9 guloseimas que são mais antigas do que você imaginava

POR Júlia Marreto    EM Curiosidades      17/02/17 às 13h27

Quando você vai ao supermercado com certeza passa em frente aquelas prateleiras de salgadinhos e guloseimas e sente o sabor dessas maravilhas industrializadas só de olhar a embalagem. Mesmo sabendo que esses não são, nem de perto, os alimentos mais saudáveis a serem consumidos, existe algo que nos faz querer sempre mais e mais.

E, querendo ou não, por vezes nos entregamos a esses desejos de saboreá-los, na velocidade de um velociraptor. É importante lembrarmos que não temos o intuito de criticar, julgar, muito menos impor verdades absolutas. Nosso objetivo é único e exclusivo de informar e entreter.

Por isso, o conteúdo dessa matéria se destina a aqueles que se interessarem e/ou identificarem. Nós aqui da redação da Fatos Desconhecidos já falamos algumas vezes sobre assuntos semelhantes, e você pode conferir algumas dessas matérias, como:

20 imagens comidas que vão enlouquecer quem tem tripofobia; 16 imagens que mostram a diferença de comida de rico e de pobre nos aviões; 10 coisas mais nojentas e absurdas que já foram encontradas em comida; 4 comidas de Fast-food que você pode fazer em casa; 9 ingredientes terríveis que você não sabia que estavam na sua comida.

E foi pensando em como algumas guloseimas que estamos acostumados a comer hoje em dia são feitas e mais, há quanto tempo elas existem é que selecionamos essa listinha com 9 guloseimas que são mais antigas do que você imaginava. Confira:

1 - Marshmallows

Os marshmallows tem uma história muito mais antiga do que você imagina. Eles datam de mais ou menos o Egito Antigo, sendo frequentemente utilizados para aliviar dores de garganta - uma ótima desculpa para comer essas delícias -, completados com adoçantes como o mel, para ajudar na melhora. No século 19, confeiteiros franceses misturaram as coisas, repaginando o marshmallow medicinal nessa perdição que conhecemos hoje. Em 1948, o processo de extrusão tornou possível a produção do marshmallow em ambientes automatizados, graças às maquinas que lhe deram formatos cilíndricos.

2 - Gelatinas

[caption id="attachment_150032" align="alignnone" ] Jellies[/caption]

A gelatina, além de ser saborosa por ela mesma, é um ingrediente chave muito utilizado para moldar os mais diversos tipos de sobremesa. Sua origem vem da era vitoriana, quando era servida como uma sobremesa quente. Por sua complexidade de preparo, só se tornou popular em 1845, quando Peter Cooper patenteou a gelatina em pó. Com novos sabores sendo adicionados ao longo do tempo.

3 - Bolinhos recheados

Também conhecidos como "O bolo esponja dourado com recheio cremoso" - ou simplesmente, aquele tipo "Ana Maria" - foi inventado em 1930, quando o padeiro industrial James Alexander Dewar teve a ideia de usar máquinas de recheio em outros tipos de delícias. O primeiro bolinho foi recheado com creme de banana, embora o racionamento de banana durante a Segunda Guerra Mundial forçasse a mudança para o creme de baunilha, que acabou se tornando um dos recheios oficiais. No Brasil, sendo muito comum o de chocolate.

4 - Salgadinhos

Embora fritos, eles ainda não atingiram seu centésimo aniversário, ainda são pioneiros da tecnologia de salgadinhos chips. O obcecado por chips de milho, Elmer Doolin, comprou a receita de um colega em San Antonio (Texas - EUA), por volta dos anos 1930. Doolin estava particularmente interessado em encontrar um chip que não ficasse velho demais e começou sua produção em massa em 1932. Ele conhecia seus lanches, também criando o Cheetos.

5 - Batatas chips

Sendo, provavelmente, a mais antiga da marca Lay's - que passou por um grande número de mudanças de nome ao longo de sua existência, desde Lay Lay Company Lay Lingo até HW Lay Lingo & Company - foi a que introduziu no mercado o clássico chips em 1932. A invenção do processador de batatas contínuo em 1942 permitiu que os chips fossem produzidos em quantidades massivas, empurrando o império de chips ao infinito e além. No Brasil, apesar de também existir a Lay's, a mais comum no mercado e conhecida por todos é a Ruffles.

6 - Pipoca caramelizada

As raízes da pipoca caramelizada podem ser rastreadas até a Chicago de 1871, quando um imigrante alemão, Frederick William Rueckheim começou a cozinhar e vender suas próprias pipocas. A lenda diz que Rueckheim e seu irmão Louis introduziram essa guloseima ao público em 1893, na Feira Mundial de Chicago, embora exista nenhuma evidência real dessa afirmação. Ainda assim, em 1896, a pipoca caramelizada começou a ser produzida em larga escala.

7 - Pipoca

O que seria da pipoca caramelizada se não existisse a pipoca? Pois bem, historiadores sugerem que a pipoca data de, mais ou menos, 5.600 anos atrás. Relativamente plausível, já que para se fazer pipoca são necessários milho e fogo.

8 - Oreo

O primeiro Oreo foi fabricado em 1912, na fábrica Nabiscom em Nova York (EUA). Esse biscoito recheado só foi criado para competir com outro biscoito da mesma companhia, chamado Sunshine's, criado em 1908. O biscoito Oreo pode ser considerado um avô da Passatempo.

9 - Pretzels

Sem muita visibilidade em vários lugares do Brasil ainda é válido colocar essa maravilha em nossa lista. Os pretzels são considerados o mais antigo "lanche" do mundo. Historiadores de Pretzels - sim, eles existem - afirmam que o antecessor do pretzel moderno foi feito pela primeira vez no século 6, por um monge italiano, um esperto padeiro que os usou como compensação para os participantes mais jovens da igreja. Talvez seja por isso que a palavra Pretzel venha do latim pretzola, que pode ser traduzida como "pequena recompensa".

E aí pessoal, vocês já sabiam dessas histórias? Quais outras guloseimas vocês gostariam de saber a história? Encontraram algum erro na matéria? Ficaram com dúvidas? Possuem sugestões? Não se esqueçam de comentar com a gente!

Júlia Marreto
É a dona de um coração esculpido pela literatura e preenchido pelos bons vinhos de Baco. Guiada nas artes da vida por Ares, possui a discreta delicadeza de um elefante pulando carnaval numa loja de cristais! Movida diariamente pelo combustível da vida: o café, essa garota possui raízes profundas na poesia da vida. É muito séria, mas sabe brincar na hora certa. Ama os animais e detesta filme de terror. Apesar de cantar mal, canta com sentimento. E adora musicais! Sua principal tentativa desportiva é o baralho. Ela gosta mesmo é de coisas antigas, apaixonada pela vida e sonha com o universo. Instagram: juliamarreto

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+