• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Ciência descobre por quanto tempo permanecemos conscientes após a morte

POR Rafael Miranda    EM Ciência e Tecnologia      23/10/15 às 19h16

A consciência é o estado de estar consciente sobre um objeto externo ou algo dentro de si mesmo. Esse estado geralmente é definido como: sensibilidade, consciência, subjetividade, a capacidade de experimentar ou sentir, ter um senso de individualidade e o sistema de controle executivo da mente.

Qualquer coisa que nós estamos cientes num determinado momento, faz parte de nossa consciência, tornando a experiência consciente o aspecto mais familiar e mais misterioso de nossas vidas. Filósofos ocidentais desde o tempo de Descartes e Locke têm se esforçado para compreender a natureza da consciência e definir suas propriedades essenciais.

A consciência já foi vista com ceticismo por muitos cientistas mas nos últimos anos tornou-se um tema importante da pesquisa em psicologia, neuropsicologia e neurociência. O foco principal é a compreender o que significa biologicamente e psicologicamente as informações presentes na consciência.

Em medicina, a consciência é avaliada pela observação de excitação de um paciente e a capacidade de resposta, e pode ser vista como uma série contínua de estados que variam de estado de alerta total e compreensão até desorientação, delírio, perda de comunicação significativa, e, finalmente, a perda de movimento em resposta a dolorosos estímulos.

28

Consciência após a morte é um tema comum na sociedade e na cultura que acredita em vida após a morte. Pesquisas científicas demonstram que a mente e a consciência estão intimamente ligadas com o funcionamento fisiológico do cérebro. No entanto, muitas pessoas acreditam em alguma forma de vida após a morte, que é uma característica de muitas religiões.

Um estudo feito pela Universidade de Southampton com 2 mil pessoas afirma ter descoberto o tempo que a consciência fica ativa após a morte. Das pessoas que experienciaram a chamada "Experiência Quase-Morte", mais de 40% estiveram conscientes durante todo o tempo em que estavam supostamente mortas.

Os pesquisadores descobriram que, o intervalo pode variar entre 2 e 3 minutos. Os participantes afirmaram que eles se lembram do tratamento recebido embora a pessoa esteja clinicamente morta.

Próxima Matéria
Rafael Miranda
Criando forças para segurar o forninho de cada dia. Instagram: @rafaelmiranda17
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+