A famosa 'areia movediça' realmente existe?

POR Heverton Paulo    EM Curiosidades      08/10/15 às 15h51

Como não pensar em filmes de ação e aventura sem lembrar daquelas épicas e clássicas histórias de caça ao tesouro? Nelas, normalmente um heroi (como Indiana Jones, por exemplo) e uma heroína empenham uma jornada emocionante e cheia de adrenalina atrás de um artefato sagrado perdido ou um tesouro antigo escondido em um local secreto.

Nesses filmes emocionantes de caça ao tesouro, obstáculos e armadilhas milimetricamente projetadas para matar os corajosos desbravadores costumam dar "o tom" à tensão da jornada, e uma dessas, é claro, é a famosa e fatídica areia movediça. Nas cenas em que ela "captura" alguém, parece que agonizamos junto com o azarado enquanto aquela armadilha natural vai lentamente sugando a pessoa para as profundezas de suas entranhas.

Mas a areia movediça, essa espécie de "bug" natural", existe de verdade ou foi só uma invenção de Hollywood para deixar as histórias dos filmes com mais adrenalina? É o que você vai descobrir agora, aqui na Fatos Desconhecidos.

O tipo de fenômeno da natureza conhecido como "areia movediça", um tipo de solo arenoso capaz de sugar seres vivos, é tão real quanto eu e você. Mas como ela funciona? Ela realmente pode sugar seres humanos inteiros até que eles morrem sufocados? Bem, sim e não!

areia-movedica

A areia movediça é comum em ambientes com a presença de solos arenosos e muita água, como margens de rios, lagoas, manguezais, lagunas, praias, pântanos e regiões próximas a fontes subterrâneas. Logo abaixo da superfície, a água ali contida preenche todos os espaços existentes entre as partículas que formam o solo, fazendo com que ele fique saturado.

O atrito entre os grãos dessa superfície arenosa diminui e os mesmos passam a se mover com extrema facilidade, não conseguindo sustentar nenhum tipo de peso. Então, a areia movediça pode afundar um adulto tranquilamente - enquanto ele se debate - até que ele morra, certo? Errado!

Nem tão perigosa assim!

boi

O corpo de um ser humano é menos denso do que esse meio, e por isso não afunda completamente nele. Até porque (um outro mito sobre), poços de areia movediça não são fundos como vemos em filmes. Geralmente, eles não ultrapassam um metro de profundidade.

Mas qual a melhor maneira de sair dela?

Uma coisa que os filmes não mentiram é: quanto mais debater, mais rápido afunda. Portanto, pela diferença de densidade, a tendência do corpo humano é flutuar. Basta ficar relaxado e abrir os braços para aumentar s superfície de contato e, literalmente, boiar!

Mas cuidado! Em zonas costeiras existe sim o risco de morte! Se uma pessoa ficar presa na areia movediça e não conseguir se soltar antes da alta da maré, ela muito provavelmente vai morrer afogada.

Veja abaixo o vídeo abaixo e aprenda como escapar da areia movediça se um dia, por um acaso, você tiver o azar de ficar preso nela:

Fonte: Nova Escola

Heverton Paulo
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+