8 pessoas que fizeram cirurgias nelas mesmas e sobreviveram

POR Fatos Desconhecidos (Acervo)    EM Ciência e Tecnologia      14/09/15 às 15h16

Os procedimentos cirúrgicos sempre oferecem riscos ao paciente, mesmo que pequenos. Alguns são bastante arriscados e outros bem simples, tudo depende das circunstâncias e das condições de quem passa por eles. Se você já precisou fazer uma cirurgia ou conhece alguém que fez, sabe bem como é.

Se em condições ideais e com profissionais realizando a operação, ela pode ser complicada, imagina quando só há uma pessoa responsável por ela. Pior ainda, imagina se essa pessoa for o próprio paciente. Bastante complicado, não acha?

Pois foi exatamente o que aconteceu com algumas pessoas, que fizeram cirurgias em si próprias. Os procedimentos não foram os melhores do mundo, mas garantiram que elas sobrevivessem. Confira a seguir a história desses incríveis sobreviventes:

1 - Cirurgia na cabeça

bisturi

Um homem chamado Dwain Willians não apenas fez uma cirurgia em si mesmo, como gravou tudo o colocou no Youtube. O homem tinha um tumor na região frontal da cabeça, logo abaixo da pele. Ao invés de procurar um médico, ele mesmo tentou retirá-lo, mas acabou não conseguindo concluir a extração.

Se você ficou curioso para ver como ele fez isso, pode assistir o vídeo clicando aqui. Mas cuidado! Ele não é muito recomendado para quem tem estômago fraco. As imagens de Willians cortando a própria pele e tentando retirar o tumor são bastante fortes.

2 - Alguns parafusos a menos

para

Um jovem norte-americano de 22 anos teve uma placa e seis parafusos implantados em seu tornozelo depois de se machucar em um incidente. Até aí os procedimentos foram realizados por profissionais preparados, no entanto após algum tempo com os parafusos, o homem decidiu retirá-los sozinhos.

Cansado de ficar na fila de espera para retirá-los em um hospital, ele tomou cinco doses de uma bebida forte, usou água quente para esterilizar uma faca, agulhas e uma chave de Allen e retirou cinco dos seis parafusos sozinho. O jovem usou as cicatrizes da cirurgia para se guiar e encontrar os objetos. Depois de tudo, ele ainda costurou os cortes. Apesar dos sérios riscos de infecção e de prejudicar seriamente o membro, ele ficou bem.

3 - Auto-castração

tt

Outro jovem de 22 anos decidiu fazer uma cirurgia em si mesmo nos anos 1970. Se você achou o caso acima impressionante, espere té conhecer esse. Ele decidiu que deveria tirar muito mais do que alguns parafusos. Depois que dois pedidos para realizar duas orquiectomias (ou seja, retirar testículos e o cordão espermático) foram negadas em hospitais diferentes, ele decidiu tomar providências.

O homem fez um grande corte em seu abdome e fez o precedimento por conta própria, a auto-castração durou cerca de oito horas. O jovem procurou um hospital em seguida, com uma lista de instruções sobre o que os médicos deveriam fazer para tratar a ferida.

4 - Trepanação

trepanação

Trepanação é considerado um dos tipos de cirurgia mais antigos do mundo, o método consiste em perfurar o crânio. Depois que um amigo contou que havia feito uma trepanação em si mesmo e se sentia melhor, Amanda Feilding, uma mulher de 27 anos, decidiu que também faria.

Ela usou uma broca dentária para perfurar o próprio crânio e colocou um par de óculos para que o sangue não atingisse os olhos. Depois de sobrevier ao procedimento, Feilding começou uma campanha pró-trepanação, visando até mesmo criar fundos para pesquisar esse tipo de cirurgia.

5 - Retirando balas

balas

No século XVII, uma norte-americana chamada Deborah Sampson se fingiu de homem para servir ao Exército Continental pelo estado do Massachusetts, na linha de frente. Após ser atingida com uma bala na coxa, Sampson fugiu do hospital para que os médicos não descobrissem o seu verdadeiro sexo. Ela mesmo retirou as balas com um canivete.

Após retornar à batalha, a mulher foi novamente alvejada com tiros, mas dessa vez ela não teve tempo de fugir. Um médico cuidou dos seus ferimentos e descobriu o seu segredo. Ela não pode mais retornar ao campo de batalha, mas recebeu uma pensão do exército, como acontecia com os homens que paravam de lutar.

6 - Pedras nos rins

rins

Só quem já sentiu a dor que as pedras nos rins causam, vai entender o que levou Johannes Lethaeus a realizar uma cirurgia no próprio corpo para extraí-las, no século XVII. Como os cálculos renais de Lethaeus eram muito grandes e não saíam pelo método tradicional, ele decidiu eliminá-los por conta própria.

Ele abriu o próprio períneo com uma faca e extraiu os cálculos com os dois dedos. Depois disso, um médico local foi chamado para costurar a ferida. Imagine como ele estava se sentindo para chegar a esse ponto.

7 - Remoção do apêndice

me´dico

Evan O'Neill não era um amador, mas sim um cirurgião profissional. Ele decidiu provar que conseguiria remover o próprio apêndice, e conseguiu. Aplicando apenas uma anestesia local na área, Kane removeu oórgão. O procedimento foi um sucesso e anos depois o médico decidiu que também tiraria a própria hernia.

8 - Cesariana

grávida

Você já deve ter ouvido falar de algumas mulheres que deram à luz aos filhos sozinhas, no entanto isso costuma acontecer quando a mulher tem o bebê em parto normal. No entanto, Ines Ramirez Perez foi mais longe e fez uma cesária em si mesma para ter o filho.

A mais de 100 quilômetros do hospital mais próximo, ele entrou em trabalho de parto, mas o bebê não saía. Foi então que ela decidiu se cortar para tirar a criança. Após dois cortes em locais errados, ela finalmente conseguiu retirar o filho do seu ventre. Depois disso, pediu que o filho mais velho chamasse uma enfermeira par que ela a costurasse. A mãe e o bebê sobreviveram.

 

Fatos Desconhecidos (Acervo)
Acervo, matérias feitas antes do ano de 2015.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+