• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 vezes que parte da nossa história foi destruída por estupidez

POR Isabela Ferreira    EM Curiosidades      23/03/18 às 15h14

A história da humanidade é simplesmente magnífica e sempre foi deixando suas marcas à medida que o tempo passava. Se você já teve a curiosidade de visitar um museu, por exemplo, pôde observar toda a riqueza de uma pequena demonstração de nosso passado. Diversas civilizações deixaram seus registros, seja por meio de artefatos como vasos, ou por meio de pinturas feitas em paredes, a exemplo do que faziam os homens das cavernas.

A verdade é que as autoridades de cada país se responsabilizam por guardar esse tipo de peça como um patrimônio, preservando a identidade cultural de povos antigos. Mesmo assim, algumas peças de arte históricas acabam sendo destruídas acidentalmente, ou apenas por descuidos mesmo. Pensando nisso, nós aqui da Fatos Desconhecidos separamos abaixo 7 vezes que parte da nossa história foi destruída por estupidez. Confere aí!

1 - Túmulo neolítico que se transformou em uma mesa de piquenique

Na Espanha é possível encontrar um monte de monumentos históricos. Por lei, aqueles que possuem mais de 100 anos precisam estar cadastrados no governo para que possam ser mantidos preservados. Infelizmente, mesmo assim alguns ainda acabam sendo danificados. Este é o caso de um túmulo neolítico que constava como patrimônio, mas uma aldeia confundiu os artefatos com uma mesa de piquenique e resolveram "restaurá-la".

Por algum motivo desconhecido, o túmulo não tinha nenhum tipo de identificação, o que facilitou toda a confusão. O erro só foi percebido tempos depois, por um grupo ambiental que foi até o governo se queixar. A partir daí, uma guerra de acusações teve início, já que ninguém quis assumir a culpa. No fim das contas, definiram tudo como uma falha de comunicação.

2 - Menino destruiu um jarro de 200 anos

Enquanto uma família visitava uma mansão que foi transformada em museu, em Suffolk, na Inglaterra, um acidente aconteceu. Acidentalmente, o filhinho do casal derrubou de uma janela um vaso que tinha nada menos que 200 anos. O modelo era muito utilizado em tabernas dos séculos 18 e 19. Para que você tenha ideia, o garotinho que tinha apenas 5 anos, ficou arrasado pelo acidente.

Felizmente, a equipe do museu entendeu que isso podeira acontecer um dia ou outro, perdoando a família e o menino. Levaram a peça para restauração e hoje está em exposição em outro lugar.

3 - Museu esconde peças destruídas

No ano de 2011, o Museu do Palácio, na Cidade Proibida, acobertou a destruição de uma peça de porcelana que remonta a dinastia Song. Tudo aconteceu quando um pesquisador esmagou o item de forma acidental, quando manuseou um instrumento de teste de forma errada. Ao invés de assumirem o acidente, o museu decidiu esconder o fato.

Acontece que a situação acabou se transformando em um escândalo. Um blogueiro ficou sabendo do que havia acontecido e publicou tudo em suas mídias sociais. Ainda acusou o museu de destruir outras 4 peças e acobertas os acidentes.

Embora a equipe responsável negue as acusações, é bem provável que sejam verdadeiras. Um professor da Universidade Minzu, na China, alega que tudo pode ter acontecido por falta de pessoal na equipe de colaboradores do museu. Sem contar que 90% de seus funcionários não possui diploma na área, então pode ser que não tenham o conhecimento preciso para isso.

4 - O dedo quebrado

Um cirurgião americano, enquanto visitava um museu na Itália, quebrou a regra número um desse tipo de lugar: Não toque nas obras de arte. Ignorando isso, ele comparou o próprio dedo com o de uma estátua que tinha nada menos do que 600 anos de história. E como já era esperado, ele acabou quebrando a estátua.

Desesperado, o turista se mostrou muito arrependido mas não foi o suficiente. As autoridades italianas acabaram prendendo o sujeito ali mesmo, na frente de toda sua família. No entanto, logo depois voltaram atrás e não o fizeram pagar pela restauração.

Os funcionários do museu descobriram que o dedo da estátua já havia sido substituído por gesso, o que explicava o motivo de ter se quebrado tão fácil quando foi tocado. Dessa, o cirurgião se livrou!

5 - Estátua dos Dois Hércules é destruída por uma selfie

A estátua tem mais de 300 anos e fica em Cremona, ao norte da Itália. Representa duas imagens de Hércules, que supostamente teria fundado a cidade, segurando o brasão da mesma. É um símbolo de grande importância para os cidadãos locais. Bem, até algum tempo atrás, sobre o brasão havia uma coroa, mas dois turistas a destruíram.

Para que você tenha noção, eles tiveram a genial ideia de subir na estátua para tirar uma selfie. Em seguida, resolveram se pendurar com todo seu peso e apenas viram parte da coroa caindo no chão. Não se tem informações precisa sobre a nacionalidade dos estrangeiros, mas forma acusados criminalmente por vandalismo e precisaram pagar uma multa salgada. Segundo os especialistas, é possível que a estátua não possa ser restaurada. Mais uma peça da história sendo jogada no lixo.

6 - Barba quebrada do Rei Tut

No ano de 2014, o Museu Egípcio no Cairo se viu sob acusações de ter acobertado um acidente com uma de suas mais famosas estátuas. Ao tirarem fotos da máscara funerária do rei Tut, os visitantes notaram que sua barba estava apenas colada, e mal colada por sinal. Após o incidente, imagens do momento em que os funcionários do museu reparavam a peça começaram a circular pela internet.

A máscara foi acidentalmente danificada quando um dos funcionários esbarrou e quebrou metade de sua barba. Segundo o que contou a assessoria do museu, os reparos aconteceram às pressas porque a equipe entrou em pânico e acabaram usando as ferramentas erradas para isso.

7 - Caçadores de fantasma queimam uma plantação assombrada

O LeBeau Plantation em St. Bernard, na Louisiana, havia sido construído no ano de 1850 e sempre atraía visitantes, pois tinha fama de ser um lugar assombrado. Durante a história, muitas pessoas foram até o local e ele acabou se transformando em palco para um dos mais importantes eventos de outono que aconteciam na cidade.

No entanto, um grupo de caça fantasmas se sentiu atraído e foi até lá para descobrir se realmente haviam fantasmas. Depois de realizarem suas buscas, com toda aquela aparelhagem estranha, chegaram à conclusão de que a história era falsa e que não havia nada de sobrenatural por ali. Decidiram então parar para beber e fumar um pouco.

Em seguida, talvez por já não estarem em sã consciência, resolveram que o melhor a fazer seria incendiar a plantação, e assim fizeram. Quando os bombeiros chegaram para conter o fogo, apenas as chaminés da casa ao redor estavam de pé. Os homens, que tinham entre 17 e 31 anos, acabaram sendo multados por uma série de crimes, desde incêndio criminoso até roubo.

E então pessoal, o que acharam? Conhecem outras partes de nossa história que também foram destruídas por besteira? Compartilhem com a gente aí pelos comentários!

Próxima Matéria
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+