• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

As 9 tradições pós-morte mais estranhas do mundo

POR Rafael Miranda    EM Mundo Afora      23/10/15 às 16h08

Quase todas as culturas fazem homenagens aos mortos. Muitas culturas usam algum tipo de vestimenta especial para homenagear os mortos, fazem banquetes e prestam homenagens ao mortos limpando seus locais de descanso e fazendo orações. A morte é uma parte da vida, faz sentido que as pessoas de todo o mundo, de todas as culturas e origens diferentes, tenham suas próprias festas para honrar aqueles que já faleceram.

A morte, na maioria dos casos, é considerada uma triste ocasião devido ao término de laços, a tristeza, sofrimento, dor emocional, depressão, solidão ou saudade que causa. A principal causa de morte humana em países em desenvolvimento são as infecções causadas por doenças.

As causas principais em países desenvolvidos são a aterosclerose (doença cardíaca e acidente vascular cerebral), câncer e outras doenças relacionadas com a obesidade e envelhecimento. Por margem extremamente ampla, a maior causa unificadora de morte no mundo desenvolvido é o envelhecimento biológico, que leva a várias complicações conhecidas como doenças associadas ao envelhecimento.

Conheça a seguir os rituais que existem pelo planeta para homenagear os mortos:

1. Dia de los Muertos (dia dos mortos), México

1

Este feriado remonta ao Império Asteca e ao longo dos séculos, foi misturado com o Dia de Finados dos católicos para se tornar uma celebração colorida dos mortos. Nesta noite, as famílias se reúnem para limpar e decorar os túmulos de seus entes queridos. Ele também é conhecido por suas decorações com esqueletos, doces e trajes elaborados, similar ao Dia das Bruxas.

2. Ari Muyang, Malásia

2

A tribo Mah Meri na Malásia, que constitui uma pequena minoria da população do país, comemora os seus mortos com um dia de dança. A data está mergulhada na tradição. Xamãs oferecem bênçãos antes da cerimônia começar para que os mortos possam descansar em paz.

3. Chuseok, Coréia

3

Chuseok é um festival de colheita que dura três dias. A data também é considerada um feriado durante o povo coreano honra os seus antepassados. A cada ano, cerca de 30 milhões de pessoas na Coréia visitam as cidades de origem de seus ancestrais para prestar a homenagem. As pessoas rezam, limpar os túmulos de seus ancestrais imediatos, e oferecem comida e bebida.

4. Pitru Paksha, Índia (e no mundo Hindu)

4

Neste dia, as pessoas religião hindu honra os seus antepassados. A tradição já acontece a mais de sete gerações nos locais onde a religião tem grande influência. O ritual tem início com as pessoas tomando banho em lagoas e rios sagrados e oferecendo orações e comida para seus antepassados ??que retornam em espírito para a noite de festa.

5. Obon, Japão

5

Este feriado budista tem sido celebrado no Japão por 500 anos. Famílias se reúnem para limpar e decorar os túmulos de seus entes queridos, e em seguida, soltam lanternas voadoras para ajudar a orientar seus espíritos. O feriado também dispõe de uma dança tradicional.

6. Santo Hungry Festival, China

6

Este festival dura um mês inteiro. Na crença tradicional, o sétimo mês do calendário lunar é o momento quando os espíritos vagam pela Terra. Para apaziguar esses fantasmas, as pessoas queimam oferendas para eles e deixam de fora alguns alimentos.

7. Pchum Ben, Camboja

7

Este é um dos festivais mais importantes na cultura Khmer. As pessoas visitam seus templos locais para rezar e fazer oferendas aos mortos. Depois, as pessoas comemoram a data com desfiles de búfalos e campeonatos de luta livre.

8. Galungan, Bali

8

Na tradição balinesa, esta é a noite em que os espíritos ancestrais voltam para suas casas. E se eles não forem bem-vindos e se divertirem, eles vão assombrar o lugar. Para evitar que isso aconteça, grandes festas são preparadas em sua honra.

9. Gai Jatra, Nepal

9

Gai Jatra é um festival que homenageia as vacas, mas também serve como um tempo para honrar os mortos. Vacas desfilam pelas ruas de Kathmandu além de diversas crianças se fantasiarem de vacas. O desfile ajuda os espíritos a serem guiados para uma vida futura.

Próxima Matéria
Rafael Miranda
Criando forças para segurar o forninho de cada dia. Instagram: @rafaelmiranda17
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+