Algumas pessoas podem ter 'alergia' a exercícios físicos, entenda como isso é possível

POR Gustavo Camargo    EM Curiosidades      02/04/18 às 15h40

Todos nós temos um amigo que vive correndo de qualquer situação que o leve a um esforço físico não é mesmo? Ou até mesmo você já enfrentou uma situação que foi fazer algum exercício físico e seu corpo teve reações um tanto quanto estranhas. Bom, talvez você tenha alergia de praticar exercícios.

Você já ouviu falar em anafilaxia? É uma reação alérgica que faz com que as células de alergia do corpo de uma pessoa liberem um monte de histaminas, que na grande maioria ajudam seu organismo a se livrar dos alérgenos. A anafilaxia induzida pelo exercício ocorre quando uma alergia específica, como a de uma pessoa que é alérgica a um tipo de alimento, por exemplo, é combinada a exercícios físicos.

Apenas 2% da população mundial sofre com esse problema. Nele pode acontecer coceira generalizada, inchaço nos lábios, olhos, sintomas gastrointestinais, falta de ar, chiado no peito. Quem sofre com tal reação pode chegar ao choque anafilático.

Na anafilaxia causada por exercícios pode aparecer em poucos instantes após o esforço e durar até três horas. Essa condição atinge mais os adultos. Alguns pacientes só demonstram algum tipo de sintoma depois de ingerir algum alimento específico, como o aipo, trigo ou frutos do mar. Nesses casos extremos a pessoa deve evitar a todo o custo esses alimentos. O mais recomendado é ela esperar cerca de quatro a seis horas e depois praticar o seu exercício.

Pesquisadores relataram um caso de um menino japonês de 16 anos que sofria a mais ou menos 4 anos com as reações alérgicas toda vez que se exercitava no período do inverno. Testes e exames feitos pelo garoto indicaram que a combinação de frio e exercícios causavam os sintomas.

Tratamento

exercícios

O mais aconselhável quando uma pessoa suspeita que tenha anafilaxia induzida pelo exercícios é procurar um médico. Indivíduos que sofrem desse condição rara, na grande maioria das vezes precisam carregar uma EpiPen, injeção de adrenalina que ajuda bastante a controlar os sintomas.

E aí, o que acharam da matéria? Será que você sofre dessa condição rara? Comenta aí e não se esqueça de compartilhar com os amigos, lembrando que seu feedback é sempre muito importante.

Via   Vix     Hypescience     Thisinsider  
Imagens Luciliadiniz
Gustavo Camargo
A verdade é que eu queria ser astronauta, mas na minha cidade ainda não tem a escolinha. Instagram: gustavoloopi

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+