Curiosidades

A estátua de madeira conhecida mais antiga do mundo é sete mil anos mais velha que Stonehenge

0

Desde os primórdios da civilização, a humanidade tenta entender o passado para poder construir melhor o presente e o futuro. Por causa disso, questões levantadas sobre achados arqueológicos sempre intrigaram a ciência. E quanto mais se volta no tempo, mais lacunas existem nos registros arqueológicos.

Até porque, vários dos materiais usados pelos humanos, como por exemplo, madeira, couro, tecido, não duram e acabam sendo engolidos pela Terra. Por conta disso, é que a chamada “Shigir Idol” é uma maravilha.

Estátua

Estatua1, Fatos Desconhecidos

Essa estátua de madeira com vários rostos parecidos com máscaras foi esculpida há milhares de anos. E foi preservada durante milênios no ambiente ácido e antimicrobiano da turferia de Shigir, que fica nos Montes Urais na Rússia.

Agora, foi visto que a estátua parece ser ainda mais velha do que se imaginava. A estátua, em dez peças, foi descoberta pela primeira vez em 1890. Nessa época, ela foi considerada uma curiosidade, uma escultura na forma de totem de uma época passada.

Mas o seu verdadeiro significado só começaria a vir a tona mais de um século depois. Na década de 1990, a datação feita por radiocarbono revelou que o Shigir Idol era bem mais antigo do que se imaginava. Ela colocou a estua em torno de 9.750 anos.

Isso deixou os cientistas surpresos. Não somente pela sua preservação, mas também porque muitos especialistas achavam que o estilo da arte era sofisticado demais para ser dessa época tão antiga.

Descoberta

Estatua2, Fatos Desconhecidos

Em 2018, uma outra descoberta bombástica foi feita. A datação inicial foi feita a partir de uma amostra do lado de fora da estátua de madeira, que tinha sido submetida às condições ambientais e esforços de preservação. Então, uma equipe de cientistas fez uma nova análise, mas com uma amostra extraída do núcleo mais puro da estátua. Com isso, eles descobriram que ela tem na verdade quase 11.600 anos.

Agora, três membros da mesma equipe: os rqueólogos Thomas Terberger da Universidade de Göttingen na Alemanha, Mikhail Zhilin do Instituto de Arqueologia RAS da Rússia e Svetlana Savchenko do Museu Regional de Sverdlovsk na Rússia, estão reanalisando vários resultados de datação por carbono.

Novas análises

Estatua3, Fatos Desconhecidos

Essa descoberta mostrou que a estátua é ainda mais velha. A madeira usada na escultura parece ter aproximadamente 12.250 anos. O Shigir Idol foi feito a partir do tronco de uma árvore de larício com 159 anéis de crescimento. Isso sugere que a estátua foi esculpida há cerca de 12.100 anos. Isso é aproximadamente 500 anos antes do que a análise de 2018 mostrou.

Tudo isso sugere que a escultura foi esculpida no fim da última Idade do Gelo e no começo do Holoceno. É acreditado que ela tenha sido feita cinco mil anos antes de Stonehenge.

“O Shigir Idol foi esculpido durante uma era de grandes mudanças climáticas, quando as primeiras florestas se espalharam por uma Eurásia glacial tardia a pós-glacial. A paisagem mudou, e a arte, desenhos figurativos e animais naturalistas pintados em cavernas e esculpidos na rocha, mudou. Talvez como uma forma de ajudar as pessoas a enfrentar os ambientes desafiadores que encontraram”, explicou Terberger.

Por mais que não se possa saber com certeza a finalidade da escultura, a sua própria existência já sugere que existia uma apreciação pela arte e artesanato. Os pesquisadores sugerem que os caçadores-coletores, que viveram nesse período, tinham vidas espirituais ricas e complexas. E que poucos de seus objetos de arte conseguiram sobreviver à devastação do tempo.

Estudo mostra que neandertais usavam uma ferramenta bem familiar para sua higiene dentária

Matéria anterior

Site oferece US$ 1.000 para quem assistir aos 24 filmes de James Bond

Próxima matéria

Você também pode gostar

Mais em Curiosidades

Comentários

Comentários não são permitidos