Fatos Nerd

7 razões pelas quais você precisa jogar Sekiro: Shadows Die Twice

0

Março deu continuidade à safra de ótimos jogos dessa geração. O destaque do mês ficou por conta de Sekiro: Shadows Die Twice, o novo game da FromSoftware. A desenvolvedora já é bem conhecida entre os jogadores, já que é responsável por Bloodborne e Dark Souls.

No entanto, ao contrário dos antecessores, a nova aventura é muito mais tranquila de zerar. O game foi lançado para multiplataformas e se você está em dúvidas se deve conferir, separamos alguns motivos para ficar animado.

1 – Inspirações em Tenchu

Tenchu: Stealth Assassins, ou simplesmente Tenchu para os japoneses, é uma série de games bem popular. O jogador assume o papel de um ninja e para evoluir ao longo do jogo, precisa cumprir os desafios impostos em dez fases. Algumas das características de Tenchu são bastante encontradas em Sekiro.

O stealth é um deles. A furtividade é algo muito presente no jogo inteiro. Assim como o mecanismo de se locomover pelos telhados usando equipamentos específicos. Sem esquecer das célebres decapitações em stealth.

2 – Um game para todos

Um dos grandes acertos de Sekiro: Shadows Die Twice foi desenvolvido para todo o tipo público. Ou seja, tantos os casuais como os veteranos. Não apenas porque existe as alterações de dificuldade, mas o game realmente foi pensado nisso. O próprio Hidetaka Miyazaki, diretor da FromSoftware, comentou sobre o jogo também ser voltado aos iniciantes.

Um detalhe que, diga-se de passagem, não influencia de modo negativo os jogadores experientes. Mas não espere os absurdos de Bloodborne ou Dark Souls.

3 – Upgrades para a prótese

Não é comum encontrarmos protagonistas amputados nos games. O que torna Sekiro: Shadows Die Twice ainda mais incrível. O personagem é conhecido como “lobo de um braço só” não à toa. Sekiro tem o braço esquerdo amputado e usa uma prótese no lugar. Contudo, ele não deixa de ser menos habilidoso.

Pelo contrário, durante o jogo, podemos realizar upgrades na prótese. O que ajuda bastante nas missões ao longo do jogo. Mas tudo dentro do estilo medieval proposto pela ambientação.

4 – Diferentes estilos de luta

O estilo que mais predomina no jogo é o stealth. Porém, se você é uma daqueles jogadores impacientes que não gostam de esperar o momento certo para atacar, não tem problema. No fundo, o stealth no jogo é mais usado para reduzir a quantidade de inimigos ao redor. Caso prefira pular no meio de todos e contar com a sorte e a habilidade, também é possível.

E claro, sempre há a opção de equilibrar os dois modos. Usar o stealth para eliminar alguns adversários e depois cair matando.

5 – Experiência single player

Devido à grande quantidade de jogos multiplayers e battle royale, há quem diga que os single players estão com os dias contados. Não poderiam estar mais errados. No caso de Sekiro: Shadows Die Twice, por exemplo, o estúdio sequer considerou o aspecto. Direcionando a verba para o desenvolvimento da campanha individual.

Lembrando que a própria Sony comunicou o investimento pesado em exclusivos single player. Portanto, sem precipitações.

6 – A história

Afinal, apesar de todas as inovações e jogabilidade, para muitos jogadores o que vale mesmo é a história. Aqui, acompanhamos a jornada de Sekiro, “um guerreiro desfigurado e caído em desgraça que foi resgatado do abismo da morte. Destinado a proteger um jovem senhor que descende de uma antiga linhagem, você se tornará alvo de muitos inimigos cruéis, incluindo o perigoso clã Ashina. Quando o jovem senhor é capturado, nada irá deter você em uma jornada arriscada para retomar sua honra — nem mesmo a própria morte”.

7 – A ambientação

As lutas mais interessantes e bonitas, normalmente, são combates direto e/ou as que envolvem espadas. Sekiro: Shadows Die Twice é ambientado no Japão do final dos anos 1500. Ou seja, não faltará combates do gênero ao longo do jogo. O ano corresponde ao Período Sengoku. O tempo ficou marcado por constantes conflitos.

Sendo um ninja, Sekiro tem habilidades mortais e sabe manejar muito bem a espada. Ele percorrerá as terras japonesas para cumprir sua missão. E seguimos com ele em meio as belas arquiteturas milenares.

E caso nunca tenha ouvido falar do jogo, assista ao trailer.

Mulher dá relato sobre como é viver sem sentir dor durante 71 anos

Matéria anterior

Ela vive na Índia há 9 anos e até hoje não se acostumou com essas 7 tradições do país

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Fatos Desconhecidos Nós gostaríamos de enviar notificações dos últimos conteúdos e atualizações que fazemos.
Dismiss
Allow Notifications