Com certeza, você já deve ter ouvido sobre a Teoria da Relatividade ou sobre Albert Einstein, seu criador. A teoria, aliás, foi uma das mais importantes para a física e todos os estudos científicos. Inclusive é lembrada como a mais importante contribuição científica para o século XX. A teoria já havia sido comentada anteriormente, mas Albert Einstein foi o primeiro a teorizar e explicar como ela funcionava.

Einstein é conhecido como um cientista que foge dos padrões que nós imaginamos. Muito já se disse, inclusive, sobre ele ser um mal aluno durante a juventude. Mas na realidade, ele era autodidata e por isso refutava as aulas. Percebe-se que a falta de atenção na escola não prejudicou em nada sua inteligência. Tanto que seu nome se tornou sinônimo de genialidade. Quantas vezes você já não ouviu alguém dizer "fulano é um Einstein?", com o intuito de elogiar o desempenho de alguém.

Apesar da genialidade, a vida de Einstein não era tão perfeita quanto suas teorias e estudos. Na verdade, muitas coisas não saíram conforme planejado em sua vida.

Teoria da Relatividade

Publicidade
continue a leitura

Mas afinal, o que era essa tal Teoria Relatividade, que foi tão importante para todo o universo da ciência? A teoria reformulou tudo que se entendia que era tempo e espaço. Como, por exemplo, que tudo é relativo. O tempo, por exemplo, passa mais devagar caso o objeto esteja em alta velocidade. Tanto que uma experiência realizada com gêmeos astronautas mostrou que isso é real! O irmão que estava no espaço envelheceu mais lentamente do que aquele que estava na Terra.

De forma geral, a teoria afirma que o conceito de espaço e tempo é relativo. Einstein também fez revelações quanto a velocidade da luz que é uma constante por todo o universo. Para mim e para você, essas afirmações parecem não fazer nenhum sentido, mas acredite isso revolucionou a ciência na época. Tanto que mesmo tendo se passado tanto tempo, a teoria não perdeu sua relevância. Fato que comprova, é que estamos aqui falando sobre ela.

Publicidade
continue a leitura

O outro lado de Einstein

Mas como nós dissemos, a vida pessoal de Einstein ia no lado oposto aos seus avanços na ciência. O homem vivia um relacionamento infeliz, tanto que mesmo antes de se separar os dois já viviam separados. E não pense que isso foi por pouco tempo. Durante 5 anos, Mileva Maric em Zurique, na Suíça. Enquanto Einstein estava em Berlim, na Alemanha. Foi apenas depois desse período que o físico se divorciou oficialmente.

O que poucos sabem também é que Einstein teve 3 filhos. Não, você não leu errado, inclusive uma que o físico rejeitou. Acontece que a criança foi fruto de um relacionamento não oficial, o que na época era um verdadeiro ultraje. Você já deve saber sobre toda história de filhos antes do casamento. Einstein nem se quer conheceu a garota, ele simplesmente foi embora para Suíça aonde havia conseguido um bom emprego. Lieserl, sua filha, foi criada pela família da mãe e pouco se sabe a seu respeito.

Publicidade
continue a leitura

Se você não conhecia esse outro lado de Einstein, confira agora o vídeo no nosso canal Fatos Desconhecidos. Nele você vai poder conhecer um pouco mais sobre quem foi Einstein, para além de sua carreira como físico brilhante.

Publicado em: 22/02/19 17h33