A cidade bíblica misteriosa que foi encontrada dentro de um lago

POR A redação    EM Mistérios & Horror      18/09/15 às 19h04

Cientistas siberianos descobriram no fundo de um lago resquícios da civilização e da cidade Saka de 2500 anos. Os artefatos estavam em uma profundidade de 23 metros no Quiguistão. Os mergulhadores da Universidade Estadual de Tomsk dizem ter localizado um outro posto avançado 'previamente desconhecido' do mundo antigo.

A nova descoberta no lago é diferente da descoberta feita em 2007. Na época, as ruínas e túmulos de uma antiga metrópole de mais ou menos a mesma idade foram encontradas no local. Foram encontrados aproximadamente 200 artefatos desta cultura há muito tempo perdida.

Dezenas de artefatos foram retirados do lago para estudo. Um pedaço de um grande pote de cerâmica encontrado no lago tem um selo sobre ele escrito em armênio e sírio, o que, se confirmado, dá credibilidade à teoria de que um monastério armênio funcionava nesse local nos tempos medievais.

24

Uma versão intrigante dessa história é que este lago remoto foi o último lugar de descanso do evangelista Mateus, um dos 12 discípulos de Jesus. A descoberta pode apoiar a teoria de que um monastério armênio existiu ali para proteger o corpo do apóstolo da ação de vândalos.

Dmitry Gorn, diretor da expendição de mergulho em Tomsk disse que o fragmento encontrado era" verdadeiramente único ". "Os especialistas estão trabalhando na identificação dos escritos sobre os selos, mas é provável que ele seja armênio-sírio", disse ele.

"Se isso se revele correto, será mais uma prova de que havia um mosteiro armênio em Issyk-Kul no século 14, onde, de acordo com as lendas, as relíquias e restos mortais do apóstolo Mateus foram guardados.

Achados em Issyk-Kul

27

Os mergulhadores trabalharam na baía de Tup, localizada no nordeste do lago, que é a décimo maior do mundo e o segundo maior lago salino após o Mar Cáspio. A expedição foi liderada pelo Dr. Vladimir Ploskikh, do departamento de história e cultura na Universidade do Quirguizistão.

"A expedição arqueológica subaquática nos permitiu encontrar uma solução para o mistério da cultura Saka, anteriormente desconhecida. A equipe da expedição conduziu a escavação dos objetos usando uma bomba hidráulica, detectores de metais e outros aparelhos."

26

Dezenas de artefatos foram levados para a superfície. "Nós levamos mais de 200 itens entre eles, principalmente, peças de cerâmica, pedras de amolar para afiar facas, um pedaço de uma foice de bronze e muitos pedaços do templo.

"Conseguimos encontrar um jarro de cerâmica completo que supostamente pertencia a cultura Saka-Usun que provavelmente foi usado para rituais, pois foi encontrado perto de um cemitério. Muitos cristãos dizem que os restos mortais do Apóstolo Mateus estão na Catedral de Salerno, na Itália, que é dedicado ao santo. A igreja Ortodoxa, no entanto, tem uma visão diferente."

25

O diretor da expedição alega que o corpo do apóstolo Mateus, depois de uma morte cruel, foi escondido por seus fiéis seguidores e enterrado na praia de Issyk-Kul. 'São Mateus morreu na Síria. Seus seguidores, fugindo de perseguições de Roma, trouxeram as relíquias do Apóstolo para esta terra".

Um mapa do século 14 feito pelo cartógrafo Abraham Cresques é citado como apoio desta teoria. Na baía de Tup existem relatos de uma visão de uma cruz em chamas perto do local de sepultamento presumida de São Mateus.

28

A profundidade do lago - que não tem saída de água visível - tem variado consideravelmente ao longo dos séculos. Ele anteriormente não era tão profundo como é hoje o que significa que estes antigos assentamentos pode ter sido feitos, originalmente, perto da costa do lago. Nos tempos medievais, a profundidade do lago tinha cerca de 8 metros.

Em 2007, Dr. Ploskikh, vice-presidente da Academia de Ciências do Quirguistão, informou que arqueólogos descobriram os restos de uma civilização de 2500 anos no fundo do lago. Entre os achados desta descoberta anterior estavam machados de bronze, pontas de flechas, punhais, objetos descartados por ferreiros, moldes de fundição e uma barra de ouro facetada, que era uma unidade monetária do tempo. Moedas antigas também foram trazidas para a superfície do lago.

29 30 31

A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+