Fatos Nerd

8 filmes não americanos de super-heróis que você precisa dar uma chance

0

Com o Universo Estendido DC e o Universo Cinematográfico Marvel produzindo dezenas de filmes de super-heróis, fica difícil tirar o foco dessas duas empresas. Só neste ano, houve Liga da Justiça, Mulher Maravilha, Homem-Aranha: De Volta ao Lar, Thor: Ragnarok, e outros filmes da antiga 20th Century Fox. Mas, saindo do mundinho Marvel e DC, existe um universo gigantesco de filmes além das produções americanas.

Inclusive, os cineastas americanos deveriam assistir esses filmes para pegar algumas dicas. Separamos 8 filmes não americanos de super-heróis que você precisa dar uma chance. Confira:

1 – Dredd: O Juiz do Apocalipse (2012)

Quase 20 anos depois dos Estados Unidos lançarem a adaptação do quadrinho britânico de Judge Dredd (1995) com Sylvester Stallone, um filme bem mais interessante foi lançado: Dredd (2012). Sem tentar forçar muitos elementos complexos, o diretor Pete Travis fez uma história leve e divertida, nesta produção britânica/sul-africana.

2 – Valerian e a Cidade dos Mil Planetas (2017)

O cineasta francês Luc Besson produziu Valerian e a Cidade dos Mil Planetas (2017) através de um financiamento coletivo. O longa não foi muito popular quando lançado, mas teve muitos elementos bons. Os efeitos visuais eram lindos e o filme foi muito divertido. Além disso, conta com um elenco conhecido: Rihanna, Cara Delevingne, Ethan HawkeDane DeHaan.

3 – Barbarella (1968)

E não é apenas Hollywood que explora os filmes de super-heróis há anos. Barbarella foi lançado em 1969 como adaptação de uma série de quadrinhos francês do início dos anos 1960. Foram o produtor italiano Dino De Laurentiis e o diretor francês Roger Vadim que decidiram dar vida as aventuras de Jane. Barbarella pode não ser a melhor adaptação de quadrinhos, mas com certeza é um dos filmes de ficção científica mais influentes de todos os tempos.

4 – Ra.One (2011)

Que tal sair um pouco da sua zona de conforto? Ra.One (2011) é uma produção indiana, e, por mais ridícula que pareça, funciona perfeitamente como um filme de super-herói. A história gira em torno de um novo videogame que tem a capacidade de entrar no mundo real, e quando o vilão escapa, as coisas ficam bizarras.

5 – Turbo Kid (2015)

Com o cenário em 1997, Turbo Kid (2015) tem uma história com aventuras bizarras. Neste filme canadense/neozelandês, a sociedade vive em uma região deserta pós-apocalíptica em uma história que consegue capturar a imaginação como nenhum outro filme do gênero.

6 – As Múmias do Faraó (2010)

Muitas produções de filmes de super-heróis erram na quantidade de aventura. Este não é o caso de As Múmias do Faraó (2010). Como uma adaptação francesa de Luc Besson o longa teve um resultado fantástico. Adele Blanc-Sec é uma aventureira no século 20, tentando lidar com um dinossauro desenfreado. A versão cinematográfica conseguiu capturar perfeitamente a essência dos quadrinhos.

7 – Defendor (2009)

O filme Defendor retrata a vida de um homem comum que acredita ser um super-herói e deve combater o crime no mundo real. Com um elenco de peso – Woody Harrelson, Kat Dennings, Elias Koteas e Sandra Oh – a narrativa é simples e agradável. Escrito e dirigido por Peter Stebbings, o filme também examina o lado da saúde mental, à medida que as pessoas questionam a sanidade do protagonista que se veste de herói. Defendor é uma produção canadense.

8 – Krrish 3 (2013)

Esta franquia indiana é sobre um menino curado por um alien que consecutivamente desenvolve superpoderes. A série de filmes provou ser um grande sucesso em Bollywood, gerando vários desenhos animados, quadrinhos e videogames. O quarto filme da sequência, Krrish 4, será lançado em 2018Hrithik Roshan interpretará o herói e o antagonista desta vez.

Já assistiu algum desses filmes? Deixe nos comentários e compartilhe a matéria.

7 histórias de mulheres incríveis que são exemplos de superação

Matéria anterior

Essas são as características comuns das pessoas que vivem mais de 100 anos

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos