7 vulcões mortais que estão em atividade

POR Isabela Ferreira    EM Natureza      04/05/18 às 19h20

Um vulcão nada mais é do que uma estrutura geológica que surge a partir do escape de magma, gases e outras partículas quentes para a superfície. É provável que você nunca tenha tido a oportunidade de ver um deles em atividade, visto que nosso país não sofre com esse tipo de evento. No entanto, para aqueles que residem nas proximidades de um vulcão, principalmente quando ele está em atividade, o risco é sempre constante.

Para que um vulcão seja considerado ativo, ele não necessariamente precisa estar em erupção. Cientistas utilizam o termo para defini-los quando apresentam sinais de instabilidade ou quando sofrem de constantes abalos sísmicos ou emissão de gases. Recentemente, o vulcão Kilauea, no Havaí, entrou em erupção e ameaça diversas famílias. Ele é considerado como um dos mais ativos da região, sofrendo de atividades inconstantes. Pensando em casos como este, nós aqui da Fatos Desconhecidos separamos abaixo 7 vulcões mortais que estão em atividade. Confere aí!

1 - Vulcão Kilauea

Aqui temos o caso mais recente de todos. Localizado no Havaí (Estados Unidos), o vulcão entrou em erupção no dia 03 de maio de 2018 (dia anterior à data de publicação desta matéria). Atualmente, o desastre ameaça a moradia de milhares de pessoas, visto que aproximadamente 10 mil moram nas proximidades.

Dessas, cerca de 1.700 já foram deslocadas da região pois eram os que mais corriam riscos. O restante das pessoas ainda são aconselhadas a deixarem o local, mas a saída deve ser de forma voluntária. Algumas testemunhas afirmaram ter visto colunas de lava que superavam os 38 metros de altura e as consequências ambientais já são grandes. Por outro lado, ainda não foram relatados mortos ou feridos.

2 - Vulcão Tungurahua

Localizado no Equador, é um dos vulcões mais temidos de toda a América do Sul, visto que tem atividades registradas desde 1999. Sua última erupção em larga escala ocorreu no ano de 2013, mas felizmente não deixou nenhum ferido. Por outro lado, também entrou em erupção no ano de 2014 e recentemente, as autoridades precisaram alertar a população local sobre os riscos, já que apresentou nova atividade.

3 - Monte Santa Helena

Localizado em Washington, nos Estados Unidos, o Monte Santa Helena entrou em atividade novamente no ano de 2008, após praticamente 127 anos de inatividade. A erupção aconteceu acompanhada de um forte terremoto, que apresentou 5.1 graus na escala Richter.

Os danos ambientais provocados pelo desastre foram muitos e apenas para que você tenha ideia, suas cinzas vulcânicas alcançaram até 1550 quilômetros de distância, provocando problemas respiratórios em diversas pessoas. Desde então, ele não entrou mais em erupção, no entanto, permanece ativo.

4 - Colima

Apelidado também como "Vulcão de Fogo", o Colima está no México e é o mais ativo entre os vulcões mexicanos. Apenas para que você tenha ideia, ele já teve mais de 40 erupções registradas, e está ativo a mais de 12 anos. Suas explosões chegaram a espalhar nuvens de cinzas em uma área de 200 quilômetros de extensão. Bombas de lava também acabaram sendo disparadas a quilômetros de distância do local.

5 - Vulcão Shinmoedake

Este é um vulcão localizado no Japão e é considerado extremamente perigoso. Ele está em atividade e vem lançando fumaça a até 3 mil metros de altura. As autoridades locais aconselham que as pessoas mantenham distância da montanha, já que eventualmente, rochas podem ser cuspidas a distâncias absurdas. Ainda alertam sobre a possibilidade de as pessoas terem seus óculos quebrados devido às constantes vibrações sofridas na região.

6 - Vulcão Etna

O vulcão Etna, localizado na Sicília, é considerado como o mais ativo de toda a Europa. Constantemente registra erupções e devido a isso, as autoridades já tomam as medidas necessárias com antecedência. Mas mesmo assim, em uma erupção registrada em março do ano passado, 10 turistas acabaram saindo feridos do incidente. Sofreram contusões após serem atingidos pelo impacto das pedras que voaram no momento da explosão. Felizmente, nenhum caso fatal foi registrado em tal eventualidade.

7 - Vulcão Sakurajima

Este é mais um vulcão presente em território japonês, e que está em constante atividade apresentando intensas atividades sísmicas. Situado próximo de uma usina nuclear e de uma região consideravelmente povoada, o vulcão costuma entrar em erupção desde o ano de 1955. Uma de suas últimas e mais fortes erupções ocorreu no ano de 2016, onde lançou rochas a quilômetros de distância. Felizmente, a usina nuclear não foi atingida, caso contrário, as consequências seriam devastadoras.

E então pessoal, o que acharam? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!

Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+