CuriosidadesEntretenimento

8 curiosidades sobre os vilões da Disney

0

Dentre as características principais dos filmes produzidos pela Disney está a presença de personagens icônicos e as histórias marcantes, repletas de emoção. Muito falamos sobre os mocinhos das animações, mas sem os vilões, os ditos heróis não passariam de pessoas comuns.

Apesar de arquitetarem planos com a intenção de prejudicar ao próximo, os vilões da Disney são bem queridos e aceitos pelo público, tanto que alguns chegaram até a ganhar o seu próprio longa metragem solo.

Os estúdios produziram também um filme exclusivo, no ano de 2002, unindo os vilões. Intitulado como “Os Vilões da Disney“, a trama exibe a união dos antagonistas, na tentativa de dominar a casa do Mickey para convertê-la no lar dos vilões.

O que acontece é que, por muitas vezes, as pessoas não buscam entender o lado dos malvadões, conhecer a história e a trajetória de vida que os levaram a ser como são atualmente. Por este motivo, trouxemos uma lista com fatos interessantes sobre estes personagens.

8 fatos interessantes sobre os Vilões da Disney

Foto: UOL

1. Rainha Má – Branca de Neve

O verdadeiro nome da madrasta da branca de neve é Grimhilde. A personagem foi inspirada e baseada na aparência de uma atriz hollywoodiana famosa entre as décadas de 1930 até o início de 1970.

2. Gaston – A Bela e a Fera

Gaston foi o primeiro vilão do sexo masculino a ser criado pelos estúdios Disney. O antagonista do filme A Bela e a Fera foi criado na década de 90, mais precisamente no ano de 1991. Outra curiosidade envolvendo Gaston é que no conto original, datado do século 18, o personagem não existia, sendo criado pelos produtores responsáveis pela animação. O conto “A Bela e a Fera” foi escrito por uma mulher chamada Gabrielle-Suzanne Barbot de Gallon de Villeneuve.

O falso mocinho da trama “Frozen: Uma aventura congelante”, é o mais novo entre todos os vilões, com apenas 23 anos de idade. Até a sua criação, o antagonista mais novo dos estúdios Disney era Gaston, do filme “A Bela e a Fera”, com 25 anos de idade.

Quando criado, a intenção dos animadores era a criação de um personagem engraçado, que não fosse mal, e que apenas servisse como “obstáculo” no caminho do protagonista Peter Pan. Mediante a certeza de sua boa reputação e personalidade cativante perante ao público, o criador do mundo Disney, Walt Disney, solicitou aos criadores e animadores que o Capital Gancho continuasse vivo após o final do longa metragem.

5. Mãe Gothel – Enrolados 

Gothel é a personagem responsável por raptar, manter presa e enganar Rapunzel quanto à sua verdadeira história e filiação. A intenção por trás das ações é se aproveitar da garota e de seus cabelos mágicos para não envelhecer e revelar sua verdadeira idade. Após ter sua farsa descoberta, a protagonista descobre a verdade sobre suas origens. O fator de relevância e curiosidade aqui é que Gothel é a única vilã, desde a criação dos estúdios Disney, a morrer de velhice.

6. Cruella De Vil – 101 Dálmatas

Cruela De Vil é, com toda certeza, uma das personagens mais icônicas entre todas as criações dos estúdios Disney. Seu sucesso foi tão grande que a vilã possui seu próprio filme solo e também é citada na franquia “Descendentes”, sendo mãe de um dos personagens principais da trilogia. De acordo com um ranking elaborado pelo Instituto Americano de Ciências (AFI), De Vil ocupa a 39ª posição no escala dos 50 maiores vilões de todos os tempos.

8. Lady Tremaine – Cinderela 

A ideia central do projeto de animação era fazer, de forma proposital, com que a madrasta de Cinderela parecesse o mais amedrontadora possível, de forma que até suas expressões passassem um ar medonho. Para que o objetivo fosse alcançado, os animadores usaram de todas as tecnologias existentes na década de 40 para que o resultado final ficasse o mais realista.

Fonte: UOL

Os dinossauros mais bizarros da pré-história

Matéria anterior

30 ditados populares e seus significados

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos