• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 lugares públicos mais sujos que existem

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      21/09/18 às 17h18

Desde crianças somos ensinados a lavar as mãos antes de comer, tomar banho pelo menos duas vezes ao dia, escovar os dentes sempre depois de uma refeição e assim por diante. Ensinamentos de higiene levamos para a vida e tentamos ao máximo nos manter limpos.

Existem as pessoas que não ligam muito para a limpeza e aquelas que são totalmente maníacas e não conseguem ver nenhuma sujeira. A higiene pessoal é capaz de ser controlada por nós, mas mesmo assim ainda há lugares do nosso corpo que são sujos, mas a limpeza de um ambiente nem sempre está em nossas mãos, ainda mais quando esse ambiente é compartilhado com outras pessoas. Se você é um maníaco por limpeza essa lista te deixará assustado com os lugares mais sujos que existem e que você provavelmente frequenta, se não diariamente, com uma certa frequência.

1 - Escritórios

O seu ambiente de trabalho pode não ser tão limpo quanto você pensa. Por mais que exista um cuidado com a limpeza do ambiente, pesquisas feitas pela Universidade do Arizona mostraram que a quantidade de moléculas de trifosfato de adenosina excedem a norma permitida em três vezes. Escritórios são o lar de mais de 10 milhões de bactérias, ou seja, 400 vezes mais do que em um assento de vaso sanitário. E dentro do escritório ambientes como cozinha e sala de descanso são mais suscetíveis a terem micro-organismos que podem provocar doenças.

2 - Supermercados

Quase todo mundo tem o hábito semanal ou diário de ir ao supermercado. Não é de se espantar que esses lugares sejam infestados de germes. Pesquisadores de Michigan encontraram em suas pesquisas estafilococo e fungos, tanto nos carrinhos como nos alimentos vendidos. Como os produtos passam por várias mãos diariamente, o recomendável é sempre lavá-los e, no caso de frutas e legumes, jogar a parte ruim fora.

3 - Aviões

Um ambiente fechado como um avião é cheio de micro-organismos. Tanto na mesinha dobrável, quanto no bolso do banco foram encontrados estafilococos. Além desses dois lugares, as saídas de ar-condicionado no avião também são cheias de micro-organismos que podem provocar doenças. Então levar lenço umedecido para limpar as superfícies é um pouco insuficientes. Outra descoberta dos cientistas é que a água que é usada para servir chá ou café, ou mesmo ela pura, também não é das mais seguras de se beber.

4 - Piscinas

Quem gosta de um bom banho de piscina de vez em quando tem que ficar atento a algumas coisas. Esse lugar é propício para a proliferação de bactérias especialmente a E. coli, que causam desidratação, espasmos gástricos, náusea, diarreia e perda de peso. Se você sentir um cheiro estranho vindo da piscina é um alerta para não entrar, porque quando ela está em bom estado não deve haver cheiro nenhum.

5 - Restaurantes

Lugares sujos não se resumem a banheiros. Bares, restaurantes e cafés têm uma das coisas mais sujas que é exatamente o cardápio. Em um centímetro da superfície vivem mais de 185 mil bactérias. Outro lugar que é casa de bactérias são as rodelas de frutas que vêm junto com a comida ou drinks. Funcionários podem nem sempre lavar as frutas corretamente ou suas mãos, o que faz com que essas rodelas sejam infectadas com patógenos.

6 - Academias

Um paradoxo grande é a academia, um lugar que as pessoas vão buscar saúde mas que está cheio de vírus e bactérias. Sapatos sujos nos vestiários, toalhas molhadas e outros itens. Tudo isso contribui para a proliferação desses agentes causadores de doenças. Onde pode-se encontrar mais são nos exercícios de cardio como esteira, bicicleta e os que que têm seus corrimões e guidões infestados de suor e bactérias.

7 - Aeroporto

Avião pode ser um dos meios de transporte mais seguros do mundo, mas aeroportos são lugares cheios de bactérias que podem ser prejudiciais a saúde. As superfícies planas desses lugares, como por exemplo os totens de registro, os corrimãos das escadas e aquelas caixas de plástico para colocar seus pertences são super infestadas. Essas caixas têm uma concentração de micróbios maior que botões de descarga.

Próxima Matéria
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+