• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

8 erros graves que você nunca reparou nas séries da Marvel/Netflix

POR Ana Monteiro    EM Fatos Nerd      27/11/17 às 17h06

A Disney tem planos de possuir o seu próprio serviço de streaming, mas até então as séries de seus heróis são disponibilizados na Neflix. Até quando essa parceria funcionará? Mistério. Essas séries dão chance a personagens populares da Marvel que não teriam chances de ganhar filmes no Universo Cinematográfico da editora. Até então, todas as séries lançadas foram um sucesso e deixaram os fãs pedindo por mais, porém nem tudo é perfeito e alguns episódios possuem erros graves.

Referências erradas? Alguém que não deveria estar na cena roubando espaço? Furo de roteiro? Falta de tomada válida na hora de montar? Confira alguns dos absurdos cometidos nas séries da Marvel e da Netflix.

1 - Buda

Referências.. Quem não adora uma boa? Punho de Ferro, porém, cometeu um grave engano ao tentar citar uma fala de Buda. No primeiro episódio da série, Snow gives way, Danny Rand afirma que a frase "seu propósito na vida é encontrar propósito" foi dita por Buda, o que é completamente falso. Isso se trata de uma paráfrase de uma tradução errada. A tradução de Anne Bankroft de Dhammapada é a origem de todo equívoco. A tradução precisa da fala de Buda é "Deixe um não negligenciar o próprio bem-estar por causa de outro".

2 - A trilha de sangue

Por tratar de um personagem cego, as cenas de luta da série Demolidor ocorrem no escuro, o que facilita também para os erros de continuidade serem menos visíveis. Porém, no episódio Speak of the Devil, o nono da primeira temporada, Nobu Yoshioka arrasta Demolidor pelo chão deixando um rastro de sangue. No próximo momento, todo o sangue já sumiu.

3 - Câmera no quadro

Um plano de cada vez, Netflix... Um plano de cada vez. Se você seguisse essa dica simples, esse item não estaria aqui. Quando se ajusta o contraste da tela no episódio AKA 99 Friends, de Jessica Jones é possível ver um câmera no quadro que não deveria estar ali. Em condições normais é quase imperceptível ver o homem ali, mas sempre tem um fã mais detalhista que consegue enxergar numa cor diferente no meio da escuridão

4 - Não pisque!

Em tese, Jessica Jones é a única pessoa capaz de resistir aos comandos de Killgrave, mas outra pessoa também mostrou conseguir. Brincadeiras a parte, esse erro foi por conta de um erro na tomada escolhida para montar a série. No episódio AKA WWJD, Killgrave ordena que um casal de idosos não pisque até Jessica retornar. Quando o homem começa a falar francês é possível vê-lo piscar, desobedecendo o comando. Estava difícil fazer outra tomada dessa cena em que ele não piscava? Pelo menos não estamos em Doctor Who, outra série que David Tennant atua, em que algo fatal ocorreria se ele desobedecesse um "NÃO PISQUE!".

5 - Walkie Talkies

Você sabe como um walkie talkie funciona? Demolidor não. No episódio Condemned, o herói conversa com Kingpin através dessa tecnologia e mostra que a liberdade artística foi longe demais. Os dois personagens conversam num ritmo acelerado como se estivessem num telefone, o que claramente não é verídico. A comunicação através de rádio é bem mais lenta e cada um envia uma mensagem e espera por uma resposta por alguns segundos. Porém, essa cena é um momento tão intenso que ninguém se atentou a isso.

6 - Problemas com tecnologia

No décimo episódio de Luke Cage, Take It Personal, o herói e Claire examinam o conteúdo de um USB com os dados de Reva. Existem dois erros nessa cena, o primeiro é de continuidade: o pendrive entregado a Luke por Jessica Jones em episódios anteriores era amarelo e brilhante e aparece completamente diferente nessa cena. Outro problema é um furo de roteiro: em Jessica Jones o conteúdo dessa mídia era acessível para qualquer um, mas em Luke Cage existe uma senha de segurança.

7 - China?

No episódio oito de Punho de Ferro, The Blessing of Many Fractures, o herói e Claire viajam para Anzhou, na China. Porém, as cenas não foram filmadas nessa localidade! Todo o ambiente que, em tese, fica no oriente, é na verdade Staten Island. Que vergonha... Já pensou se eles tentassem falsear todos os locais de Sense 8? A ponte que aparece na imagem é Bayonne Bridge  que liga Staten Island à Nova Jersey.

8 - Leitura

No episódio seis da segunda temporada de Demolidor, Regrets Only, Elektra lê um livro em japonês na direção errada. Enquanto aqui no ocidente o sentido da leitura é da esquerda para direita e passamos as páginas da esquerda para a direita, no Japão o processo é o contrário. A leitura do japonês é feita da direita para esquerda e as páginas se passam da direita para a esquerda. Outra leitura feita de forma errada na série é do próprio Demolidor, que usa as duas mãos e vários dedos para ler braile, sendo que a leitura é feita com apenas um dedo.

Que outro erro você já percebeu nessas séries? Conta pra gente nos comentários!

Próxima Matéria
Ana Monteiro
Lok'tar ogar! For the Horde! Cresceu com um Mega Drive, um Super Nintendo e muitos desenhos animados. Jornalista, especialista em cinema, violinista, entusiasta de narrativas de fantasia e presença garantida em mesas de RPG. Muito tsunderismo em apenas 1,54 de altura.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+