Entretenimento

9 maneiras surpreendentes de descobrir se uma pessoa está mentindo

0

Segundo o perito em detectar mentiras e professor do Behavior Analysis Training Institute, “mente aquele que diz que não mente”. 

Em muitos casos policiais é fundamental sempre ouvir a verdade. O polígrafo (detector de mentiras) mede a pressão arterial, batimentos cardíacos, temperatura do corpo e dilatação da pupila para dizer que uma pessoa está mentindo ou não. Castilho diz que para se descobrir que alguém está mentindo é preciso analisar os sinais emitidos pelo corpo da pessoa, tal tarefa pode ser feita até mesmo por uma pessoa comum, se souber exatamente o que ela precisa prestar atenção.

“Quando conversamos, sempre mantemos um padrão. Pode falar rápido, devagar, alto ou baixo, mas sempre no mesmo padrão. Quando uma pessoa começa a mentir, esse padrão muda”, explicou. Ainda de acordo com o perito, o cérebro entre em um processo de criação. “Um exemplo é quando a namorada pergunta ao namorado: ‘você saiu ontem á noite?’ e ele, mesmo entendendo a pergunta, responde:’ oque?'”. Essa pausa é o tempo que o cérebro encontrou para pensar em uma resposta.

Bom, pensando nisso, nós do Ultra Curioso, trouxemos para nossos leitores algumas maneiras surpreendentes de descobrir se uma pessoa está mentindo ou não:

1 – Desviar o olhar

Quando uma pessoa conta uma mentira, na maioria dos casos tem dificuldade em manter o contato visual com naturalidade, de acordo com o psiquiatra e diretor do Instituto de Neurolinguística Aplicada, Jairo Mancilha.

2 – Piscar

“Mentirosos tendem a dar piscadas mais longas”, afirma Castilho. Isso pode ser um efeito inconsciente, o cérebro em uma atitude de recusa ao que a pessoa está afirmando, provoca piscadas em que os olhos permanecem fechados por mais tempo que o normal.

3 – Voz

“O tem da voz perde a congruência, a voz não fica tão firma, pode ficar trêmula, cortada e sem fluidez”, afirma Mancilha. O tom da voz pode ficar abaixo do corretor e a fala é projetada para dentro.

4 – Mãos

Quando nosso organismo entre em uma situação de alerta, por nervosismo ou ansiedade, a temperatura periférica tende a cair. Por esse motivo, quando uma pessoa está mentindo pode ficar com as mãos e pés gelados, além de trêmulas e agitadas.

5 – Mãos nos bolsos

Quando uma pessoa se encontra com as mãos nos bolsos, pode significar que ela pode estar escondendo algo, de que está fechada a dar ou receber informações, afirma Castilho. As palmas das mãos abertas e viradas para a pessoa com quem se fala já indica um sentimento muito mais tranquilo e confortável.

6 – Coceiras

O nosso cérebro recusa a história que falamos e provoca alguns estímulos que podem levar a mão á boca, ouvidos e cabeça. “É como se o cérebro transmitisse ‘eu não quero falar isso’, então a mão vai a boca, ‘eu não quero ouvir isso’, a mão passa pela orelha. explicou Castilho.

7 – Fala

“Quem está mentindo dá mais rodeis, muitos justificativas, fala demais”, afirma Mancilha. Quando uma pessoa, que não é muito comunicativa começa a demorar demais para chegar ao objetivo da conversa, existe uma boa chance da história ser mentira.

8 – Pele

Quando uma pessoa está aparentemente nervosa, pode alterar a cor e a aparência de sua pele. “A pessoa pode ficar mais vermelha ou mais pálida”, disse Mancilha.

9 – Olhar fixo

Pessoas que sabem de que o desvio do olhar é visto como um sinal de mentiras, pode fixar exageradamente seus olhos com os dos outros. “Pessoas verdadeiras tentam transmitir a verdade, as mentirosas precisam convencer o outro a acreditar na história criada”, afirmou Castilho.

E ai, o que acharam da matéria? Comenta ai e não se esqueça de compartilhar com os amigos, lembrando que seu feedback é sempre muito importante.

5 coisas básicas que incrivelmente a ciência não pode explicar

Matéria anterior

O que aconteceria com a Terra se houvesse uma guerra nuclear?

Próxima matéria

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.