Quando se trata de histórias icônicas, poucos conseguem ser tão populares quanto a DC. Mas, dentre todas, talvez a mais ousada seja aquela com o Superman de Mark Millar. Seu "filho vermelho", como é conhecido, se trata de uma aclamada edição publicada de 2003. Em suma, o autor fez uma única pergunta: e se a nave que levava o homem de aço tivesse caído na União Soviética? 

Entre a Foice e o Martelo é um vívido conto sobre a paranoia da Guerra Fria, e revela como a nave que carregava a criança que mais tarde seria conhecida como Superman caiu no meio da União Soviética dos anos 50. O bebê cresce e se torna um símbolo para o povo soviético, e o mundo muda drasticamente graças a ele - trazendo Superman em conflito com Batman, Lex Luthor e muitos outros. Parece diferente, né? Pois é. Esse modelo de edição tenta colocar nossos personagens favoritos em cenários únicos que nos obrigam a repensar as noções preconcebidas sobre eles. Mas poucos são tão provocativos quanto esse.

A história, inclusive, chegou a inspirar diversos outros autores no mundo dos quadrinhos. Sem dúvidas, observar o Superman inserido em outra realidade é bastante interessante.

Publicidade
continue a leitura

Entre a Foice e o Martelo

Publicidade
continue a leitura

Ao que tudo indica, a Warner Bros está trabalhando em um longa animado contando a história do Superman comunista. O dublador, Diedrich Bader, postou hoje em seu twitter que estará envolvido no projeto. Quando um fã o alertou sobre o risco de estar vazando tal informação, ele rapidamente apagou a postagem. "Animado por fazer parte disso!", comentou.

Ao que tudo indica, a animação será lançada em 2020, e irá atrair atenção mundial para um tema ainda não explorado pela indústria dos quadrinhos. Ficaremos de olho em qualquer novidade para contar para vocês!

Publicidade
continue a leitura

Você já conhecia essa HQ do Superman? Animado para acompanhar uma outra versão do herói? Conte para a gente sua opinião!

Publicado em: 09/01/19 12h11