Curiosidades

Burger King lança edição limitada de ‘Galão’ Stanley por 1 real; veja regras

0

Há algum tempo, os copos térmicos se tornaram um sucesso no mundo todo. E dentre todas as marcas desse produto, a Stanley com certeza é a mais conhecida. Então não é de se surpreender que marcas queriam fazer parcerias com ela. Como no caso do Burger King que venderá um galão Stanley por R$ 1.

Essa parceria entre Burger King e Stanley começará a ser válida a partir do dia 1º de julho, quando os clientes poderão fazer a troca pelo cupom no aplicativo do BK, e a compra do galão poderá ser feita pelo site da Stanley. Essa parceria resultou em uma edição limitada e exclusiva de 500 unidades.

Burguer King e Stanley

Istoé dinheiro

As pessoas que conseguirem um desses 500 galões irão receber também 400 pontos por mês no aplicativo do Burger King durante um ano, começando pelo dia 1º de agosto. Esse valor é equivalente a quatro recompensas de refil de graça de refrigerante pelo mês inteiro.

Essa é a segunda vez que o Burger King fecha parceria com a Stanley. No carnaval desse ano, a rede de fast food distribuiu 600 copos Stanley para as pessoas que tivessem comprado um milk-shake sabor Napolitano em uma unidade na zona sul da cidade de São Paulo.

Copos

Claro que essa parceria entre Burger King e Stanley faz com que as pessoas se interessem ainda mais pelos produtos das duas empresas. Contudo, recentemente, a fabricante de copos térmicos passou por uma polêmica com relação a presença de chumbo em seus produtos.

A empresa confirmou que seus produtos realmente tinham o elemento, mas disse que as chances de um usuário do copo ser exposto ao elemento é mínima. Mesmo assim, muitas pessoas ainda ficaram desconfiadas com isso. Tanto é que fizeram uma tomografia no copo Stanley.

Claro que isso é uma coisa bizarra de se pensar, mas através dela foi possível descobrir finalmente onde o chumbo do produto está. Quem postou o resultado desse “exame” foi a empresa Lumafield no último dia 14.

A Lumafield usou o tomógrafo industrial Neptune para conseguir ver o interior do copo Stanley e entender como ele é feito, onde o chumbo está e se ele realmente é um risco para os consumidores. Então, a empresa fez imagens de raio-X em vários ângulos e construiu um modelo 3D do copo Stanley.

Através de um comunicado, a Lumafield explicou que os copos Stanley têm paredes internas e externas de aço inoxidável que são separadas por vácuo, o que diminui a transferência de calor.

O começo do processo de fabricação de recipientes de aço inoxidável isolados a vácuo começa com a formação de duas camadas separadas de aço inoxidável para as paredes interna e externa. Então, elas são soladas na borda.

“O copo é colocado em uma câmara de vácuo e o ar é retirado por um orifício deixado na parte inferior da camada externa”, disse o anúncio da Lumafield.

Esse orifício onde o ar foi evacuado tem que ser selado antes do copo ser retirado da câmara de vácuo. É nesse momento que o chumbo entra. “Durante a montagem das camadas interna e externa, uma pequena pastilha de chumbo é colocada acima do orifício de escape de ar. Depois que o ar é retirado do copo, a câmara de vácuo é aquecida apenas o suficiente para derreter o chumbo”, explicou a empresa.

Jon Bruner, diretor da Lumafield, usou seu perfil no Twitter para postar as imagens que foram geradas para que a análise fosse feita. “O chumbo é um material ideal do ponto de vista do controle de processos; possui baixo ponto de fusão e características altamente previsíveis. A solda com chumbo às vezes ainda é usada na eletrônica por esse motivo”, disse ele.

De acordo com a análise feita, a solda de chumbo está completamente protegida por uma tampa de aço inoxidável logo abaixo dela. Tanto que a Lumafield garante que o elemento está totalmente blindado e que quem usa os produtos não irá ser exposto a ele.

“Se o medalhão que cobre a solda de chumbo for arrancado, ele poderá ficar acessível – mas, nesse caso, um copo de reposição será coberto pela garantia da Stanley”, concluiu a Lumafield.

Fonte: Istoé dinheiro, Canaltech

Imagens: Istoé dinheiro, Twitter

Genética ou estilo de vida? O que importa para viver mais?

Artigo anterior

Esse aparelho quer substituir seu smartphone! Você trocaria?

Próximo artigo