• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Bonecas antigas colecionadas por homem escondiam um segredo terrível

POR Diogo Quiareli    EM Terror & Sobrenatural      22/02/19 às 16h45

Anatoly Moskvin era um homem inteligente. Ele falava 13 línguas, viajou de forma intensa e atuou como jornalista em Nizhny Novgorod, a quinta maior cidade da Rússia. Ele também era um autoproclamado especialista em serviços de cemitério. Ele apelidou-se de "necropolista". Sempre fanático por assuntos que as pessoas não compreendiam muito, Moskvin levou sua vida ao extremo. Tudo ficou pior no ano de 2011, quando o homem, que também era historiador, foi preso após encontrarem 29 corpos femininos mumificados em seu apartamento. A redação da Fatos Desconhecidos mostra um pouco mais desse caso para você. Confira conosco.

Anatoly Moskvin era conhecido como o maior especialista em cemitérios em sua cidade de Nizhny Novgorod, na Rússia. Ele começou sua obsessão macabra aos 13 anos, quando era colaborador em cemitérios. Ele disse que quando era criança, um grupo de homens usando terno preto o impediu de voltar da escola para casa. Eles estavam indo ao funeral de Natasha Petrova, de 11 anos. Anatoly disse que eles o forçaram a entrar no caixão e a beijar o cadáver da menina.

Moskvin disse: "Eu a beijei uma vez, depois novamente, e novamente". A mãe da garota morta colocou uma aliança no dedo dele e um anel de casamento no dedo de sua filha que estava no caixão. "Meu estranho casamento com Natasha Petrova foi útil", disse ele no artigo que publicou. É estranho, de fato. Ele disse que isso o levou a crer mais na magia e, finalmente, a ter um fascínio pelos mortos. A história é tremendamente assustadora e algumas pessoas ainda não acreditam.

Interesse

O interesse dele por beijos em cadáveres nunca diminuiu. Ele começou a vagar pelos cemitérios como um estudante de corpos. O seu interesse fez com que se formasse em estudos celtas, uma cultura cuja mitologia frequentemente usa as linhas entre a vida e a morte. Ele afirmava que ninguém conhecia os mortos melhor do que ele. Entre 2005 e 2007, Moskvin afirmou ter visitado 752 cemitérios no total. Ele tomava notas detalhadas sobre cada um deles e gostava de ouvir as histórias das pessoas lá enterradas. Ele disse que chegava a caminhar 20 quilômetros por dia em busca de informações e histórias.

Em 2009, algumas pessoas começaram a descobrir os túmulos de entes queridos profanados, às vezes, estando eles completamente desenterrados. As autoridades acreditavam que isso era feito por algumas organizações extremistas. Sendo assim, fortaleceram as unidades policiais. Quase dois anos se passaram e as autoridades ainda não tinham conseguido solucionar os mistérios. Após um ataque a túmulos de muçulmanos em Nizhny Novgorod, finalmente Moskvin foi pego. Oito policiais foram em seu apartamento e encontraram o que chocou o mundo.

O homem de 45 anos vivia com seus pais em um pequeno apartamento. Ele colecionava bonecas de vários tamanhos, inclusive algumas bem grandes. Pareciam bonecas antigas. Elas trajavam roupas finas e variadas. Algumas usavam botas de cano alto, outras usavam muita maquiagem e algumas tinham seus rostos totalmente cobertos. As bonecas eram, na verdade, cadáveres mumificados de meninas e mulheres adultas. Os policiais ficaram chocados quando se depararam com corpos humanos em formato de bonecas. Os investigadores encontraram ainda caixas de músicas dentro dos corpos das vítimas, assim era tocada uma melodia quando ele tocasse nas "bonecas". Havia ainda pedaços das lápides das garotas dentro de seus corpos.

Vídeo

E aí, o que você achou dessa história macabra? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Próxima Matéria
Diogo Quiareli
Geminiano, 24 anos, goiano.
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+