Curiosidades

Adolescente desperta de coma sem ter nenhum conhecimento sobre o Covid-19

0

A pandemia ocasionada pelo novo coronavírus mudou diversos aspectos de nossas vidas. Por conta da marcante presença do vírus, inúmeras lojas tiveram que fechar as portas, hospitais ficaram lotados, escolas deixaram de ensinar, a vida boêmia ganhou um novo caráter e os mais diversos setores, que compõem o mercado de trabalho, foram remodelados. Em meio a esse cenário, existe apenas uma pessoa no mundo que não presenciou nenhuma das trágicas situações que citamos acima: um adolescente britânico, que acaba de sair de um coma de 10 meses.

O adolescente e a pandemia

Como todos sabemos, a disseminação do novo coronavírus ganhou forças em março de 2020. Foi exatamente nessa época que o mundo começou a presenciar a alta transmissibilidade do vírus. O único que esteve a par dos acontecimentos foi Joseph Flavill. O inglês, de apenas 19 anos, em tal ocasião, foi atropelado por um carro enquanto caminhava por umas das ruas de sua cidade, Burton, um município mercantil em Staffordshire.

O acidente fez com que o adolescente sofresse uma lesão cerebral traumática, o que, em pouco tempo, resultou em um coma. Felizmente, Flavill despertou agora, em janeiro de 2021 e, de acordo com o The Guardian, sem nenhum conhecimento sobre a pandemia que ainda assola o mundo. Ainda de acordo com o The Guardian, o adolescente tampouco sabe que contraiu o vírus duas vezes, desde que esteve hospitalizado – e que se recuperou bem em ambos momentos que teve contato com o novo coronavírus.

Em suma, o The Guardian explicou que a razão do jovem Flavill estar avesso a todos esses acontecimentos envolve o fato do adoslescene ainda estar em processo de recuperação. Os pais do garoto, até o momento, privaram Flavill de qualquer informação para não sobrecarregá-lo.

“Simplesmente não sei por onde começar”, disse sua tia, Sally Flavill Smith. “Há um ano, se alguém tivesse me contado o que ia acontecer no ano passado, acho que não teria acreditado. Não tenho ideia de como Joseph vai entender o que todos nós estamos passando”.

Sequelas

Quando o trágico acidente aconteceu, Flavill foi encaminhado para o hospital Leicester General. Mais tarde, o adolescente foi transferido para o centro de atendimento Adderley Green, em Stoke-on-Trent, e ali ficou até despertar-se do coma. Embora todos os membros da família do jovem estejam felizes de tê-lo de volta, os mais próximos de Flavill, assim como o próprio, têm, agora, que lidar com as sequelas que o acidente deixou.

Segundo o The Guardian, o adolescente ainda está recuperando a consciência, mas, infelizmente, ainda não consegue falar. A boa notícia é que o rapaz reconheceu tanto amigos, como familiares. Flavill pode até não se comunicar como antes, mas consegue dizer “sim” ou “não”. Ao que parece, nenhum de seus membros sofreu danos, no entanto, o jovem requer de um esforço mais do que comum para mover qualquer parte do corpo.

Ao que parece, o mais difícil no momento para Flavill é processar o fato de muitos de seus entes queridos não visitá-lo. Devido às diretrizes de distanciamento social que são estritamente aplicadas em hospitais, todas as interações devem ocorrer por meio de videochamadas.

De acordo com Smith, Flavill foi informado sobre a pandemia pela equipe médica, mas seus pais ainda não explicaram ainda o quão extenso o fato realmente é. “Tentamos mantê-lo o mais calmo possível”, disse Smith. “Nós não queremos expô-lo a uma notícia tão difícil? Quando ele realmente puder ter um contato físico conosco, aí sim explicaremos tudo o que aconteceu”.

Frozen, animação da Disney, ajuda em análise do mistério de Dyatlov Pass

Matéria anterior

O duo francês Daft Punk se separa após 28 anos de carreira

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar