Entretenimento

Americano deixa emprego executivo em banco e se torna ‘réptil sem gênero’

Tiamat Legion Medusa
0

O americano Tiamat Legion Medusa decidiu deixar seu emprego de alto escalão de um banco, abandonando sua carreira, a fim de seguir seu desejo de se tornar um “réptil sem gênero”. Nativo de Los Angeles, na Califórnia, Tiamat costumava se chamar Richard Hernández antes da transformação.

Para se tornar um réptil sem gênero, Tiamet teve que fazer um investimento alto. Ele gastou mais de US$ 60 mil em cirurgias e procedimentos estéticos. Na cotação atual, isso daria cerca de R$ 317 mil. Sendo assim, as modificações corporais incluem remoção de orelha, rinoplastia, procedimento para bifurar a língua e 18 implantes de chifre. Além disso, Tiamat passou por um procedimento de castração e realizou diversas tatuagens para simular as escamas de um réptil.

Em entrevista ao Sun, o americano disse que “as pessoas pensam que pessoas modificadas, especialmente aquelas que vão a grandes extremos para parecer como algo em um filme de ficção científica, são perdedoras e burras. Na minha vida passada como homem, fui vice-presidente de uma das maiores instituições financeiras do país”

Em defesa das pessoas modificadas, ele acrescentou que quer que “todos saibam que as pessoas modificadas são tão inteligentes, gentis, amorosas e boas quanto qualquer outra pessoa. Só porque eu tive minhas orelhas removidas não significa que meu cérebro saiu da cabeça e que eu sou apenas um idiota”

Tiamat Legion Medusa - réptil

Reprodução/Instagram

O processo de Tiamat se iniciou há muito tempo, na década de 90. Primeiramente, ele decidiu largar a carreira na instituição financeira e se submeter às diversas modificações em 1997, quando se deparou com um par de chifres de US$ 400, ou R$ 2.100. Na época, ele tinha sido diagnosticado com Aids e, naquele momento, isso era considerado uma sentença de morte.

“Por achar que ia morrer, comecei a modificar meu corpo ao sentir que estava correndo contra o tempo”, explicou Tiamat. Assim, ele se recuperou por completo, ao ponto do vírus ser indetectável e intransmissível.

Tiamat Legion Medusa - réptil

Reprodução/Instagram

Seu objetivo é remover as partes de si que o ofendem e isso não se aplica somente aos atributos físicos, já que Tiamat também resolveu alterar como vive sua vida, que é uma criatura parte humana e parte reptiliana, segundo o mesmo.

Modificação corporal

O mundo da modificação corporal não é pouco conhecido e nem novo. Existem várias pessoas que escolheram fazer tatuagens, colocar alargadores e piercings, entre outras práticas comuns. Assim, também existem aqueles que querem alterar os corpos de formas mais radicais, passando por cirurgias e procedimentos como Tiamat. Nesses casos, as mudanças são chamadas de modificação corporal.

No entanto, isso não é presente somente em nichos como o nicho punk. Em várias culturas, como é amplamente visto em comunidade indígenas, grupos religiosos da Índia e de vários lugares do Oriente, a prática de modificação é cultuada há séculos.

Apesar de ser presente em diversas partes do mundo e ser uma forma de se expressar esteticamente, muitas pessoas sofrem preconceito, como destaca Tiamat.

Modificadores famosos

Tom Leppard

Reprodução

Tom Leppard, o Homem-Leopardo, entrou para a história, sendo o idoso mais tatuado do mundo segundo a edição de 2016 do livro Guinness. Até sua morte, aos 81 anos de idade, ele era um ex-soldado que decidiu abandonar a carreira militar e viver na costa da Escócia.

Lucky Diamon Rich tatuado

Reprodução

Lucky Diamond Rich leva o título de pessoa mais tatuada do mundo. Para chegar a esse nível, ele teve que passar por mais de mil horas de modificação corporal. Inicialmente, Lucky tinha tatuagens coloridas, mas ele acabou cobrindo-as com a tinta preta, incluindo em sua gengiva. Atualmente, 100% do ser corpo está coberto.

Erik Sprague - réptil

Reprodução

Outro réptil é Erik Sprague, ou Homem Lagarto, que já tem 20 anos de modificação corporal e ainda pretende implantar uma cauda em seu corpo. Para levantar os fundos, ele trabalha como artista em um circo.

Fonte: Extra

Avó entra na justiça para mudar o nome do neto registrado como Lúcifer

Matéria anterior

Homem-Aranha: Tom Holland quer novo filme com Andrew Garfield

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos