• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 piores crimes que aconteceram em fast-food

POR Toni Nascimento    EM Curiosidades      02/10/18 às 19h54

As redes fast-food conquistaram o mundo. Se você acha que é só nos Estados Unidos que elas são extremamente populares, está redondamente enganado. O maior exemplo que podemos usar é a China. A região com mais de 1 bilhão de pessoas é o maior país socialista contemporâneo. Mesmo com tal característica, ainda assim mantém um socialismo de mercado, permitindo que a sua economia seja a segunda maior do mundo e que ela se encha, indefinidamente, de franquias de fast-foods. No Brasil, em praticamente todas as capitais, é possível encontrar uma variedade grande de redes de lanche.

Com esse alto número de redes, também é alto o número de problemas que podemos encontrar nelas. Existe todo o tipo de confusões em redes de fast-food. Pode variar de brigas até assassinatos e verdadeiros massacres. Listamos os 7 piores crimes que aconteceram em redes fast-food.

1 - Briga entre cliente e funcionária

Essa briga em uma franquia de fast-food dos Estados Unidos aconteceu quando uma cliente resolveu pegar um copo descartável aleatório e tentar enchê-lo com refil de refrigerante da rede. Porém, uma atendente percebeu e tentou impedir que a cliente continuasse com o plano. A cliente não gostou muito de ser reprimida e partiu para cima da atendente, jogando um copo de milkshake na funcionária e depois batendo nela com o bandeja da própria lanchonete. A briga foi intensa e ganhou as redes sociais e internet nas últimas semanas. Assista ao vídeo:

2 - Mulher grávida

Em 2017, eclodiu uma briga grande em uma rede de fast-food no Texas. Carla DeLeon era uma cliente grávida, acompanhada de sua filha de 3 anos de idade. Ela começou a gritar com os funcionários da rede, provocando uma funcionária. A funcionária esquentou a cabeça e acabou derramando um copo da água na cabeça da mulher grávida. Isso desencadeou uma briga entre as duas, que só terminou quando um terceiro funcionário interveio e parou o conflito. Apesar do funcionário afirmar que foi a cliente que começou o conflito, a cliente apresentou acusações contra a empregada da rede.

3 - Massacre de San Ysidro

O massacre de San Ysidro é conhecido como um dos maiores que já aconteceram em rede de fast-food. Em 1984, James Oliver Huberty, que na época tinha 41 anos, entrou dentro de uma rede McDonalds e após gritar "congelar", abriu fogo contra todos os clientes que estavam presentes no local. O rapaz, que estava armado com uma espingarda e um revólver, fez um cerco na lanchonete que durou 1 hora. Além de matar pessoas que estavam na rede, ele também matou duas crianças de 11 anos que andavam de bicicleta em volta. Ao total, foram 21 mortos.

4 - Tiroteio em massa de Munique

Ali "David" Sonboly, de 18 anos, abriu fogo em uma rede de fast-food da capital da Alemanha. Usando uma pistola Glock 17, o jovem conseguiu matar 9 pessoas antes de tirar a própria vida. Ele era fã de jogos de videogames de tiro em primeira pessoa. Além disso, ele lia amplamente sobre tiroteios em massa. Ela havia comprado a arma um ano antes de realizar o ataque. Sonboly também era conhecido por ter alguns problemas de saúde mental. Muito se teorizou se ele tinha alguma relação com terroristas islâmicos, só que nada foi provado.

5 - Assassinato na China

Em 2014, em um McDonald's na cidade chinesa de Zhaoyuan, província de Shandong, os clientes foram interrompidos por seis fanáticos religiosos que entraram na lanchonete pedindo o número de telefone de todos eles. Uma funcionária se recusou a passar a informação para aquelas pessoas. Após a recusa, o líder mandou os outros para matar a mulher de trinta e poucos anos. Muitos vídeos que circularam posteriormente mostravam que os integrantes do grupo bateram na mulher com cabos e cadeiras.

6 - Triplo homicídio na Escócia

Em 1992, uma franquia de fast-food na Escócia ficou famosa após por causa de um dos casos de homicídio mais bizarros em lanchonetes. Tudo começou quando três funcionários traçaram um plano para roubar o lugar. Apesar de planejarem conseguir mais de 20 mil dólares, conseguiram apenas 2 mil. No dia do assalto, os funcionários entraram pelos fundos carregando uma pistola, várias facas e uma alça de pá. Um deles usava uma máscara de Halloween durante o assalto. Quando eles entraram para cometer o crime ainda havia outros 4 funcionários trabalhando, que acabaram sendo espancados e alvejados por tiros. 3 das vítimas morreram e uma ficou paralítica.

7 - Assassinato de Anna Svidersky

Apesar de Anna Svidersky ser natural da Rússia, ela foi para os Estados Unidos com 13 anos de idade, em 2001.  Em 2006, a jovem estudava e trabalhava em uma rede de fast-food. Até que David Barton Sullivan, que tinha crimes de abuso sexual na ficha criminal, além de ser diagnosticado como esquizofrênico, entrou na lanchonete, e sem dizer uma palavra foi para o rumo da jovem e lhe feriu com muitas facadas. Ela morreu na hora. O caso ficou famoso no mundo inteiro.

E aí, o que você achou dessa lista? Bizarra? Comenta com a gente e compartilha nas suas redes sociais.

Próxima Matéria


Matérias selecionadas especialmente para você

Via   LV  
Toni Nascimento
Nerd, mas principalmente amante do cinema. Mais em @nascimento_toni
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+