro B-17 americano. Mas ele optou por não fazer isso.

Quando ele se aproximou do avião inimigo, percebeu que ele estava cheio de buracos de balas e os pilotos ali dentro já estavam desesperados e feridos. Ele decidiu então que resgataria os homens, e assim fez. Conseguiu salvar a vida dos inimigos americanos.

5 - Pilotos britânicos salvaram homens alemães

Três aviões britânicos atacaram uma aeronave alemã, a lançando para bem longe. Quando voltavam, um dos motores dos aviões britânicos acabou falhando e eles foram forçados a fazer um pouso de emergência. Coincidentemente, acabaram encontrando alguns dos alemães que haviam confrontado anteriormente.

Fingiram ser outras pessoas e se juntaram aos alemães em uma cabana abandonada que havia por perto. Na manhã seguinte, um dos britânicos se juntou a um alemão para que fossem buscar por ajuda. Um deles acabou sendo morto, mas o restante conseguiu sobreviver.

6 - General alemão se recusou a matar judeus

Erwin Rommel era um dos generais de maior confiança que Hitler tinha. No entanto, ele passou a maior parte da guerra na África, onde liderava seus homens em missões de segundo plano. No entanto, quando capturou soldados, simplesmente ignorou as ordens para executar os prisioneiros de guerra que fossem judeus. Assim que retornou à Europa, se mostrou bastante preocupado com os movimentos de Hitler. Chegou até mesmo a se juntar com grupos conspiracionistas que queriam a morte do líder nazista.

Entretanto, ele acabou sendo pego por alguns nazistas que lhe entregaram uma cápsula de cianeto e lhe deram o poder de escolha: se matar por honra, ou ser enforcado por traição. Rommel se despediu de sua família e engoliu a cápsula. Em seguida, entrou no carro do exército e deixou que fosse levado embora, enquanto o veneno fazia efeito.

7 - Garoto japonês salvou um prisioneiro de guerra

Carl Ruse foi capturado por soldados japoneses e encaminhado para um campo de prisioneiros, onde realizava trabalho forçado. Sofreu muito e passou muita fome, até alcançar o peso de apenas 36 quilos. No entanto, um garotinho de 14 anos chamado Fumio Nishiwaki, que trabalhava na fábrica, viu a situação do homem e se compadeceu. Sempre que tinha oportunidade, juntava restos de comida e levava para Carl, na expectativa de que ele aguentasse até o fim da guerra.

E por incrível que pareça, Nishiwaki conseguiu o que queria. Carl sobreviveu a todos os horrores da guerra e guardou uma foto do garoto até o último dia de sua vida. A bondade que o menino tinha era, no fim das contas, o que o manteve vivo durante todo aquele tempo de tragédia.

E então pessoal, o que acharam? Conhecem outras pessoas que salvaram inimigos durante a Segunda Guerra? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!

Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+