Fatos Nerd

8 tipos de magias mais poderosas do universo Harry Potter

0

É claro que, em um universo mágico tão brilhante como o de Harry Potter, não poderiam faltar magias poderosas para enriquecer o enredo. J. K. Rowling criou um arsenal de feitiços e poções impressionantes. Grande parte destas magias, inclusive, são lecionadas pelos professores de Hogwarts. Desde as mais simples, como herbologia, até as mais complexas como poções avançadas e dificílimas, os bruxos e bruxas precisam aprender como lidar e executar essas magias.

Mas, com tantos feitiços presentes na saga de Harry Potter, fica difícil saber quais são as mais eficazes. Decidimos tentar e separamos 8 tipos de magias mais poderosas do universo Harry Potter. Confira:

1 – Poções

As poções podem ser usadas para substituir outras formas mágicas. O objetivo é misturar líquidos mágicos combinados com ingredientes em um caldeirão. Mas, uma das coisas mais úteis sobre este ramo da magia é que, uma vez feita, ela permite que qualquer bruxo (independentemente do nível de habilidade) utilize aquela magia. Assim, as poções tornam as magias mais elaboradas, acessíveis até para aqueles que não são particularmente talentosos. Em Hogwarts, poções é uma das matérias mais importantes ensinadas. Existem poções muito poderosas – como a de amor e venenos – que são cuidadosamente regulamentadas.

2 – Transfiguração

Transfiguração é um ramo complexo da magia. O objetivo não é apenas mudar um objeto, mas transformar o que ele essencialmente é, através da alteração da estrutura molecular do mesmo. Desde transformar um rato em uma xícara, a transfiguração também engloba a transformação de um bruxo em Animago sem uso da varinha.

3 – Aritmância

Muitos fãs de Harry Potter não sabem muito bem o que é a aritmância. Bom, a magia utiliza números e adivinhação, geralmente para prever o futuro. Contudo, o poder real da aritmância é a conexão com as criações de novos feitiços. Você acha que os alunos de Hogwarts não sofrem com a matemática? O ramo da magia é uma das matérias do terceiro ano da escola, e inclui decifrar gráficos com números complexos.

4 – Alquimia

Alquimia não é uma matéria obrigatória em Hogwarts, mas pode ser uma opção para os alunos do sexto e sétimo ano. Então dá para imaginar a complexidade desta magia. Vinculada intimamente a poções e a transfiguração, a alquimia é o estudo dos quatro elementos básicos e da transmutação da matéria. Mas lembre-se, nunca tente reviver a sua mãe se não tiver algo equivalente para dar em troca.

5 – Legilimência/Oclumência

Legilimência é a capacidade mágica de ler mentes, entrar na mente de outro humano para descobrir suas verdadeiras intenções ou descobrir memórias. Já a oclumência é o oposto disso. Ela tem como objetivo a defesa mágica da mente contra as invasões externas como, por exemplo, bruxos experientes em legilimência. Lembra quando Harry pegou umas aulinhas de oclumência com Severo Snape para se proteger de Voldemort? Exatamente. Ninguém gosta de ter as mentes lidas pelos outros, não é mesmo?

6 – Feitiço sem Varinha

Como podemos ver em Harry Potter, a maioria dos bruxos precisam usar uma varinha, outra ferramenta similar ou palavras exatas para executar um feitiço corretamente. Entretanto, alguns bruxos poderosos e disciplinados conseguem realizar magias específicas sem o uso desses elementos – o chamado Feitiço sem Varinha. Em duelos e batalhas, é impossível saber o que o adversário que utiliza de Feitiço sem Varinha está planejando fazer, tornando esta magia rara, mas extremamente poderosa.

7 – Vira-Tempo

A habilidade de alterar o tempo é uma das formas mágicas mais poderosas que existem. Ela é fortemente regulada pelo Ministério da Magia. O Vira-Tempo é um relógio usado para viagem no tempo, que se assemelha a um colar. Claro, existem bruxos que utilizam o objeto para alterar detalhes pequenos, como a Hermione fez em Prisioneiro de Azkaban. Mas as consequências disso em grande escala são avassaladoras, como foi mostrado em Criança Amaldiçoada.

8 – Magia negra

A magia negra é o uso de qualquer outro ramo da magia para fins obscuros. Essa forma de magia transforma esses feitiços em ferramentas para machucar – ou até mesmo matar – outras pessoas. Ela é um dos ramos mais poderosos de magia, principalmente porque os bruxos que a utilizam não se preocupam com as limitações e segurança dos outros. Dentro dela, estão incluídas os três feitiços proibidos e muitos outros perigosos, como as horcruxes.

E aí, qual das magias você acredita ser a mais poderosa? Deixe nos comentários e compartilhe a matéria.

7 histórias de assombrações envolvendo a Casa Branca

Matéria anterior

7 filmes da Marvel que quase foram arruinados pelos péssimos finais

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos